Como prevenir um crime eleitoral que será cometido logo mais no Jornal Nacional

 
Hoje à noite, exatamente às 20 horas, será cometido um crime de imprensa e um atentado à democracia. O Jornal Nacional dará entre 5 a 10 minutos de reportagem sobre uma informação falsa veiculada pela revista Veja. 
 
O que fazer?
 
O primeiro passo é entender que a Constituição (e a democracia) não admitem censura prévia. Mas não havendo a censura prévia tem que se prever consequências, como forma de inibir o crime.
 
No Brasil, não existe a censura prévia nem as consequências. É isso que explica o estupro permanente da verdade.
 
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite o direito de resposta. Ocorre que um direito de resposta convencional só poderia ser exercido na segunda-feira, quando as eleições já ocorreram.
 
Os advogados do PT deveriam ir agora ao TSE e solicitar uma medida cautelar com direito de resposta. Seria assim:
 
Um porta-voz de Dilma ficaria disponível no estúdio da Globo, aguardando o Jornal Nacional.
Saindo a reportagem sobre o factoide da Veja, lhe seria assegurado o mesmo tempo para apresentar a sua versão.
 
Não se trata de uma saída jurídica convencional, mas tem todos os elementos de justiça para ser aceita pelo TSE.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Acompanhe o segundo turno das eleições 2020 no mapa interativo do GGN

303 comentários

  1. Perfeito, Nassif. Você não

    Perfeito, Nassif. Você não tem como encaminhar essa sugestão ao comitê da Dilma? De qualque forma, vou repercutir sua opinião no Face e no Twiter.

  2. Fraude

    LN, esta questão do JN é um mau menor, apesar de identificada, sabemos como vai ser, etc, mas o resultado disso não deve influenciar em nada, talvez até ajude a Dilma. 

    Agora, o verdadeiro problema que ameaça a democracia brasileira é a possibilidade de fraude domingo. O cenário está perfeito, pois temos ibope e datafolha dando Dilma, cnt e sensus danto Aécio. Pronto. Se as pesquisas divergem assim, já erraram feio no primeiro turno, como questionar uma vitória de Aécio fraudada? Impossível.

    • “página avaliada como foco de ataques”

      Aconteceu a mesma coisa comigo. Quando tentei acessar o link, apareceu esta mesma nota “página avaliada como foco de ataques” num aviso vermelho.

      Insisti, e consegui ver a atéria.

    • Televisão é uma concessão pública
      Quando o particular  tem fundado receio de que contra ele seja praticada uma violência por uma autoridade constituída pode solicitar um mandado de segurança preventivo ou um habeas corpus preventivo.Em princípio não existe um remédio jurídico para uma reparação de danos preventiva.Ocorre que a televisão é uma concessão do estado, ou seja. o estado delega para que o serviço público seja explorado pelo particular, logo, em sendo uma extensão do estado cabe o mandado de segurança preventivo a ser concedido por medida liminar.

    • Esse problema ocorreu hoje a

      Esse problema ocorreu hoje a tarde com todos os links encurtados com “fb.me”. Não era um caso específico. Todos os links de um evento meu no facebook postados com a url encurtada também notificava isso.

  3. No G1, a GLOBO praticamente

    No G1, a GLOBO praticamente replicou a matéria da Veja ao comentar sobre as pichações na sede da revista. Começo a achar que essas pichações foram armadas pelo próprio PSDB e seus cúmplices. Já entrevistaram Aécio criticando as pichações e, lógico, detonando com o PT. Para falar sobre as pichações não precisaria republicar a matéria da Veja quase inteira. Esse “atentado” contra a sede da Veja veio em boa hora. Agora terão argumentos para fazer uma matéria de 15 minutos no Jornal Nacional. No Jornal Hoje durou 10 min. Para todos os efeitos, a Globo estará falando dos “vândalos” do PT contra a injustiçada Veja. Conseguirá a Globo enganar a população?

    • Filho, a União da Juventude

      Filho, a União da Juventude Socialista confirmou o ato e o ex-ministro Orlando Silva até aplaudiu no twitter. Não tem armação, foi  é um tiro no pé sem tamanho de um aliado do Governo. Quem precisa do PSDB se tem o PCdoB pra fazer essas [email protected]

  4. TSE

    A Globo está debochando da decisão do TSE de proibir a Veja de fazer publicidade de sua edição, pois é exatemente isto que a Globo está fazendo.

    Não foi esta a democracia capenga pelo qual lutamos.

    Francisco Celso Calmonl

    Membro da coordenação da Rede Brasil – Memória, Verdade e Justiça.

  5. E a Lei de Meios…

    Se o que você prevê acontecer, Nasssif, não haverá outra saída – isso caso Dilma vença a eleição – se não baixar Medida Provisória com a Lei de Meios já de imediato. Se vencer o boa vida aqui das Geraes, a Globo deve receber mais um caminhão de verba federal para suprir seu “senso de democracia”…

  6. Até qunado, meu DEUS,

    Até qunado, meu DEUS, continuarão abusando da nossa paciência?!

    Quando veremos os três poderes unidos defendendo a República?

    Quando veremos os três poderes unidos, enquadrando os demandos daqueles que se acham o quarto poder, fora da constituição?

    Já passou da hora dos três poderes se unirem em defesa do Brasil e do Povo Brasileiro!!!

    Acredito firmemente que este dia chegará!!!

    Domingo, o Brasil e o Povo Brasileiro iniciará uma nova etapa de brio desta nossa República!!!

     

     

     

    • Desculpe, João, mas neste

      Desculpe, João, mas neste país, com a moral desse povo do “dar um jeitinho”, “quebra um galho aí”, vai ser difícil termos uma nação que ama esse país. A única medida eficiente para esse país, apostaria eu,  seria ter um Judiciário honesto e não vendido. Mas…..estamos nas mãos desses monarcas oportunistas do TSE/STF.

  7. Outro dia comentei isso aqui

    Outro dia comentei isso aqui e fui censurado. O PT fazer isso??? Sonho…E tem mais, JN de sábado em 2014 tem menos audiência que briga de galo! Vamos parar de frescura de urnas fraudadas e golpe midiático, a eleição é amanhã, essas coisas ou você previne ou encara, não dá mais pra prevenir, às urnas amanhã com Dilma 13!

  8. Agente fica perdendo tempo

    teorizando. Espero que não seja tarde, pois o PT só está agindo depois de 12 anos. Isso é muito revoltante. Não foi por falta de aviso e o Lula já teve um capital político muito bom e não agiu. Espero que depois o PT não fique no choro, pois não vai adiantar. 

  9. Se o governo tivesse Ministro da Justiça…

    .. bastaria entrar em rede nacional no primeiro intervalo do referido telejornal.

    Mas este ministério não teve um Ministro nomeado pela Dilma em 2011. Logo, daí não se deve esperar nada mesmo…

  10. Ainda acho que o pt deveria

    Ainda acho que o pt deveria citar a agressao do aecio em 2009, dizendo q kfouri tem muito melhor reputacao que youssef, globo e veja, e colocar r essa propaganda pra rodar no intervalo do jn!

  11. 31 de março de 1964

    Hoje é o dia do golpe.

    E já começou: 8 minutos de reportagem da “violência cntra a editora Abril”  no Jornal Hoje, com amplo discurso moralista de Aócio tendo ao fundo o logotipo da Globo.

    A repercussão do fato com indignados “jornalistas” globais da Globonews clamando pela “liberdade de expressão”.

    Uma estranhíssima convocação aos telespectadres da Globo para que assistam os resultados das pesquisas a serem solenemente divulgadas as 18p0 de hoje. Bem antes do JN.

    Estamos em pleno golpe de estado. Os militares sairam, agora é com as famiglias máfio-midiáticas.

    Amanhã o povo dá a resposta.

    Só mais um recado: Dormir é para os fracos. O dia hoje acaba amanhã as 17horas.

  12. Estamos assisntindo um

    Estamos assisntindo um momento importante da Historia desse país, essa pesquisa cnt não é sem motivo, é para influenciar mesmo, essa pichação é a bolinha de papel 2.0, o agressor passa a ser vitima, os orgão de fiscaliazação das eleições, aqueles que deveriam atestar a lisura do pleito  são anacronicos e obsoletos, pararam no tempo, as urnas não são essa maravilha que tentam vender ao eleitor, o estranho formato de anuncio do resultado; há um forte cheiro de podre no ar.

  13. Ficará tudo do mesmo jeito

    Capa maluca da Veja, absurdamente antipetista, portadora até mesmo de vícios que a lei eleitoral não suporta, de acordo com a interpretação de alguns.

    Já vimos este filme outras vezes. Segunda-feira, com Dilma reeleita, tudo continuará do mesmo jeito: com o governo financiando de modo farto quem lhe quer cortar o pescoço. Haverá alguns meses de trégua, por certo. A mesma Dilma que hoje é bombardeada pela Veja foi acariciada pela principal revista do grupo Abril em outras ocasiões – a menos que tenhamos esquecido da entrevista mamão com açúcar que o hebdomadário lhe concedeu em março de 2012. Novas carícias virão, as quais serão sucedidas pelas reportagens repletas de depoimentos dos Youssefs da vida. Até que um dia o pessoal da imprensa alcançará o seu intento fatal: desaboletar do planalto o partido do “diabólico” Lula, esse pérfido aliado da ditadura cubana, em cujo governo os banqueiros nunca ganharam tanto na história deste país.

    • Exatamente, sem tirar nem
      Exatamente, sem tirar nem pôr.

      Praticam o autoengano como esporte preferido, pois nao conhecem os atores e a cultura da inércia.

      A realpolitik é festejada como golpe de mestre e o mesmo se dá com a pratica da conciliação.

      A força da inércia é pesadíssima e anda de maos dadas com a condescendência.

      • A questão não é a aduaiência

        A questão não é a aduaiência do JN éa replicação da roportgagem na internet. No facebook qualquer coisa é replicada muito rápida e de maneira distorcida tem que ser feito o que o Nassif diz, sim.

        • Tem que fazer isso e muito
          Tem que fazer isso e muito mais desde muito tempo com intensidade e de modo sistemático.

          Mas, sempre repito até cansar, relevam os prejuízos, são covardes e incompetentes.

          O problema, no entanto, é este.

          Vê-se que nao fazem desde sempre enquanto, mesmo assim, as tropas continuam acreditando que um dia será.

          No final acontece das tropas nao terem os generais que mereceriam.

  14. Nassif sempre trazendo boas

    Nassif sempre trazendo boas dicas de bastidores. e todo cuidado nessa hora é pouco. Com esse comentário posso magoar muita gente, mas na vida em tudo, que é certo,  para uns é certo para outros, a história diz isso. 

  15. Primeiramente, muita calma.

    Primeiramente, muita calma. Em segundo lugar, há dois riscos: bala de prata hoje às 20 h (e nem tanta audiência assim tem mais o JN) e fraude eleitoral (esse risco parece pior). É preciso alerta. No primeiro caso, o PT pode e deve providenciar o que Nassif sugeriu. No segundo, todos os que votarem em Dilma devem ficar atentos. Uma fraude, com a diferença de cerca de 8% indicada pelo IBOPE, fica mais difícil, mas mesmo assim, todo cuidado é pouco.

    • É isso sim Luiz, a dinâmica é

      É isso sim Luiz, a dinâmica é essa e note a escalada . . . Pelo menos um instituto de pesquisa bota o Aecio na frente – Repercute a falácia da Veja – Rouba nas urnas . . . . . e fica tudo justificado . . . . . ou  precisa de desenho ????? . . . . A provavel materia da Globo/JN não tem tanto poder quanto ao convencimento direto das pessoas, ela apenas serve de justificativa na tentativa de dar ares de verdade ao golpe.

  16. Não consigo separar essa capa
    Não consigo separar essa capa da Veja do vazamento do áudio referente à SABESP.

    Acho que foi o factóide mais eficiente pra tirar a questão da água do centro das discussões.

  17. Mas o Toffoli já moustrou “n” vezes que mudou de lado

    desde que chegou no STF. Agora os erros repetidos do PT nas nomeações no STF, e portanto STE, estão dando o resultado final de um golpe “jurídico-informático” onde os julgamentos serão sempre a favor do golpe.

    Não vejo saída a não ser uma votação maciça do povo contra estes golpistas.

  18. Nassif, pode haver um

    Nassif, pode haver um chamamento em cadeia nacional, em carater de urgência, pela Presidência da República(Ministério da Justiça), com 20 minutos, para esclarecimento sobre todos esses assuntos  ????

  19. A campanha da DILMA já está tomando providências legais a respei

    Nassif o que leio no facebook é isso  -A campanha da DILMA já está tomando providências legais a respeito da reportagem. A justiça eleitoral vai proibir.

     

    Será?A Globo ja esta na porta do TRE desde  cedo com entrevistas sucessivas.Aé o cachorro farejador   de urnas estão filmando. Como se fossem guardiães das urnas.

  20. Deixar a matéria pronta, e

    Deixar a matéria pronta, e logo após o Jornal Nacional, o governo federal, através do Ministro da Casa Civil, por exemplo, vem em cadeia nacional, e esclarece tudo.

  21. O PT tem que aprender a antecipar jogadas

    Ainda ontem à tarde cantei a bola de como iria se comportar Aécio no debate.

    Aconteceu de forma idêntica e Dilma poderia ter dado um cheque-mate:

    No link: Qual o desafio? Qual a possibilidade de conciliação?

    No debate de hoje Aécio irá:

    1) Citar a “denúncia” falsa da Veja.

    2) Esperar Dilma dizer que é matéria falsa

    3) Na replica Aécio dirá que são as duas maiores revistas brasileiras, e cita que a Istoé diz que Dilma usa a mentira como arma de destruição dele.

    Fico me perguntando:

    – É a imprensa que pauta o PSDB ou é o PSDB que pauta a mídia?

    Nassif poderia tirar essa minha dúvida?

  22. ACABOU, FRAUDARAM AS ELEIÇÕES

    O único culpado desses fatos é o Lula, que, ao se portar como o grande conciliador de classes, alimentou a serpente. Eles virão com tudo. Criminalizarão o PT e talvez asilem o Lula, pq não terão coragem de predê-lo com base na famigerada teoria do domínio do fato, embora sonhem com isso. Instaurada a ditadura do Judiciário, esses facínoras envelhecerão no poder. A última opção é o enfrentamento da militância, nas ruas, ganhando votos pra Dilma 13, desde agora.

  23. Se o nassif ta avisando ele sabe porquê!!!!

    Fiquem ligados, o Nassif ta avisando ele sabe porquê, anos e anos  no Jornalismo,Já devem ter informado a ele o que estão armando!!!!!

    • Poxa, ligado estou mas tambem

      Poxa, ligado estou mas tambem estou atado!

      A direção de campanha tem que pegar pesado, inclusive em cadeia nacional

      se pode fazer que faça! Aquestão não apenas uma eleição em jogo e sim toda

      a conquista democratica, para que serve um partido popular? Agora é a hora

      se perdeu perdeu depois volta ..caramba”, que se mostre a cara agora, depois

      a gente conversa.

  24. Acordando Um Bando de Bananas de Terno e Gravata

    Precisa o LN para ver se Zé Eduardo Cardoso, Aloisio Mercadante, Rui Falcão e tantos outros marchas lentas, que conseguiram deixar esse bando de golpistas chegarem ao ponto que chegaram por falta de contrapo-los e combate-los, durante todo o tempo, por mais absurdo que fosse o que andaram perpetrando, por pura covardia, preguiça ou falta de capacidade, sabe-se lá, ACORDEM e TOMEM AS MEDIDAS NECESSÁRIAS PARA IMPEDIR QUE O ILÍCITO SEJA PERPETRADO MAIS UMA VEZ.  Basta de ficarem calados, sentados e prostrados feito um bando de bananas de terno e gravata.  

  25. Lhe pergunto…

    Nassif!

     

    Sei que estás hoje atordoadíssimo com esse lamaçal da Veja mas lhe pergunto se já passou essa orientação ao Governo e o PT visto que és um dos poucos nesta Terra de Vera Cruz que têm livre acesso a eles porque, se não, faça por nós, por favor.

  26. Isso é chamo de pré

    Isso é chamo de pré desculpa.

     TODOS jornais e portais brasileiros já noticiaram a matéria. Inclusive  PT E PSDB,um querendo saber a opinião do S T F  e o outro do PGR.

               Por isso se o JN  noticiar é uma matéria mais do que velha, Rosna o caduco.

                 E mesmo assim vc não quer ,Nassa?

                           UAU!!!!!!!!!!!!!!!

                    vC ACHA ”Crime de imprensa”  o que até as galinhas sabem?

                  Não sabia que vc estava tão desperado pela boquinha no governo.

                        É assustador!!!!!!

    • Acontece que a televisão

      Acontece que a televisão ainda tem um alcance maior. Conseguiram barrar a publicidade da revista e constrager os outros meios a ficarem replicando indiscriminadamente, ia abafar um pouco. Esse “protesto” na sede da abril deu pretexto para passarem o assuto na TV 24 hs por dia, além de requentar a matéria na internet. Agora tem as denuncias do Estadão, as da Folha, as da Veja, o novo audio do blog do Pit bull e a sede da abril sendo requentados, pra não falar na capa da isto é, outro assunto, mesmo tema.

  27. O Jornal Hoje deu, tipo 5
    O Jornal Hoje deu, tipo 5 minutos. Mas deu a fala de Dilma no programa eleitoral dela. Eles reproduziram cerca de 1 minuto da fala dela. E deram que as “denúncias” não tem prova. Foi negativo, mas nem tanto. No JN…que o PT se mexa.

  28. é a hora dos jogadores de verdade

    Falando com os meus botões.

     Fosse eu dono da globo ou preposto com qi maior que uma ameba ficaria num silencio sepulcral. Desta forma f.. com a veja e ganharia o espolio.

    Será que existe um estrategista naquele coiso!

  29. Jornalista de Londrina

    Jornalista de Londrina comentando o debate: Aecio a elegancia de seu terno ingles, Dilma de calça preta e blusa vermelha, com aqueles peitos murchos e bunda grande, mais para macumba de sexta feira a noite……

  30. Se for assim o golpe já

    Se for assim o golpe já começou.

    Agora no inicio da tarde assisiti o Jornal Hoje da GLOBO e aproveitaram o tal ataque a Abril para dedicar um bom tempo a capa de VEJA.

    Falaram do ataque de mais de 300 pessoas (alguém pode confirmar?) a sede da Ed. Abril.

    Vincularam Lula, Dilma e o PT a corrupção da Petrobras e linkaram os manifestantes aos eleitores de Dilma…

    Não foi pior porque ainda deram uma colhe de cha a Dilma e colocaram o video que ela reclama da falta de compostura de VEJA.

    AH! De quebra  ostraram no ar a justificativa da Abril… Dilma quer matar o mensageiro!

    O  jogo é sujo e pesado!

    • Fui vizitar meu pai hoje. Ele

      Fui vizitar meu pai hoje. Ele assite Globonews 24hs por dia. Estao replicando nos noticiários lá também.

  31. “atentado”

    Se o JN repetir o Jorna Hoje por conta do “atentado” à Editora Abril, o Nassif tem razão. E o tal atentado: eram mesmo militantes da UJS? Se era, são imbecis, senão eram, cadê PC do B para desautoriza-los? 

    • Colega, concordo com vc. Mas

      Colega, concordo com vc. Mas tiro no pé foi o Orlando Silva dizer que tem “orgulho deles” dá ainda mais pano pra manga e autoriza a publicidade e replicação pelos outros meios que estavam arduamente sendo conquistadas….

  32. Será que vale apena jogar

    Será que vale apena jogar tudo numa eleição? A rejeição pode piorar a situação!  O mundo está mudando e todo mundo sabe disso! Isso só é uma dica, de quem vê as coisas de uma maneira isenta, democracia sempre! 

  33. Prevenção de Riscos num Estado Democrático de Direito

    Na iminência do Risco que pode ser irremediável, considerando-se que vivemos em Estado Democrático de Direito, as providências cabíveis devem considerar o contexto ao qual se insere, sob pena de ter uma justiça inócua, pela extemporaniedade. Vivemos na era do “tempo real”. Em situações de risco, temos que apelar para soluções em “tempo real”, pois, durante anos, ouvimos que o nosso País era o País do futuro. E esse futuro foi adiado por muitas vezes, pois dependia da coragem de se achar mecanismos para se enfrentar estruturas sustentadas por um poder econômico concentrador e satisfeito com seus umbigos.

    Há pessoas que são modificadoras de cenários. E o povo brasileiro teve a capacidade de identificar uma delas, que achou caminhos para mudanças. Durante dois mandatos, transformou os “Tristes Trópicos” em um país que se tornou referência obrigatória em fóruns internacionais, protagonista de ações em direção a um mundo melhor.

    Há pessoas que são idealistas. Não surgem apenas em cenários de “Estado Democrático de Direito”, mas iniciaram suas histórias de vida pública em situações adversas, para que chegássemos ao presente. Uma delas foi reconhecida, e reapresentada à população brasileira. Conduziu o País por um mandato atravessando crises internacionais de reconhecida gravidade. Conseguiu impedir que antigas estruturas econômicas utilizassem deste cenário de insegurança internacional em favor de retrocessos perversos que afetariam a uma nova ordem de prioridades no País.

    Há pessoas que não sabem avaliar riscos. E há riscos de retrocesso. Por mais vulnerável que seja, pelas suas próprias condutas públicas e pessoais, o candidato de oposição é sustentado por toda uma direita repaginada, redefinida e reinventada, para achar, a todo custo, novos caminhos para que o País retroceda a um cenário favorável ao poder concentrador de riquezas que representam.

    Para dar continuidade a mudanças estruturais que consolidariam esta nova ordem de prioridades, que está nos fazendo viver em um ambiente mais justo e para que o Brasil seja um país com futuro, não desconstruam uma obra que começou a ser edificada tão tardiamente, sob o risco de, num futuro mais distante, termos que recomeçar do zero.

    Na iminência do risco, num presente cenário em que os que representam a desconstrução parece avançar através de novos mecanismos, eu apelo aqui para um mecanismo muito simples, que cada um, por si só, pode exercitar sem depender dos outros: o da memória.

    A mobilização em tempo real, inclusive de idéias, deve-se aliar a um pragmatismo necessário, para que não se chore depois pelo leite derramado.

    Petrus Santa Cruz

  34. PRESSÃO, PRESSÃO E MAIS PRESSÃO

    É com pressão, muita pressão e coragem que deve-se combater esse bando de golpistas. E pressão na apuração, pois o processo não permite conferência com o voto raiz, pela sua inexistência, e a apuração consiste apenas no presidente do TSE anunciar o vencedor as 20hs quando termina a votação no Acre que não fará diferença no resultado. Outro absurdo inédito na história política brasileira. Olho vivo, nessa gente, pois os Golpistas estão em todos os lados em todas as instituições do governo.     

  35. De qualquer maneira, acho que

    De qualquer maneira, acho que Dilma, Lula e outras figuras influentes devem tomar MUIIITTOOO CUIDADO com o que vão falar daqui para frente porque a militânica petista está com sangue nos olhos, aguardando um OK, uma palavra – que eles julguem – de ordem para atacar.

    Do outro lado do campo, a militância aecista também está com sangue nos olhos, prontos para aprontar e jogar a culpa nos petistas; já deram um sinal na noite de ontem quando as fotos das pichações nos muros da Abril foram espalhadas pela turma da campanha do Aécio.

    E, por fim, o pessoal do camarote do Aécio está de olho nestas ações para soltar o discurso de que o PT quer acabar com o direito à informação, quer implantar desordem, quer imitar a Venezuela, essas coisas.

  36. A ditadura não acabou e fez

    A ditadura não acabou e fez 50 anos este ano.

    Monopólio da mídia e ditadura, tudo a ver.

     

     

     

  37. auto-fraude?

    Pergunta básica: uma revista que frauda o jornalismo, seria capaz de fraudar um atentado à sua sede? Tal qual não veicula gravações de afirmações que reproduz em suas matérias, a Veja não exibe imagens de suas câmeras de segurança que, suponho, devem existir?

  38. Penso que o PT deveria entrar

    Penso que o PT deveria entrar com uma ação preventiva contra a Globo, proibindo o direito de divulgar o conteúdo calunioso da Veja às vésperas de eleições. Existem antecedentes na história da Globo que permitem ao PT demonstrar na Justiça o risco real e a ameaça à lisura do processo eleitoral. Ou, pelo menos, não conseguindo a restrição temporal, que se garantisse o direito de reposta imediatamente após o JN – ou qualquer outro telejornal da noite. É o mínimo que o TSE ou o próprio STF tem que assegurar ao PT, em nome do respeito à democracia, ameaçada por golpistas proprietários da mídia, dos bancos e seus cúmplices.

  39. Fragilidades

    Se preparam um golpe na mídia e o governo atual não é capaz de antever isso através de instituições de proteção ao espaço democrático, tal governo é um fraco que não merece a república. Um governo ditatorial nefasto se equipa para perpetuação e um governo democrático popular se enfraquece para agradar parcelas burguesas? Devemos esperar qual resultado dessa estupideza? A falta de firmeza, ou firmeza tardia permitiu o clima fascista alimentado por ignorâncias e memes, uma guerra midiática que o PT perdeu diariamente, ironicamente embasada na evolução dos últimos anos do acesso à banda larga, no Luz para Todos, no baixo nível de desmprego, no crédito para o primeiro computador. A nação cairá no laço para o refluxo escravagista, na expropriação legal da renda do trabalho e eu vou querer que se f0d4m, porque desta vez quem oferecer resistência será primeiro destruído financeiramente, depois moralmente e por fim fisicamente. 1964 será época de saudades. Parabéns, sociedade brasileira, grandes vitórias a transformaram numa bela casa de campo. Agora será cada um por si e deus por ninguém.

  40. Não é preciso esperar a matéria ir ao ar, basta existir o risco

    O PT tem que ingressar com um pedido de tutela antecipada. Trata-se de obrigação de não fazer, de abstenção. É o art. 461 do Código de Processo Civil:

    NECESSIDADE DE JUSTIFICAR O JUSTO RECEIO OU RISCO DE LESÃO GRAVE E DE DIFÍCIL REPARAÇÃO – A antecipação da tutela de mérito, concedida liminarmente e sem audiência da parte contrária, não configura violação do contraditório senão que seu deferimento para momento subsequente, justificado pela urgência na proteção do interesse jurídico ameaçado ou lesionado. É lícito ao Juiz, para antecipar a tutela de mérito, invocar como fundamento da decisão os elementos de convicção da petição inicial do autor e documentos a ela inclusos. À antecipação da tutela basta a verossimilhança do direito alegado, consubstanciada no juízo de possibilidade de acolhimento definitivo da pretensão, e que se extrai de cognição sumária, que não comporta pronunciamentos definitivos, pena de pré-julgamento da causa. A compreensão do que seja lesão grave e de difícil reparação, para que não se percam os objetivos do legislador de 1994, deve abranger a consideração de que como tal pode ser entendida a frustração da efetividade do provimento definitivo, o que, por si só, já autoriza antecipação da tutela de mérito.(ex vi TJRJ – 5.ª Câm. Civil; Agravo de Instrumento n.°6.456/99-RJ; Rel. Des. Carlos Raymundo Cardoso; j. 14.09.1999).

     

     

  41. Nassif, sua idéia é

    Nassif, sua idéia é boa.

    Tenho outra a acrescentar. Parece bobagem mas acho que pega. Dilma deveria mandar um emissário bater um papo cordial e informal com o Ali e com pelo menos um dos filhotes que não tem nome próprio. Avisaria que se eles partirem pra cima segunda feira ela re-elita ou não corta completamente a publicidade estatal da globbels (tv, rádio, jornais e revistas) e manda a receita cobrar o famoso DARF, ou os DARFs pois parece que são vários.

    Ingenuidade minha? Talvez.

    • já passou da hora de privatizar a midia brasileira

      A midia, tv globbels, falha, editora 1o. de abril, etc, são à favor do mercado.

      Não faz sentido que sejam empresas quase estatais.

      Acho que passou da hora deste governo de cortar completamente a verba de empresas estatais para essas empresas. Não faz sentido manter a revista veja que não tem credibilidade alguma e perde leitores. Também não faz sentido colocar 600 milhnøes por ano na globbels cujo principal telejornal tem uma audiência em queda.

      Já passou da hora da Dilma cortar COMPLETAMENTE a verba publicitára dessas empresas mantém as midias que chamamos de PIG.

      Chega de anunciar no PIG !

      Eles pregam o livre mercado. Então que ofereçam seus produtos ao mercado. Chega do povo brasileiro sustentar esse tipo de empresa golpista.

  42. Nassif, li ontem, no

    Nassif, li ontem, no Viomundo, notícia sobre o lançamento de uma biografia autorizada do Abi Ackel, que foi ministro da justiça do Figueiredo. O livro narra um “malentendido” entre o ministro e o Dr. Roberto Marinho devido a descoberta, pela polícia, de cocaína que era traficada para os Estados Unidos nos malotes da Globo.  Será que se apresenado também no Jornal Nacional? 

  43. Sobre esse Golpe

    O povo pouco assiste ao JN…mas como tudo imediatamente está nas redes sociais…deve-se fazer a sugestão do Nassif. Mas, o que se devevfazer amnhã é cada  eleitor de Dilma se tornar fiscal voluntário…pois golpe maior não será na contagem de votos..e sim no descaso das fiscalizações de boca de urna..principalmente nas áreas e regiões de previsão de votos para Dilma, demora em solucionar problemas de urnas nessas áreas específicas e demais golpes indiretos   etc, etc, etc!

    • Eles são lesados!
      Agora

      Eles são lesados!

      Agora perder eleição  dessa forma?

      Isso vai dar “merda ” e das grandes., a não ser

      que o PT esteja sabendo de algo é quer por

      Aécio como “boi de piranha.

  44. Distração para a faude !!

     

    O GOLPE é um pouco mais sofisticado.

    Essa ‘distração’ da midia tem finalidade dupla: criar um fato novo e justificar o resultado de amanhã a noite; retirar da pauta a preocupação com a fraude eletrônica.

    Aí a vitoria de Aércio nem vai parecer estranha… com o resultado da eleição ELETRONICAMENTE manipulado !

    Essa eleição está nas mãos de quem controla os Bits !!!

     

     

  45. Bateu o desespero em Veja-Folha-Globo

    Segundo Rodrigo Vianna, que foi jornalista na Globo:

    Nessa tarde de sábado, essa decisão será amadurecida. Se houver chance de empurrar Aécio para a vitória, o JN levará a “denúncia” para o JN.

    Um amigo jornalista – com mais de 30 anos de experiência – foi quem deu o alerta: “eles estão com o roteiro pronto –  da Veja para a Globo, com endosso da Folha”.

    Segundo esse colega jornalista, a operação  se confirmada – “seria um fato ainda mais grave do que a manipulação do debate CollorxLula em 89″.

    http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/radar-da-midia/o-golpismo-midiatico-segue-em-marcha-jn-pode-entrar-hoje-escandalo-da-veja/

    Golpe midiático em marcha: Globo entra hoje no “escândalo” da “Veja”

    Por Rodrigo Vianna outubro 25, 2014 13:36   

    Parceiras no golpismo, sócias do Insituto Millenium, Globo e Veja jogam juntas em favor de Aécio

    por Rodrigo Vianna

    A Justiça reconheceu o caráter eleitoreiro da última edição de “Veja” – e proibiu que seja feita publicidade da revista (leia aqui). Reparem: não se impede a circulação da revista, mas se proíbe que a edição cumpra seu papel nefasto de propaganda mentirosa a serviço do PSDB – às vésperas da eleição.

    A decisão judicial traz alento. Mas não interrompe o golpe midiático.

    Reparem também que a Globo, na sexta-feira, não deu qualquer repercussão à “denúncia” desesperada de “Veja”.

    O JN fugiu desse terreno pantanoso. Por um motivo muito claro: Dilma, com seu duro pronunciamento contra o golpismo da Editora Abril, mandou um recado para Ali Kamel. A presidenta avisou que, se a Globo entrasse na aventura, teria resposta no mesmo tom.

    Imaginem a seguinte situação: o JN embarca na aventura golpista de “Veja”, promovendo a leitura da edição impressa em rede nacional, por volta de 20h de sexta-feira. Menos de duas horas depois, Dilma abre o debate da Globo denunciando a própria Globo por golpismo.

    Por isso, o JN fugiu do pau.

    E, também, porque a revista da marginal não traz qualquer prova, nada. O texto da revista mesmo diz que os “fatos” narrados pelo doleiro não servem para comprometer Lula e Dilma (isso está lá no texto da revista – que me recuso a linkar). Ou seja, o texto faz a ressalva, mas a capa da revista da marginal serve como panfleto tucano.

    Pois bem, esse era o quadro na sexta-feira…

    Acontece que, neste sábado, Dilma já não terá voz para responder. Não há propaganda eleitoral. Não há debate. Os candidatos estão proibidos de falar. Mas a Globo de Ali Kamel está livre para agir – no limite da irresponsabilidade.

    Do que estou falando?

    A “Folha”, na edição deste sábado, deu manchete principal para a “criminosa” (nas palavras de Dilma) edição de “Veja”. A “Folha” endossou a denúncia de um bandido, feita sem provas, a 3 ou 4 dias da eleição.

    Qual o objetivo dessa manchete da “Folha”? Oferecer uma saída plausível para que Ali Kamel e a família Marinho levem o golpismo midiático para o JN de sábado. No “Jornal Hoje” (hora do almoço), a Globo acaba de dar longa “reportagem”.

    O golpe está em marcha. Pela Globo.

    É assim que eles trabalham: operações casadas – como se pode ler aqui, num texto didático de Luiz Carlos Azenha.

    A foto produzida para a Globo interferir no processo eleitoral – em 2006

    Em 2006, eu estava na Globo. Azenha, eu e outros colegas acompanhamos de perto a cobertura enviesada promovida pela Globo no chamado escândalo dos “aloprados”. A Globo colocou Lula na defensiva: o aparato jornalístico global – durante 1o dias – abria espaço para que os candidatos Alckmin (PSDB), Cristovam (PDT) e Heloisa Helena (PSOL) perguntassem no JN “de onde veio o dinheiro para a compra do dossiê dos aloprados?”.

    Era um massacre com ares jornalísticos. E era a preparação para o grande final… que viria logo depois.

    Faltando 3 dias para a eleição de 2006 (primeiro turno), as fotos do dinheiro apareceram.

    Na verdade, o delegado Bruno (da PF) entregou as fotos para Cesar Tralli, da Globo. Um produtor da Globo me contou que, quando Tralli mostrou o material bombástico, a direção da Globo (Ali Kamel) teria dito: “não podemos dar essas fotos sozinhos; seremos acusados de um golpe; só podemos dar se o delegado vazar também para outros jornais”.

    E assim se fez: no dia seguinte,  o delegado Bruno chamou meia dúzia de jornalistas e entregou as fotos. A página do “Estadão” na internet logo publicou. Assim, o JN sentiu-se liberado para também noticiar o “fato” em sua edição, a 3 dias do primeiro turno.

    O mesmo roteiro desenha-se agora.

    Na sexta, a Globo fugiu do assunto: por cautela. Não seria bonito ver Dilma denunciando a Globo por golpismo dentro dos estúdios da Globo no Rio.

    Mas nada como um dia depois do outro. O sábado chega, a “Folha” endossa a “Veja”, e assim Ali Kamel ganha o álibi perfeito: “poxa, virou um fato jornalístico, todo mundo está divulgando”.

    Nessa tarde de sábado, essa decisão será amadurecida. Se houver chance de empurrar Aécio para a vitória, o JN levará a “denúncia” para o JN.

    Um amigo jornalista – com mais de 30 anos de experiência – foi quem deu o alerta: “eles estão com o roteiro pronto –  da Veja para a Globo, com endosso da Folha”.

    Segundo esse colega jornalista, a operação  se confirmada – “seria um fato ainda mais grave do que a manipulação do debate CollorxLula em 89″.

    Se Dilma mantiver uma dianteira folgada nas pesquisas (Ibope e DataFolha) que serão concluídas nas próximas horas, aí o JN provavelmente será comedido: pode simplesmente ignorar a “Veja”, ou então pode tratar a revista da marginal de forma mais discreta…

    Mas se houver qualquer sinal de que Aécio pode reagir, a Globo entrará pesado. Não tenham dúvidas.

    A Democracia brasileira segue sequestrada por meia dúzia de famílias que controlam as comunicações.

    Dilma mostrou, na sexta, que carrega com ela a coragem brizolista para enfrentar os barões midiáticos. Se conseguir a vitória, o confronto será mais do que necessário, será inevitável daqui pra frente.

    Os golpistas tentam empurrar Aécio pra vitória, na marra. E se não conseguirem, já sinalizam que o caminho da oposição será o golpe jurídico-midiático.

    O confronto está claro, cristalino. Não adianta mais fugir dele.

    O golpe pode não vir no JN de hoje, se Dilma mantiver a sólida vantagem de 8 ou 10 pontos que aparece nos trackings internos deste sábado.

    Mas o golpismo voltará a cada semana, a cada manchete.

    É hora de tratar os barões da mídia como de fato são: inimigos! Não do PT e da esquerda; inimigos de um projeto social generoso, inimigos da Democracia.

    Os barões da mídia representam o atraso, o preconceito, são o partido de direita no Brasil. Um partido extremista, que precisa ser enfrentado, e derrotado. Nas urnas e nas ruas.

  46. Infelizmente nós, mortais,

    Infelizmente nós, mortais, nada podemos fazer no sentido de brecar os abusos desses jornalistas globais, gêmeos da VEJA. Sempre foi assim: ao que diz um, sucede-se outros, e, assim, sucessivamente. 

    A gente percebe que a Globo vai na mesma linha, pelos minutos dedicados no jornal da tarde ao repeteco de uma mentira, e até por apresentar imendiatmente Aécio com seu discurso de bom moço, enfatizando a presença dele, e não da Dilma. É partidarismo puro.

    Claro estava que a Globo não deixaria por menos. Tudo que vimos agora era previsível, como previsível é o que Nassif diz em relação ao próximo JN. Se a Globo e os políticos oposicionistas estão sempre com a VEJA debaixo do braço, seria normal esse tipo de reação, afinal, tudo que se disse contra a revista refletiu diretamente no resto d abanda, que só toca contra a situação. 

     

  47. Calma que o Brasil é nosso!

    Quantos votos essa palhaçada vai virar em 12 horas? Quaquaquaquaquá! Até parece que vocês não viram os “indecisos” da Globo (da Globo, minha gente!) se derretendo em sorrisos ao tirarem selfies com a Dilma.

    Desde quando matéria requentada de dois dias, já desmentida firmemente no debate de ontem, ganha eleição? 

    • Concordo com você, mas o

      Concordo com você, mas o problema não é esse.

      O problema é que pode-se criar fato consumado e justificar com a reportagem golpista e repercutida uma fraude nas urnas eletrônicas.

      Ou seja vão dizer que foi a reportagem repercutida que mudou a intenção de votos.

  48. Credibilidade

    Não votaria jamais nessa turma mal intencionada do PSDB, e espero estar fazendo a coisa certa votando na Dilma. O fato é que se a Dilma conseguir ganhar, será, acima de tudo, uma vitória expressiva sobre a imprensa tendenciosa, que pegou muito pesado e jogou sujo, muito sujo, por todo o seu mandato, e lançou mão de todas as armas nessa reta final. Tomara que isso aconteça e que sirva pra uma reestruturação da imprensa, para que possa recobrar sua credibilidade. A parcialidade das grandes midias “oficiais” do Brasil não pode mais se sobrepor à democracia. 

  49. Credibilidade

    Não votaria jamais nessa turma mal intencionada do PSDB, e espero estar fazendo a coisa certa votando na Dilma. O fato é que se a Dilma conseguir ganhar, será, acima de tudo, uma vitória expressiva sobre a imprensa tendenciosa, que pegou muito pesado e jogou sujo, muito sujo, por todo o seu mandato, e lançou mão de todas as armas nessa reta final. Tomara que isso aconteça e que sirva pra uma reestruturação da imprensa, para que possa recobrar sua credibilidade. A parcialidade das grandes midias “oficiais” do Brasil não pode mais se sobrepor à democracia. 

  50. PARA BARRAR O GOLPE: DIREITO DE RESPOSTA AO PRESIDENTE DO STF

    PARA BARRAR O GOLPE: DIREITO DE RESPOSTA AO PRESIDENTE DO STF

    Esqueçam o pusilânime Toffoli (TSE), sem autoridade moral e submisso ao Chicaneiro-Geral da República Gilmar Mendes.

    Peçam direito de resposta ao Chefe do Poder Judiciário, o Presidente do STF ministro Ricardo Lewandowsky.

  51. Nassif não sou advogado, mas

    Nassif não sou advogado, mas a mim me parece que a decisão do TSE está sendo fraudada. Os advogados do PT, portanto deverão tomar medidas preventivas contra a propaganda eleitoral através da replicação da notícia em outros órgãos,pois a medida a meu ver não é de alcance exclusivo á veja, e sim a propaganda que a tal capa pode propiciar ao ser divulgada,. portanto, penso que deve ser tomada atitude neste contexto.

  52. A Presidência da Republica pode entrar desejando um bom voto!

    Sem fazer propaganda, defesa ou nominações, acho (confirmem) que a Presidência da Republica tem a prerrogativa de convocar uma inserção em rede nacional de rádio e TV por ex. logo após o JN. Algo como (abre aspas):

    Boa noite brasileiras e brasileiros

    Como mandatária em exercício, eleita pelo voto gratificante da maioria brasileira, venho destacar a importância do voto, qualquer que seja o candidato, para um Brasil cada vez melhor.

    Desejando ao eleitor um bom e consciente voto, ressalto a importância de uma eleição limpa, tranquila e responsável, onde não caibam ilações, insinuações e suposições de última hora.

    Que cada um exerça seu livre direito de escolha com a experiência, o conhecimento e  sentimento que dispõe.

    Lembremos que a festa da democracia é um dos momentos mais importantes e sérios da nação.

    Boa noite e bom voto!

    (fecha aspas)

     

    PS: Tenho dúvida se é necessário, mas pode-se estar preparado, preventivamente. Acredito que o povo brasileiro já está no limiar da maturidade política e entender a mediocridade destas tentativas de golpe. Que pode até aumentar a distância favorável à Dilma.O perigo é que ainda estamos no “limiar”…

  53. Será que há tempos

    Que tal a convocação nas redes sociais para uma minifestação defronte da Globo às 20 horas.

    Será que há tempo?

    • É só colocar umas 20.000 pessoas na frente da Globo e um telão.

      É só colocar umas 20.000 pessoas na frente da Globo e um telão, este é o famoso bafão!

      Ou seja Bafão no Jornal Nacional.

    • manifestação em frente à TV globo

      Boa idéia.

      Penso que se pode fazer esta manifestação em todos os estados ao mesmo tempo (rede globo Nordeste, Sul, Sudeste, etc.) Para hoje à noite, talvez ainda esteja em tempo.

      Assim uma onda vermelha tomaria conta das ruas em frente a esta emissora que está acabando com a educação, com a cultura brasileira e adoencendo tantas mentes com a sua lavagem cerebral.

  54. Chama o Lula, aê!

    Outra forma de combater o golpe midiático é com um contragolpe também midiático.

    Lula não é candidato a nada. Poderia muito bem entrar, ao vivo, no horário do JN, em entrevista na Record, por exemplo.

    Poderia falar de coisas genéricas, como a importância da pacificação e união de todos os segmentos da sociedade para a promoção do desenvolvimento do país. Enquanto eles semeiam o ódio, Lulinha paz e amor semeia o bem-viver.

    JN tem menos audiência as Chiquititas. Levariam um couro, com o discurso do ódio.

     

  55. “Atentado”???????

    Que “atentado” é esse, quando um bando de gatos pardos (ou pagos? Seja por quem for….) faz pichações e joga lixo em frente a qualquer prédio, seja público ou privado? Houve bomba? Explosão? Alguém foi ferido ou morto? O patrimônio da empresa foi danificado, saqueado,? Afora pelo TSE, a edição foi “empastelada” (jargão antigo, mas que a Veja bem o merece)?

  56. Prevenção de Riscos num Estado Democrático de Direito (revisado)

    Parabéns. Na iminência do Risco, que pode ser irremediável, considerando-se que vivemos em Estado Democrático de Direito, as providências cabíveis devem considerar o contexto ao qual se insere, sob pena de se ter uma justiça inócua, pela extemporaneidade. Vivemos na era do “tempo real”. Em situações de risco, temos que apelar para soluções em “tempo real”, e ideias devem-se aliar a um pragmatismo necessário, para que não se chore depois pelo leite derramado, pois durante anos, ouvimos que o nosso País era o País do futuro. E esse futuro foi adiado por muitas vezes, pois dependia da coragem de se achar mecanismos para se enfrentar estruturas sustentadas por um poder econômico concentrador e satisfeito com seus umbigos.

    Há pessoas que são modificadoras de cenários. E o povo brasileiro teve a capacidade de identificar uma delas, que achou caminhos para mudanças. Durante dois mandatos, transformou os “Tristes Trópicos” em um país que se tornou referência obrigatória em fóruns internacionais, protagonista de ações em direção a um mundo melhor.

    Há pessoas que são idealistas. Não surgem apenas em cenários de “Estado Democrático de Direito”, mas iniciaram suas histórias de vida pública em situações adversas, para que chegássemos ao presente. Uma delas foi reconhecida, e reapresentada à população brasileira. Conduziu o País por um mandato atravessando crises internacionais de reconhecida gravidade. Conseguiu impedir que antigas estruturas econômicas utilizassem deste cenário de insegurança internacional em favor de retrocessos perversos que afetariam a uma nova ordem de prioridades no País.

    Há pessoas que não sabem avaliar riscos. E há riscos de retrocesso. Por mais vulnerável que seja, pelas suas próprias condutas públicas e pessoais, o candidato de oposição é sustentado por toda uma direita repaginada, redefinida e reinventada, para achar, a todo custo, novos caminhos para que o País retroceda a um cenário favorável ao poder concentrador de riquezas que representam.

    Para dar continuidade a mudanças estruturais que consolidariam esta nova ordem de prioridades, que está nos fazendo viver em um ambiente mais justo e para que o Brasil seja um país COM FUTURO, não desconstruam uma obra que começou a ser edificada tão tardiamente, sob o risco de, num futuro mais distante, termos que recomeçar do zero.

    Na iminência do risco, num presente cenário em que os que representam a desconstrução parece avançar através de novos mecanismos, eu apelo aqui para um mecanismo muito simples, que cada um, por si só, pode exercitar sem depender dos outros: o da memória.

    Na iminência do risco, faz-se necessário agora apelar para o pragmatismo necessário para que não se limite a boas intenções. A ideia de Luis Nassif alia a pragmaticidade ao contexto emergencial. Torço que providências para executá-la estejam sendo tomadas.

    Petrus Santa Cruz

  57. O Culpado por tudo isso é o

    O Culpado por tudo isso é o PT e a própria Dilma.

    Se toda vez que a Polícia Federal fizesse uma operação e descobrisse uma falcatrua dentro de um órgão público, ela, a Dilma, deveria ter ido à televisão para anunciar que tipo de crime estava sendo decoberto; que o governo estava combatendo a corrupção; que mais uma quadrilha havia sido presa; que não interessava de que partido fosse. Essa seria a maneira republicana dela comunicar o combate à corrupção. 

    Se tivesse feito isso, essa meninada não estaria espantada com os ecos da mídia, e a oposição estaria desarmada.

    Ao invés de partir para a informação, se esconderam sob a governabilidade.

    Alías, o PT e a Dilma trocaram a comunicabilidade pela governabilidade.

    O resultado é este que se vê.

    Quem nunca investigou nada, como o PSDB, e deixou a corrupção livre para os amigos se deliciarem, hoje se aproveita da fraqueza de comunicação do governo para nadar na maionese, e tirar proveito político de uma ação, que deveria render   atuais governantes.

    •  
      Esse governo cometeu uma

       

      Esse governo cometeu uma série de erros primários.

       

      A comunicação do governo sempre foi uma porcaria.  Nunca procurou se comunicar com a população, nem que seja para se defender.  Confiou demais nos índices de popularidade e que o  eleitor se lembraria dos feitos do governo.

      A insistência de manter  nulidades,  gente como José  Eduardo Cardoso e Paulo Bernardo como ministros de áreas cruciais.

      Dilma sempre minimizou o poder de fogo da mídia, apesar de todo o histórico golpista da mesma.  Pior: ainda teve diante dela uma atitude submissa e medrosa.

    •  
      Esse governo cometeu uma

       

      Esse governo cometeu uma série de erros primários.

       

      A comunicação do governo sempre foi uma porcaria.  Nunca procurou se comunicar com a população, nem que seja para se defender.  Confiou demais nos índices de popularidade e que o  eleitor se lembraria dos feitos do governo.

      A insistência de manter  nulidades,  gente como José  Eduardo Cardoso e Paulo Bernardo como ministros de áreas cruciais.

      Dilma sempre minimizou o poder de fogo da mídia, apesar de todo o histórico golpista da mesma.  Pior: ainda teve diante dela uma atitude submissa e medrosa.

  58. São mais de 20 anos de mentiras comprovadas

    Não será por 5 ou 10 minutos que o PIG convencerá os cidadãos a mudarem de idéia. Não quero ser pretensioso, mas precisa ser muito ingênuo pra acreditar em mais essa manobra bizarra. 

    E, já que a Globo entrou no embalo da veja, que a Justiça os julgue no mesmo saco que a Veja.

     

  59. Surpreender. Descobrir o que

    Surpreender. Descobrir o que eles esperam de nós e fugir do script. Por exemplo, eles esperam que nós nos desesperemos, que reclamemos, mas que fiquemos só nisso. Mas se tivermos uma reação surpreendente como a de ontem, com os memes da veja, surpreenderemos. Que tal a OAB pedir a suspensão da eleição?

  60. Nassif. ALGUEM PODE MOSTRAR

    Nassif. ALGUEM PODE MOSTRAR ISSO E ESSA IDEIA PARA O PT NACIONAL. ????? A CAMPANHA DA DILMA TEM ADVOGADOS DE PLANTÃO HOJE ??????

     

  61. A Medida Cautelar é o remédio

    A Medida Cautelar é o remédio judicial correto para esse caso. Observem:

     

    p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 120%; }

    Periculum in mora

    (perigo da demora)

    É a probabilidade de dano a uma das partes de futura ou atual ação principal,

    resultante da demora no ajuizamento ou processamento

    o e julgamento desta até

    que seja possível medida definitiva.

    Necessário, portanto, a existência de:

    a)

    perigo iminente (próximo e imediato);

    b)

    perigo fundado (objetivo);

    c)

    dano grave e irreparável (no campo jurídico e econômico patrimonial).

  62. BRAVO, viva, isto sim previne

    BRAVO, viva, isto sim previne o GOLPE já anunciado pela GLOBO. Mas o que houve no Jornal Hoje do lixão jornalístoco da GLOBO que fez exatamente isto agora a tarde? O PT não irá pedir direito de resposta?

  63. SINTO VERGONHA ALHEIA PELO

    SINTO VERGONHA ALHEIA PELO APRESENTADOR DESSE TELEJORNAL,DEVE ESTAR MORRENDO DE MEDO DE PASSAR FOME E ACABA SENDO ANTI ETICO COM ELE E COM TODOS BRASILEIROS

     

  64. É a última etapa da “boçalização” das empresas de midia

    do pais. E do psdb junto. É o fim da linha. Seus donos enlouqueceram totalmente.

    Podem estar incluindo uma fraude das urnas eleitorais. Mas não há como não vazar nada. 

    As falas dos eleitores do Aécio, pelo menos os que escuto nas classes media-alta paulistanas, são de uma imbecilidade “nunca dantes” atingidas. 

    Alias Dilma não soube reagir ontem á afirmação do Aécio, duas vezes governador de MG, que a gestão da água é da alçada federal. A prova definitiva que Aécio não sabe do que fala, e/ou esqueceu de perguntar para o Anastasia que é quem trabalhava no lugar dele.

    Teremos 48 horas terríveis, com todo tipo de boato e fraudes. Mas há quem não compactua com esse lixo.

    Um relato de ontem num supermercado de Sampa: o jovem empacotador goza da cara da moça do caixa com um “fala que você vai votar na Dilma!”. Aí minha mulher fala: “pode falar, vou votar nela também, e não tem nada a ver que só analfabeta vota na Dilma, tenho uma longa lista de diplomas viu”. Sorriso aliviado e agradecido da moça do caixa. E cara de b… do jovem empacotador. 

    Tempos terríveis fruto da fascistização da mídia “brasileira” e do PSDB.

    Mas continuo achando que o TSE, com a presidência do despreparado e traíra Dias Toffoli, vai aprontar a favor dos golpistas, tais como no Paraguai, Honduras etc…

  65. Pessoal, se o Nassif está

    Pessoal, se o Nassif está dizendo isso, jornalista comedido como é, não devemos perder tempo com debates e comentários. Precisamos repassar esta informação ao máximo de amigos  possível e contactar parlamentares do PT e advogados do partido. Simples assim. É medida emergencial. Vamos fazer isso e desarmare esta bomba?

    • Concordo plenamente!

      É exatamente o que comecei a divulgar, apenas li a matéria.

      Divulgar a estratégia do inimígo é a melhor maneira de frustrar seu ataque!

      Divulgando ao máximo está matéria do Nassif, o elemento surpresa da Glbo se esvai e torna explicito o carater golpista.

  66. Alguem ja reparou que fora o

    Alguem ja reparou que fora o aécio, a trupe do PDSB ta sumida da midia nos principais sites da internet. Tão na moita…sera que sabem de algo?

    • o Facebook do PSDB está sem atualização desde ontem

      o Facebook do PSDB está sem atualização desde ontem, ao contrário dos perfis do PT, da Dilma e do Lula, postando conteúdo constantemente. achei isso bem estranho também…

  67. ERAM militantes da

    ERAM militantes da UJS.

    Jovens protestam diante da sede da Veja

    Por Altamiro Borges

    Na noite desta sexta-feira (24), militantes da União da Juventude Socialista (UJS) realizaram uma manifestação pacífica diante da sede da Editora Abril, na capital paulista. O objetivo do ato foi protestar contra a mais nova tentativa golpista da revista Veja, que acusou de forma criminosa e leviana a presidente Dilma e o ex-presidente Lula no caso da Petrobras. Os jovens estenderam uma faixa no portão da empresa – “A Veja mente” -, picaram e jogaram no lixo exemplares do panfleto e, do alto de um caminhão de som, fizeram pronunciamentos contra a farsa montada pela publicação a três dias do segundo turno da eleição presidencial.

    Aos gritos de “Veja, golpista, mentirosa e fascista”, os jovens também conversaram com funcionários da empresa e transeuntes, sendo bem recebidos. Para Renan Alencar, presidente nacional da UJS, o ato foi uma forma de expressar indignação e revolta diante das costumeiras manipulações da Veja. “Essa revista contribuiu, de maneira decisiva, para a eleição de Fernando Collor e deu sustentação política e ideológica para o governo neoliberal de Fernando Henrique Cardoso”. 

    Prisões arbitrárias

    Após o protesto, quando os jovens já se dispersavam, três ativistas foram detidos de forma arbitrária por soldados da PM. O caminhão de som também foi retido. Os jovens foram encaminhados para a 14ª Delegacia de Policia de Pinheiros. Ao telefone, Renan Alencar repudiou as prisões e informou que advogados já estão no local para garantir a integridade física dos ativistas e sua imediata soltura. “A ação da polícia foi absurda. O ato foi pacífico e já tinha terminado. Não existe motivo para esta truculência contra a liberdade de expressão e de manifestação”.

    http://altamiroborges.blogspot.com.br/2014/10/jovens-protestam-diante-da-sede-da-veja.html#more

  68. TSE

    Nassif, diante da liminar do TSE proibendo a propaganda da Veja, isso não caracterizaria, propaganda e seria proibida?

  69. A saída eh ir protestar em
    A saída eh ir protestar em frente a Globo hoje às 20:00.

    Vão fraudar as urnas eletrônicas para dar vitória ao Aécio.

  70. JN de hoje.

    O que o TSE TEM A DIZER? Acusar sem provas para prejudicar Dilma? Tem que ter um jeito. Caso Dilma esteja bem à frente na pesquisa de hoje, acho que a Globo vai ficar quieta…

  71. Aplicativo que permite o cidadão fiscalizar a eleição!

    Gente, estão querendo com isso, impor uma justificativa para fraude eleitoral amanhã! Vamos fiscalizar as Urnas!!! Olha aqui um aplicativo gratuito para que possamos faze-lo:

    http://www.vocefiscal.org/

  72. Aplicativo que permite o cidadão fiscalizar a eleição!

    Gente, estão querendo com isso, impor uma justificativa para fraude eleitoral amanhã! Vamos fiscalizar as Urnas!!! Olha aqui um aplicativo gratuito para que possamos faze-lo:

    http://www.vocefiscal.org/

  73. É verdade,. Vejam o que está

    É verdade,. Vejam o que está escrito:

     

    Página avaliada como foco de ataques!

    A página no site fb.me foi considerada um foco de ataques e foi bloqueada de acordo com as suas preferências de segurança.

    Focos de ataques são páginas que tentam instalar aplicativos que roubam informações pessoais, usam o seu computador para atacar outros ou danificam o seu sistema.

    Algumas destas páginas intencionalmente distribuem software nocivo, mas muitos são comprometidos sem o conhecimento ou permissão de seus responsáveis.
     

  74. INTELECTUAIS JÁ TINHAM DENUNCIADO GOLPE DIA 15
    FOI COLOCADO NUM POST  AQUI JÁ NO SÁBADO AQUI NA CAIXA DE COMENTÁRIOS, UM DOS QUE ASSINAM É O PROFESSOR THEOTONIO DOS SANTOS E POUCOS O LEVARAM EM CONTA.. ANTES TARDE DO QUE NUNCA.         

     

     

    quarta-feira, 15 de outubro de 2014

    Denúncia do Golpe Eleitoral contra a reeleição de Dilma Rousseff no Brasil

     

    Intelectuais e dirigentes de organizações populares fazem denúncia acerca de uma grave ingerência do imperialismo para manipular as eleições em nosso país. Some sua assinatura clicando no link ao final da nota.

     

    Trabalhadores e trabalhadoras brasileiros,

    Estamos diante da mais grave ameaça à nossa jovem democracia, desde o final da ditadura civil-militar na década de 80. Como no período que antecedeu ao Golpe de 1964, podemos observar grandes articulações que, neste momento, confluem para uma manipulação eleitoral antipopular que busca, com a candidatura de Aécio Neves, colocar novamente nosso país sob a administração direta do capitalismo financeiro, mais especificamente do imperialismo norte-americano.

    Os trabalhadores e trabalhadoras de nosso país que, como Tiradentes, acreditam no direito que temos de decidir os rumos de nossas vidas livres de ingerências e intervenções estrangeiras, devem estar alertas e prontos para rechaçar o golpe eleitoral que a direita colocou em execução.

    Que ninguém tenha dúvida, não se trata apenas de enfrentar as oligarquias mais atrasadas e reacionárias, que dominam nosso país desde 1500, mas de resistir às ações do imperialismo que efetivamente dirige diretamente as ações de desestabilização no Brasil.

    As eleições presidenciais de 2014 se converteram em um campo de batalha no qual se uniram para aplicar um Golpe Eleitoral os grandes empresários, os banqueiros, a grande imprensa e outros setores, nos quais as agências de espionagem e desestabilização dos Estados Unidos, como a CIA e a NSA, infiltram-se fortemente nos últimos anos.

    As ações de espionagem contra o Brasil e mais especificamente contra a presidenta Dilma e contra a Petrobras, reveladas no vazamento de documentos da NSA, não eram apenas por concorrência econômica, como muitos afirmam. Essas ações tinham o objetivo de preparar o terreno para impedir a manutenção, em nível federal, de um governo de tendências antineoliberais.

    Fez parte dessas ações a ascensão de Marina Silva à candidata presidencial, visando impedir uma vitória de Dilma já no primeiro turno. O respeitado professor e especialista em relações internacionais, Moniz Bandeira, testemunha direta e viva de diversas manobras da direita, como o Golpe de 1964, em carta aberta ao presidente do PSB, Roberto Amaral, relata ter inclusive enviado um alerta a Eduardo Campos, que deveria se prevenir. Sua experiência lhe dizia que uma ação desse tipo já era esperada e que Marina Silva não aceitaria ser apenas vice de Eduardo.

    Conforme denunciado pelo professor Theotonio dos Santos, Marina Silva, que substituiu Campos como candidata do PSB, objetivamente cumpre o papel de instrumento do imperialismo, articulada, junto a Fernando Henrique Cardoso, no Diálogo Interamericano, instituição fundada em 1982 e que, segundo texto em seu site, reúne “100 ilustres de todo o continente americano, incluindo políticos, empresários, acadêmicos, jornalistas e outros líderes não-governamentais.”  Essa organização existe para atacar as democracias latino-americanas e foi uma das articuladoras dos recentes Golpes de Estado em Honduras e no Paraguai.

    Devido ao rechaço popular às ditaduras que os Estados Unidos instauraram e mantiveram em toda a América Latina, na segunda metade do século 20, as classes dominantes não encontram apoio suficiente, nem na sociedade, nem nas Forças Armadas, para um novo Golpe Militar. Por isso, o imperialismo busca realizar um Golpe Eleitoral através de três frentes: guerra econômica, guerra midiática e  intervenções a partir de suas infiltrações na Policial Federal e em setores do judiciário.

    Guerra Econômica

    No final do ano passado, a presidenta Dilma, em sua mensagem de encerramento de ano disse:

    “Se alguns setores, seja porque motivo for, instilarem desconfiança, especialmente desconfiança injustificada, isso é muito ruim. A guerra psicológica pode inibir investimentos e retardar iniciativas.”

    A guerra psicológica é apenas uma parte de um movimento maior de guerra econômica que deve ser denunciada. Os economistas Passos, Cardoso e Brandes do DIEESE em um texto intitulado “A queda dos investimentos privados na economia brasileira nesse início de 2014”demonstram que uma taxa negativa de investimento de 2,1% no primeiro trimestre de 2014 significa que os grandes capitalistas, principalmente os de São Paulo, abstiveram-se de reinvestir o capital acumulado no ciclo anterior.

    Sem qualquer compromisso com o país, eles transferiram seus investimentos para os títulos da dívida pública dos Estados Unidos na esperança de que um baixo crescimento do PIB rendesse manchetes ruins ao governo e o forçasse a tomar medidas antipopulares em pleno ano eleitoral.

    Não podemos nos esquecer também do efeito da falta d’água em São Paulo, estado governado pelo PSDB de Aécio e Alckmin, que praticamente desacelerou a construção de novos empreendimentos nos últimos meses.

    Outra faceta da aplicação desta Guerra Econômica nestas eleições é a manipulação do mercado através das bolsas de valores, ao sabor da conjuntura eleitoral. As repentinas e acentuadas quedas e recuperações, às vezes em um mesmo dia, de ações de grandes empresas, inclusive estatais, buscam criar fatos políticos que favorecem o candidato do imperialismo, além de operarem uma transferência de recursos das mãos dos pequenos e médios investidores para os grandes especuladores.

    Um dos responsáveis por esses crimes é o megaespeculador George Soros, patrão de Armínio Fraga, indicado por Aécio Neves para assumir o Ministério da Fazenda. George Soros é conhecido por financiar ações de desestabilização em todo o mundo. Recentemente admitiu, sem o menor pudor, sua responsabilidade nos eventos que explodiram na Guerra Civil da Ucrânia, que já vitimou milhares de pessoas, principalmente civis. Soros afirmou em entrevista recente: “Criei uma fundação na Ucrânia antes de que se independizasse da Rússia. E a fundação tem operado desde então e jogou um papel importante nos acontecimentos atuais”.

    Os interesses dos Estados Unidos estão tão bem representados em Armínio Fraga, indicado por Aécio, que o ex-secretário do Tesouro americano Timothy Geithner chegou a indicar seu nome ao presidente Barack Obama para dirigir o FED (Banco Central dos Estados Unidos).

    Recentemente, Armínio Fraga criticou a política de aumento de salário mínimo, que saltou de 86,21 dólares, em 2002, quando Lula assumiu seu primeiro mandato, para 305 dólares em 2014 (valores convertidos do real). Para ele, os salários devem ser arrochados e o orçamento público e os gastos sociais, reduzidos.

    Todos se lembram do que representou o governo de FHC, no qual Armínio Fraga era presidente do Banco Central, para os níveis de salários, emprego e de escolaridade de novo povo.

    Guerra Midiática

    A grande imprensa burguesa, mais destacadamente seu maior representante, as Organizações Globo, repetem sua atuação das vésperas do Golpe de 1964. Martelam o dia inteiro manchetes sobre corrupção e inflação, seguindo exatamente o mesmo script utilizado para derrubar o Presidente João Goulart. Dilma é atacada como Jango foi pelas mesmas 9 famílias que detêm os monopólios de comunicação em nosso país.

    Essa imprensa reacionária demonstrou seu poder ao intervir diretamente, com coberturas descaradas, sobre os eventos de junho do ano passado, convertendo os protestos contra o aumento do preço das passagens em uma nova “Marcha com Deus pela Família e Propriedade”, organizada pelas senhoras ricas contra o governo de Jango 64. Com a constante cobertura e exposição, eles criaram agora o fenômeno dos Black Block, tentando criar um clima de desestabilização, além de introduzirem bandeiras conservadoras entre as pessoas que estavam nas ruas.

    Contudo, esses meios privados foram desmoralizados após o fracasso de sua campanha contra a realização da Copa do Mundo no Brasil, na qual previam um clima de caos total. A organização e a realização da Copa superou outras edições realizadas na Europa. De maneira cínica, esses meios passaram a tentar associar o governo com a derrota no gramado contra a Alemanha.

    A ilustrativa pesquisa realizada pelo Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública, formado por pesquisadores da UERJ, divulgada no site Manchetômetro, demonstra claramente o bombardeio contra Dilma, por conta da desproporcionalidade em matérias negativas.

    Essas ações midiáticas, de eficiência limitada entre a classe trabalhadora, busca deixar a classe média histérica e acaba promovendo uma onda de ódio racial e social. Fernando Henrique Cardoso, líder maior do PSDB, claramente  atiça esse clima ao dizer que os eleitores de Dilma são ignorantes por ela ter vencido no Nordeste.

    As infiltrações no Judiciário e na Polícia Federal

    A terceira grande articulação da tentativa de Golpe Eleitoral em curso envolve setores do Poder Judiciário que, ao aplicarem uma política de “dois pesos e duas medidas”, buscam mudar a correlação de forças entre o PT e o PSDB em nosso país.

    O maior escândalo da história recente desse país, não apenas de corrupção, mas de entreguismo, de traição nacional, foram as privatizações das grandes empresas brasileiras como a Vale do Rio Doce e a Telebras, episódio conhecido como Privataria Tucana.

    Durante o governo Fernando Henrique, todos que exerceram a presidência do Banco Central foram envolvidos em escândalos, alguns foram condenados, mas ninguém foi preso. Gustavo Franco foi responsável pelo PROER, que destinou bilhões para bancos quebrados. Seu sucessor Francisco Lopes ficou famoso por suas íntimas relações com Cacciolla do Banco Makra, que levaram os cofres públicos a um prejuízo bilionário   durante a mega desvalorização do real após a reeleição de FHC. Nomeado em seguida, Armínio Fraga elevou a taxa de juros do país para 45%, transferindo imediatamente bilhões para os banqueiros.

    Enquanto os principais quadros do PT paulista foram presos e tiveram seus direitos políticos caçados, não podendo concorrer às eleições, o Mensalão do PSDB, o original, criado em Minas Gerais, durante o governo de Eduardo Azeredo não foi sequer julgado. Esta foi a origem do valerioduto tucano, esquema de financiamento irregular de campanhas, criado por Marcos Valério, ligado aos tucanos.

    A anulação, por parte de Gilmar Mendes, juiz carnalmente vinculado ao PSDB, da decisão unânime do TSE, por 7 a 0, de conceder direito de resposta ao PT na Revista Veja é apenas  uma demonstração a mais do compromisso de setores do judiciário com o retorno das velhas oligarquias ao poder.

    Com relação às recentes manchetes contra a Petrobras, pautadas a partir de seleções do depoimento de dois bandidos que chegaram à empresa pelas mãos do PSDB, o Conselheiro Nacional do Ministério Público, professor Luiz Moreira, realizou uma grave denúncia contra a“tentativa de interferência na disputa eleitoral (…) Há uma engenharia responsável pelo vazamento que seleciona criteriosamente que partes devem ser divulgadas e o momento adequado para que o vazamento chame mais atenção e cause mais impacto nos eleitores (…) Cria-se a sensação de que estamos num vale-tudo e que o sistema de justiça além de imiscuir-se na disputa eleitoral também não tem compromisso com a ordem jurídica.”

    Sem meias palavras, trata-se de uma tentativa de Golpe Eleitoral que se utiliza de uma cobertura de pseudolegalidade similar à utilizada no Golpe que removeu Fernando Lugo da presidência do Paraguai.

    As intervenções do imperialismo têm como objetivo impedir o surgimento de um mundo multipolar

    Mas, a mais contundente prova das ações de desestabilização que estão em curso, que não pode deixar nem os mais incautos tranquilos é a própria ação do imperialismo pelo mundo. Estamos indo às urnas em meio a diversas guerras que sangram todos os cantos do planeta.

    Quem conhece história e acompanha a intensificação dos conflitos em todo o mundo, não pode deixar de relacionar essas eleições com a conjuntura internacional.

    A Crise do Capital e seus desdobramentos, após sua contundente manifestação em outubro de 2008, voltou a colocar em xeque o mundo unipolar que surgiu após a Guerra Fria. A perda de influência dos Estados Unidos se acentuou em todo o mundo e propiciou o surgimento de diversos blocos contra-hegemônicos, como a CELAC e os BRICS, que apontam para uma nova geopolítica e para um mundo multipolar.

    Quando Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, os BRICS, reuniram-se em Fortaleza com os 33 países latino-americanos e caribenhos que formam a CELAC, logo após a Copa do Mundo, e adotaram medidas concretas contra a hegemonia norte-americana, como a criação de um banco internacional, os Estados Unidos decidiram intensificar suas ações para minar essa aliança.

    A lista de ações desse tipo do Imperialismo é gigantesca. Somente nos últimos anos, durante o governo Obama, podemos destacar, longe de citar todos os casos:

    Afeganistão: ocupação militar e desestabilização; América Latina: Criação da Aliança para o Pacífico para confrontar o Mercosul;Argentina: ação dos fundos abutres e pressão do Clarin; Bahrein: repressão contra os xiitas; Bielorrússia: manifestações contra Lukashenko; Bolívia: Bloqueio do avião de Evo Morales; Brasil: ações fascistas durante junho de 2013; China: estímulo ao separatismo;Coreia do Norte: constantes provocações e ameaças militares; Costa do Marfim: golpe de Estado contra o presidente Laurent Gbagbo;Cuba: bloqueio, desestabilização e criação da rede social Zunzuneo; Egito: “Primavera Árabe”, condução ao poder e depois derrubada da Irmandade Muçulmana; Equador: tentativa de golpe contra Correa; El Salvador: introdução de armas ilegais que caem nas mãos dos grupos de extermínio causadores da violência no país; Rússia: grupos terroristas do Cáucaso; Haiti: indicação do presidente Martelly anos após golpe de Estado; Honduras: Golpe de Estado contra Zelaya; Hong Kong: Occupy central para atingir a China; Iêmen: constantes ataques de drones; Irã: desestabilização, assassinato de cientistas e bloqueio; Iraque: ocupação militar e criação do Estado Islâmico; Líbia: bombardeios, financiamento de mercenário e assassinato de Gadaffi; Mali: guerra civil após desestabilização da Líbia; Palestina: financiamento e armamento do estado racista de Israel; Paquistão: desestabilização e constantes ataques de drones; Paraguai: Golpe de estado contra o presidente Lugo; Quirguistão: Insuflação de conflitos étnicos e divisão do país para manter a Base Aérea de Manas; Síria: criação do Estado Islâmico e guerra civil no país; Somália: desestabilização através de radicais mercenários; Sudão: separatismo e criação Sudão do Sul para repartir petróleo; Tunísia: “Primavera Árabe”; Ucrânia: Golpe e chegada ao poder de grupos nazistas; Uganda e Quênia: caso “Kony” e militarização da região; Tailândia: Golpe de Estado; União Europeia: desestabilização do euro; Venezuela: tentativa de golpes com o não reconhecimento das eleições e sabatogens econômicas.

    Resistir à direita, é, nesta conjuntura eleitoral, ser revolucionário

    Neste momento um retrocesso tático (processo eleitoral brasileiro) pode significar um retrocesso estratégico em todo o continente latino-americano, ao aumentar a pressão do imperialismo que busca destruir os processos de mudanças e as conquistas obtidas pelos povos das regiões. O sonho do imperialismo é  utilizar nosso país como plataforma de agressão contra os nossos vizinhos.

    Não existe porque hesitar em defender a candidatura de Dilma Roussef à reeleição como presidenta do Brasil. Isolar os setores mais reacionário das oligarquias, impedindo-os de chegarem ao governo é a batalha dos próximos dias.

    Além da postura altiva em defesa da soberania nacional frente às agressões imperialistas, o governo Dilma manteve no plano interno, mesmo com limitações visíveis, a defesa do emprego, a valorização do salário mínimo e a elevação dos investimentos em educação (o acesso ao ensino superior dobrou em 12 anos) e saúde (Mais Médicos), entre outras medidas. Sabe-se que, por mais importantes que sejam, essas medidas não resolveram problemas estruturais, mas contra isso se insuflam as oligarquias reacionárias, como em 1964. Ontem, como hoje,  não aceitam nenhuma reforma que altere sua lógica de acumulação. 

    Chamar o voto nulo dizendo não haver  diferenças entre os projetos em disputa, é, ao mesmo tempo, uma leitura reducionista e anti dialética da nossa realidade e a perda do bom senso contrariando a visão de todos os dirigentes dos países latino-americanos que passaram por processos revolucionários, e que torcem pela reeleição de Dilma. É uma demonstração da falta de acuidade de análise geopolítica daqueles que  nunca entenderam porque sofremos a derrota do Golpe de 1964.

    Como disse Simón Bolívar, Libertador da América Latina, “Os Estados Unidos parecem destinados pela providência a infestar a América com misérias em nome da Liberdade”. Caberá ao povo brasileiro, junto às suas lideranças consequentes, frustrar os planos daqueles que querem destruir o Brasil, pátria mãe de nossos filhos e filhas.

    Reeleger Dilma é defender o Brasil e a América Latina da intervenção direta do imperialismo norte-americano! Aluisio Pampolha Bevilaqua, editor chefe do Jornal Inverta

    Ana Alice Pereira, diretora do CEPPES

    Andre Laino, Professor da UENF

    Antonio Cícero Cassiano Sousa, diretor do CEPPES

    Gaudêncio Frigotto, professor da UERJ

    Georgina de Queiroz dos Santos, professora da UNISUAM

    Gilberto Palmares, deputado estadual PT/RJ

    Hildemar Luiz Rech, professor da FACED-UFC

    Lincoln de Abreu Penna, presidente do MODECON e professor da UFRJ

    Marly de Almeida Gomes Vianna, UNIVERSO, RJ

    Nicolino Trompieri Filho, professor da UFC

    Paulo Ramos, deputado estadual pelo PSOL/RJ

    Sandra Regina Pinto Santos, diretora geral do ISERJ

    Sérgio Sant’Anna, professor da UCM

    Theotonio dos Santos, professor da UERJ, presidente do CEPPES e da REGGEN

    Zacarias Gama, professor da UERJ

     

  75. Crime eleitoral

    Cabe ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tomar uma atitude firme quanto ao episódio. Caso não o faça, estará tirando a legitimidade do pleito e aprofundando o ódio que seguirá após as eleições.

  76. Ela tem que fazer um

    Ela tem que fazer um pronunciamente em cadeia nacional e denunciar isso tudo, de uma vez. Na hora da novela fica dez minutos denunciando o golpe e mostrando como os grupos de comunicação agem em todas as eleições ( tem que puxar tudo, sequestro do Abílio Diniz, pauta de julgamentos políticos coincidindo com eleições, edição de debates ) sempre com a participação do MP e Judiciário.

  77. PARA BARRAR O GOLPE: CONVOCAR A IMPRENSA INTERNACIONAL

    PARA BARRAR O GOLPE: CONVOCAR A IMPRENSA INTERNACIONAL

    Sigam o exemplo de Leonel Brizola na tentativa do golpe da GLOBO-PROCONSULT, e denunciem para a imprensa internacional o golpe em andamento contra a democracia brasileira.. Joguem luz sobre a direita golpista com sede no Brasil.

    Gravem vídeos de Dilma e Lula, denunciando o golpe em andamento contra a democracia brasileira..

    Esqueçam o pusilânime Toffoli (TSE), sem autoridade moral e submisso ao Chicaneiro-Geral da República Gilmar Mendes.

    Peçam direito de resposta ao Chefe do Poder Judiciário, o Presidente do STF ministro Ricardo Lewandowsky.

     

  78. Alleged ou alegado em Português

    Nunca em nenhuma tv daqui do Canadá se isso fosse noticiado, diriam que foram petistas que fizeram isso. Eles diriam ”alleged persons”, isto por que qualquer denúncia dessas tem que ser provada. Usa-se o termo ”alleged”, não precisa ter provas, mas também não pode-se dizer que foram petistas que fizeram isso. Então todas as notícias aqui, no Canadá, são assim, por exemplo: The alleged gunman shot dead a civilian today. Não tem nomes, não tem nada que possa identificar (a não ser no caso dele já ter sido pego)… É a justiça que decide isso!

      • Como mudar isso

        Fiz este comentário porque acho que isso resolveria tudo. A imprensa pode continuar fazendo acusaçÕes sem ter que provar nada, e quem está sendo acusado não tem a sua reputação difamada. Aqui no Canadá, é inocente até que se prove o contrário, e as vítimas são muito bem protegidas (sempre tem as exceções e as pessoas que sabem burlar o sistema). Nem de longe o sistema aqui é perfeito, que fique claro!
        Gostaria que a Dilma pudesse tomar providência para mudar esta coisa no Brasil. Precisamos de algo parecido com urgência. Hoje briguei com amigos no Facebook que estavam espalhando esta história da pichação. Falei que as câmeras deveriam ter pego tudo, que os seguranças deveriam ter visto algo, e que mesmo os caras que fizeram isso, se alguém fez mesmo (se não foi a própria Veja), estivessem vestidos de camisa do PT e bandeiras do PT, isto não quer dizer que quem fez isso foi o PT. Aqui seria um processo de ganho muito fácil para o PT.

  79. E… Osmarina me assusta!

    Como alguns podem lembrar, por várias vezes em finais de comentários eu colocava essa frase:  OSMARINA ME ASUUSTA!   Lendo agora o artigo de Eduardo Guimarães, em seu Blog, vejo que caberia essa frase. Minha intuição estava correta. Há uma cobra em toda a situação atual. E é evidente que por detrás da cobra, há um predador maior. Seria o Grande Irmão?   Concordo com Nassif! O governo hoje à noite tem que tomar providências!  Estão nos levando ao caos num golpe muito bem articulado por profissionais do mal!!!!!   Socorro!  

    • O artigo de Eduardo Guimarães.

      “Segundo governo de Dilma será muito mais de esquerda que o primeiro”.   Ao escrever este título agora, lembrei-me de uma querida colega da Bahia, Marcia, que cansou de mencionar a necessidade de uma governo mais à esquerda, há pelo menos quase dois anoa atrás.  

    • A Osmarina é assustadora,

      A Osmarina é assustadora, sim.

      Nunca nos ocorreu questionar o motivo de tanta bajulação internacional pra tão poucos feitos. Embarcamos na lenda. E o resultado tá aí. Acertou quanto ao predador maior.

      Torço pra que Deus não dê asas para outra cobra que já expeliu seu veneno em PE.

      • E por falar em PE, li há

        E por falar em PE, li há pouco no 247/PE que a Marília Arraes, prima do Eduardo Campos e apoiadora da Dilma desde a primeira hora, está sendo alvo de campanha negativa. Muros pichados com a inscrição “Marília traidora”. O mesmo tipo de ação usada contra o PT e a Dilma logo após a tragédia.

  80.  
    Não há censura prévia no

     

    Não há censura prévia no Brasil, mas há prisão em flagrante.

    A direção do PT precisa manter um plantão de advogados criminalistas para eventuais prisões em flagrante por crime eleitoral.

    • Pois é, Sorano, o único

      Pois é, Sorano, o único problema é que contra grupos de comunicação não se pode aplicar a lei sem que haja acusação de atentado a liberdade de imprensa. Imagine Wiilian Bonner sendo preso em cadeia nacional a menos de 24h do início da votação. É tudo o que eles precisam para passar o resto da noite e o domingo inteiro acusando a ditadura do PT de tantar calar a Imprensa e bla bla bla

  81. APELO ANTI-GOLPE

    Apelo aos “nulos”, “brancos e “indecisos”, mais, ou menos, esclarecidos: há um golpe em curso, um golpe da mídia. Nenhuma novidade, o mesmo se tentou em 2006 (“aloprados”), em 2010 (“mensalão” e “Erenice”), em 1954 em…Desde sempre, na história deste país de democracia frágil. Frágil, também, por conta do encastelamento dos contestadores do status quo quando chegam ao poder. No caso do PT, o acovardamento ao não enfrentar a mídia, o grande capital em desfavor de indígenas, das rádios comunitárias, do ensino superior público – que desastre a carreira imposta para professores universitários iniciantes – , em buscar alianças espúrias à direita, ao silêncio cúmplice de quem se manteve à esquerda dentro do mesmo partido…
    Motivos os há de sobra para o desencanto. 
    Ocorre que a hora do espanto e do protesto passou, e passou bem. Que Dilma escute e interprete os “porques” de não ter obtidos tantos votos que, como o meu, agora são para ela. Foi o primeiro turno, no qual milhões de nosotros votamos nulo para presidente – eu votei tão somente em deputado estadual, para João Alfredo, PSOL por tê-lo como pessoa séria, e em federal, para José Aírton,PT, por tê-lo como amigo, criticam-e como queiram.
    Há um golpe em curso, e agora, não votar em Dilma, é compactuar com ele”. Tulio Muniz, jornaslista, historiador (graduação e mestrado pela UFC) e sociologo (CES/Un. de Coimbra). Professor da Unilab.

  82. Certeza, Nassif ? Por que

    Certeza, Nassif ? Por que será que já não deram ontem ? 

    De qualquer forma temos que aguardar o tom da reportagem, podem dar de maneira imparcial, ouvindo os dois lados. 

    Mas mesmo se foram totalmente parciais todos aqui poderemos aguardar sentados o PT fazer isso que voce sugere…, Nâo farão nunca. 

    O Lauro Jardim acaba de antecipar o IBOPE de daqui a pouco, diz que estará igual ao de quinta feira.

    • “podem dar de maneira

      “podem dar de maneira imparcial, ouvindo os dois lados.”

      HAHAHAHA

       

      Ouvir os dois lados? Cara, você mora no Brasil mesmo?

      Não deram ontem pq hj é a melhor oportunidade… Direito de resposta só a partir de segunda-feira…

  83. CRIME ELEITORAL

    KLEBER MACHADO ACABA DE ANUNCIAR BOLETIM ESPECIAL ÀS 18:30H COM BOLETIM ESPECIAL(ESTRANHISSIMO), COM A DIVULGAÇÃO DAS ULTIMAS PESQUISAS. UM GOLPE IMINENTE SE AVISINHA. ACORDA PT….desculpe pelas garrfais!!!

    • Hum… Nesse ponto não

      Hum… Nesse ponto não acredito… Parece que DILMA 13 vai continuar na frente… Assim estão dizendo.

  84. Depende da pesquisa

    Acho que isso vai depender das pesquisas…. se vierem com antes (mesmo manipuladas) eles não vão mexer com isso. Se eles acharem que o aecim tem chances, vão vir com tudo.

  85. antecipando o golpe

    Ja que o TSE nao vai dar direito algum de resposta logo apos o JN, creio que, preventivamente, deveriamos reunir uma multidao de algumas milhares de pessoas em frente da globo a partir desta tarde para ver se eles terao coragem de dar o golpe. Vamos para a frente da globo. Como contactamos o pessoal no Rio, Brasilia, sao Paulo, Fortaleza, Recife, Salvador, Belem, BH, e demais capitais?

  86. Eu não tô entendendo como vai

    Eu não tô entendendo como vai ser possível, o JN veicular uma matéria que foi considerada pelo TSE como propaganda eleitoral. Ninguém pode fazer propaganda eleitoral, hoje. As eleições são amanhã. Não é censura prévia; a lai determina que ninguém pode veicular propaganda eleitoral nesse período e o TSE já declarou que essa matéria é propaganda eleitoral. O que acontece com qq um que é flagrado desumprindo a lei eleitoral; fazendo boca de urna, por exemplo? Vai PRESO…

  87. 1-Simples não permitir que

    1-Simples não permitir que organizações criminosas entrem no governo e no estado.

    2-Não permitir que a corrupção seja endêmica no governo.

    3- Não ser corrupto.

    4- Condenar publicamente a corrupção especialmente do seu partido.

    Claro que nada disso vai acontecer, a corrupção é um ato “revolucionário” para o PT , e a subversão do sistema.

      • O Petrolão desmete sua tese,

        O Petrolão desmete sua tese, 12 anos no poder no minimo vista grossa e no máximo participação direta.

        • Não é uma tese

          Ele não aprestou uma tese, apresentou FATOS concretos.

          O PT combate a corrupção e o PSDB não combate.

          O trensalão é uma entre milhares de provas materiais e fatos inegáveis que corroboram essa afirmação, os DADOS CONCRETOS apresentados pelo missivista somam-se aos demais.