Queiroga se posiciona contra uso obrigatório de máscaras

Em entrevista a canal bolsonarista, ministro da Saúde também defendeu retomada das aulas presenciais; CPI aprovou quebra de sigilo de canal

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. | Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Jornal GGN – O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se posicionou contrário à obrigatoriedade do uso de máscaras, além de defender a retomada das aulas presenciais.

As declarações foram dadas em entrevista ao canal bolsonarista Terça Livre nesta quarta-feira. Segundo Queiroga, “o Brasil tem muitas leis e as pessoas, infelizmente, não observam”, e o uso de máscaras deveria ser um ato de conscientização.

Veja como você pode colaborar com o jornalismo independente do GGN

De propriedade de Allan dos Santos, o canal Terça Livre teve seu sigilo bancário quebrado pela CPI da Pandemia com o argumento de disseminação de fake news sobre a pandemia e, a pedido da Polícia Federal, os repasses de recursos das redes sociais aos canais que disseminam fake news foram suspensos.

Reportagem do jornal Folha de São Paulo lembra que, além das restrições impostas ao canal pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Santos foi alvo de denúncia por incitação ao crime e pelo crime de ameaça ao ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e atual presidente do TSE.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador