Candidato ao Senado agride eleitora

Jornal GGN – O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AL) determinou a prisão do candidato alagoano ao Senado, Coronel Brito (PEN), após ele ser flagrado, em vídeo amador, dando um tapa no rosto de uma eleitora que estava na fila para votar na seção eleitoral da escola Padre Pinho, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió.

Testemunhas afirmam que Brito agrediu Marta Celeste de Oliveira com tapas e cotoveladas depois que ela se manifestou contra o candidato, que furou a fila para votar.

“Ele estava com os assessores e queria furar fila, aí as pessoas começaram a reclamar. Um rapaz que também estava na fila começou a discutir com ele, aí como minha mulher estava perto, ele deu dois tapas no rosto dela e uma cotovelada. Ele ainda chamou a polícia para querer prender o rapaz”, relatou o marido da vítima, Amaury Franco.

A presidente do Tribunal, desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, foi quem emitiu a determinação de prender o candidato.

Em nota, a Polícia Militar informou que orientou a vítima a denunciar a agressão e vai abrir procedimento administrativo para apurar a ação da guarnição responsável pelo policiamento na seção eleitoral.

 

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alan Souza

- 2014-10-06 02:55:25

Faltou um cabra por lá

Pra meter dois tapas na cara dele. Eu não deixava passar a oportunidade. Nada acontece com esse tipo de calhorda mesmo, então a gente mete a mão na cara e será a melhor punição.

Marcos Antônio

- 2014-10-05 21:21:14

O tal "coroné" não gosta de

O tal "coroné" não gosta de povo que vê defeito em gente de bem!

Ivan de Union

- 2014-10-05 20:56:23

Tem gente que comentaria

Tem gente que comentaria educadamente com um "fdp" modestinho.  Eu nao estou entre eles:

FILHO DA PUTA!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador