Em carta à Globo, PT questiona critério que exclui Padilha da cobertura diária

Jornal GGN – O PT de São Paulo, presidido por Emídio de Souza, ainda aguarda uma resposta da Rede Globo a respeito da carta enviada à emissora no final de semana, questionando a exclusão do candidato Alexandre Padilha da cobertura diária no Estado.

Na semana passada, o PT ficou sabendo que a Globo, este ano, estabeleceu que só vai acompanhar diariamente a agenda do postulante que obteve mais de 6% das intenções de votos nas últimas pesquisas Ibope e Datafolha. Padilha obteve 5% na sondagem de julho.

O critério em São Paulo, de acordo com a empresa da família Marinho, é o mesmo empregado na cobertura presidencial. Mas, no plano federal, os três principais candidatos são alvos da emissora diariamente, enquanto em São Paulo, apenas Geraldo Alckmin (PSDB) e Paulo Skaf (PMDB) são evidenciados.

Na carta encaminhada na última sexta-feira (8), Emídio, que também coordena a campanha de Padilha, ressaltou que a margem de erro das pesquisas variam entre 2 e 3 pontos para mais ou para menos. Assim, pode ser que Padilha seja preferência de até 8% do eleitorado paulista e esteja, portanto, dentro dos critérios da emissora.

“Diante disso, solicito a essa emissora que reavalie sua posição, visto que tais critérios podem incorrer em injustiça com o candidato em questão, bem como prejudicar o processo democrático da eleição e o direito assegurado aos cidadãos pela Constituição de garantia de informações de forma transparente e igualitária”, disse Emídio.

Ainda de acordo com a assessoria do petista, o PT aguarda a resposta da Globo para avaliar se entrará com uma medida judicial em busca de isonomia entre os principais candidatos em São Paulo.

Leia também:  Governo Covas estuda repassar hospitais para gestão de organizações sociais

 

Leia a carta completa:

PT – PARTIDOS DOS TRABALHADORES

Caros senhores, boa tarde.

Foi com surpresa e perplexidade que recebi informações sobre as regras para a cobertura jornalística das eleições 2014 da Rede Globo no Estado de São Paulo, que irá retirar do noticiário diário a cobertura das atividades e da campanha de Alexandre Padilha (PT-SP).

Ciente de que a emissora obedece critérios de isonomia e oferece oportunidade para a participação de todos os candidatos, em sintonia com o processo democrático e que deve ser sempre celebrado, me posiciono fortemente contra as regras enviadas, pois avalio que as mesmas vão de encontro à premissa apresentada.

Primeiramente por saber do poder de comunicação da emissora e do impacto que a retirada das atividades e das propostas do Alexandre Padilha do noticiário diário podem provocar junto aos eleitores, que como revelam pesquisas de intenção de votos, querem mudanças e necessitam de informações para fazer suas escolhas.

Em seguida, por propor a reflexão de que se não houve por parte do STF a criação da cláusula de barreira, não cabe a um veículo de comunicação definir critérios tão intangíveis para impedir que a televisão leve aos eleitores paulistas informações relevantes para o Estado e para as eleições, como as propostas dos postulantes.

Solicito ainda que a direção avalie que, em se levando em consideração os critérios dos institutos de pesquisa, que esclarecem a cada pesquisa que existe uma margem de erro em suas medições de 2 a 3 pontos para mais ou para menos, o candidato Alexandre Padilha pode ter registro de intenções e voto da ordem de até 8%.

Diante disso, solicito a essa emissora que reavalie sua posição, visto que tais critérios podem incorrer em injustiça com o candidato em questão, bem como prejudicar o processo democrático da eleição e o direito assegurado aos cidadãos pela Constituição de garantia de informações de forma transparente e igualitária.

Ciente de sua compreensão, reitero meus votos de estima e aguardo manifestação sobre o tema.

Emidio de Souza, presidente estadual PT-SP

34 comentários

    • Concordo Jorge, Padilha tem

      Concordo Jorge, Padilha tem sido um dos nomes mais marginalizados na Globo, até falta de maca estão “descobrindo” pra manchar sua reputação no JN.

      Essa conversa de republicanismo, pra mim, ou é medo desse câncer ou mesmo algum acordo escuso entre o PT e essas figuras nefastas da mídia.

  1. Grana!!!

    Para Globo se Alckmin ganhar as eleição, mesmo faltando agua em São Paulo, e se depois faltar, tá se lixando!!! A família Marinho mora no Rio de Janeiro e não vai deixar de tomar banho. Para eles, o que não pode faltar é a grana das publicidades que São Paulo lhe fornece.

  2. Vai subir, passar dos 6%,

    Vai subir, passar dos 6%, chegar a 20%, 30%, levar a eleição ao segundo onde ele ou Skaff (Blargh!) mandaram geraldinho de volta a Pindamonhagaba. Mas, até aí, tudo bem pra ele: arrumam-lhe uma boquinha em alguma secretária de alguma prefeitura comandada por tucano.

  3. A globo j e o PT…

    A Globo já sabe com quem lida.

    O PT no poder sempre se comportou com muita humildade, até  e nunca toma uma atitude mais dura, mais corajosa.

    A Globo já sabe com quem lida e disse eles não reagem, no máximo vão escrever uma cartinha educada pedindo explicaçaões.

    Tenham coragem e suspendam a participação do seu candidato quando estiver a frente nas pesquisas 2 dias antes e eles entenderão melhior.

  4. Petistas bundões.  Não era

    Petistas bundões.  Não era para haver nem esse tipo de questionamento que mais se assemelha a um gesto servil, uma súplica que é uma afronta ao equilíbrio que deve haver na cobertura das eleições. O PT e esses bundas-moles, inclusive o tal de Emídio deveriam era ir a justiça eleiroral. Ou essa organização criminosa que está em conluio com os outros meios para fraudarem as eleições que se avizinham com esse tipo e outros procedimentos que manipulam a opinião pública, favorecendo claramente o candidato de oposição, pode agir além do permitido em lei? Se puder, então o Estado são eles.

    • Mas mas mas mas mas mas

      Mas mas mas mas mas mas mas…

      Eu quero eh que Sao Paulo va se foder com sua direitalha “global”.

      O Brasil inteiro vai ganhar na loteria.  Prometo.

  5. Este povo é bandido

    O manchetometro mostra de maneira cabal que estes bandidos não fazem jornalismo. Fazem negociata vendendo promoções àqueles que lhes interessa, àqueles que ela controla, àqueles que lhe dá verbas “publicitárias”. O manchetometro é prova concreta de trabalho bandido que estes bandidos, travestidos de jornalistas e sob a cegueira do mp e do tse, muto estanha, fazem.

    Há ainda alguma dúvida?

    Quando vão tirar a concessão do que seria para orgãos de imprensa e definitivamrente não é. Bandidos agindo em forma de quadrilha, usurpando votos e a escolha dos melhores.

    TSE, a globo trabalha contra a democracia, contra a lisura das eleições, alguma dúvida? Impõe sua vontade e seleciona e falseia notícias para manipula-las, com fins nada democráticos, não vê? MP, o pig funciona nos moldes de quadrilha, na bandidagem, com objetivos obscuros e anti-democráticos, não vê? A globo já pagou o imposto sonegado ou vai fazer vencer quem não lhes cobrará?

    O manchetometro desmascara qualquer coisa, é conclusivo.

  6. Obrigar (ou querer que) meios

    Obrigar (ou querer que) meios de comunicação a divulgar quem não tem nada dizer, por desimportância, combina bem com fascismo.

    • Não porque não tenha nada a

      Não porque não tenha nada a dizer!

      Porque assumir São Paulo é uma Bucha!

      Haddad é testemunha!

      “Tucanistão” é bem apropriado!

      Em breve, a rica interior paulista vai querer se desligar da pobre capital!

  7. Eu acho é pouco

    Não vejo novidade em tal ato por parte da organizações criminosa de comunicações. 

    Eu só tenho um recado para a Dilma, o Lula e o PT (bando de frouxos): continuem dando dinheiro para o PIG por meio de propagandas oficias. E com toda certeza o xuxu de picolé vai ganhar de novo em SP e a Dilma corre o risco de perder. Para béns bando de frouxos.

  8. Historicamente o PT teria

    Historicamente o PT teria 30%!

    Os Data-PIG atribuiu 5% e ai eles criaram uma regra que em seu artigo 345 inciso 123, proclama…

    £ – Não serão considerados os candidados do PT que tenham alcançado a média 5% auferidas pelos Data-PIG, caso haja reclamação, estas dúvidas serão dirimidas pelos integrantes do CAMAROTE DO ITAÚ!

    O PT precisa apenas deixar marcado, tornar ISSO PÚBLICO, GRITAR E ESPERNEAR…

    O Povo que tudo vê fará o resto…

  9. Vamos assistir o JN de quarta-feira,13/08, com a Dilma?

    Candidatos à presidência serão entrevistados esta semana pelo Bonner e a Patrícia Poeta.

    A entrevista será no horário do JN e a Dilma será entrevistada na próxima quarta-feira, 13 de agosto, no Palácio do Planalto. Para quem não se lembra, o JN começa às 8:30.

    E para quem também não se lembra, veja de que maneira grosseira a Dilma foi tratada pelo Bonner e a Fátima Bernardes no JN em 2010, assistindo a este vídeo: http://youtu.be/_cKmTkntjJg

    Como será quarta-feira? Vamos assistir o JN para ver como vão se comportar os entrevistadores, vamos?

     

     

    • Globo trambiqueira

      O Padilha teria 5% e  foi excluído. O Pastor Everaldo tem  entre 1 e 3% e serã entrevistado. Durante 15 minutos, eh a Globo fazendo das tripas coraçào para provocar segundo turno  para presidente e querendo evitar segundo turno  contra Alckmin

    • Perfeito.

      O choro é livre. Se a Dilma perder eu vou dar muita risada enquanto ela e o PT vão ficar só no choro. As vezes penso que tudo isso é um jogo de cartas marcadas, pois a Dilma está pedindo para perder. São vários erros desde a época do Lula porque ele sempre subestimou o PIG. Infelizmente errei ao pensar que o Lula e a Dilma fossem mais inteligentes.

      • Soberba

        Seu comentário, Franbeze, é típico de quem se acha o inteligente entre os inteligentes. Ao mesmo tempo demonstra pobreza de espírito e a insegurança dos que precisam diminuir os outros para se sentir superior. Contradições da personalidade.  

  10. Duvido, mas duvido mesmo de

    Duvido, mas duvido mesmo de que o Padilha tenha só 5% em SP. Desses tucanos e imprensa emplumada pode se esperar qualquer coisa, principalmente, armadilhas em pesquisas.

  11. medo !
    Os tucanos não

    medo !

    Os tucanos não ganharão as eleições federais e correm sério risco de perderem MG e SP.

    E o quem salvará a Rede Roubo?

  12. Ou dá ou desce

    O “problema de comunicação” do Padilha é o mesmo do Haddad: a extorsão e a chantagem da mífia, ou mádia. mistura de máfia com mídia.

    Ou dá, ou desce…

    Quem mandou não denunciar  o crime da  bolinha de papel? Agora eles acham que podem tudo… e podem mesmo!

     

    Do Diário do Centro do Mundo
     

    Alguém acha que Haddad vai resolver seu problema de comunicação com mais comunicação?

    Vão se acumulando as críticas à capacidade de “comunicação” do prefeito Fernando Haddad, de São Paulo, desde que ele começou a implantar seu programa de governo aprovado nas urnas.

    O plano diretor da cidade traz coisas como maior oferta de habitação popular, aproximação de emprego e moradia, estímulo ao uso de bicicletas e transportes coletivos, apoio aos catadores e aumento da reciclagem de lixo sólido, por exemplo.

    A última que li foi no Brasil Post, uma associação do Huffington Post americano com a Editora Abril.

    A solução mais frequente apontada para os problemas de comunicação dos governos é sempre mais comunicação. Até parece ação orquestrada por… alguma empresa de comunicação.

    Tem muita gente que acredita nisso, incluídos muitos petistas. Essa teria sido, essencialmente, a maior causa do escândalo do mensalão, outro grande problema, ou melhor, produto de comunicação.

    Acredita em qualquer coisa quem acredita que investimentos e estratégias de comunicação e marketing podem arrefecer o bombardeio de frequência palestina e intensidade israelense promovido pela imprensa brasileira contra os governos petistas.

    Há uma guerra da comunicação no Brasil e no mundo atualmente, mas até na guerra existem leis. É proibido usar armas químicas e matar civis, por exemplo. No Brasil, a guerra da comunicação não tem lei.

    Mario Covas também acreditava que os jornais não falavam tão bem de seu governo quanto deviam. É natural: político que é político tem que ser narcisista. Senão, não funciona. Como é que o cara vai dizer que é máximo, se nem ele acredita?

    A oposição da imprensa não é novidade, nem privilégio ou exclusividade do PT. Perguntem a Fernando Collor de Mello – recentemente absolvido das acusações da imprensa que o levaram à destituição do cargo – se ele não concorda.

    Você sabia que, para resolver o problema, Covas mandou a Imprensa Oficial – a gráfica e editora que produzem o Diário Oficial do Estado – fazer uma brochura chamada … Você Sabia?

    Pois é, ele mandou a empresa de comunicação do estado que dirigia enfrentar as tropas inimigas e contratou a Abril – dona de um sofisticado esquema de distribuição de revistas e detentora de um cadastro gigante de assinantes – para entregar a revistinha na porta
    da casa de todo mundo.

    Deu pra perceber? Não? Eu explico melhor.

    Para informar aos cidadãos que o elegeram as realizações que ele achava que a imprensa não reconhecia nem divulgava, o governador tucano mais popular que São Paulo já teve precisou pagar pelo socorro da imprensa que o perseguia.

    Para se defender dos ataques, o governo precisa “investir em comunicação”. E adivinha no bolso de quem vai parar esse “investimento” e quem paga por ele.

    Isso mesmo: você.

    Para desmentir ou neutralizar uma imprensa que age em grupo – você já reparou que os jornais tem todos a mesma opinião e publicam até manchetes idênticas – os governos são obrigados a manter um exército de funcionários e toda uma estrutura dedicada exclusivamente a produzir “o outro lado” que ela não publica.

    Ou, então, se quiser que ela o apoie incondicionalmente, encher suas páginas de anúncios pagos a preços acima do cobrado dos demais anunciantes, comprar assinaturas para colocar nas escolas e bibliotecas públicas onde faltam livros ou oferecer-lhes financiamentos em condições de pais pra filho.

    Seja como for, é sempre o governo quem paga a conta. E paga duas vezes: para produzir a sua própria informação e para garantir sua publicação com anúncios.

    Os filmes sobre Elliot Ness tornaram famosa a “taxa de proteção” que a máfia de Nova York cobrava para não roubar e matar os comerciantes.

    Alguém acha que Haddad pode se defender dela com … mais “comunicação”?

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/alguem-acha-que-haddad-vai-resolver-seu-problema-de-comunicacao-com-mais-comunicacao/

     

  13. O Critério é o mesmo… pena

    O Critério é o mesmo… pena que o Padilha não consegue ter nem mesmo o desempenho sofrível do Eduardo Campos, senão apareceria. Ele tá mais pra um Pastor Everaldo da eleição paulista… paciência.

  14. Se o candidato do PT tivesse

    Se o candidato do PT tivesse 6% falariam que só aceitariam se tivesse 7, essa emissora faz de tudo para conmstranger o PT, quando o Zé serra estava liderando a pesquisa nem fizeram debates mas quando ele estava atrás fiozweram um debate que o Lula não efoi e para constranger colocaram uma cadeira vazia, fato até então inedito; a atitude deles sempre foi essa, contra os governos trabalhistas, espantoso é que uma concessão faça o ogverno de gato e sapato, por que não votam uma lei proibindo tal ato e que todos os candidatos tenham o mesmo tempo de cobertura? Nossa parlamentares tambem são em sua maioria de uma perfumaria sem tamanho.

    • Comecemos do começo então

      Comecemos do começo então discutindo a condenação e morte na fogueira do grande humanista italiano Giordano Bruno

  15. GLOBO

    Caro Nassif,

    Espero que com a reeleição de Dilma , ela promova uma LEI DAS MIDIAS em seu primeiro ato, para acabar com estes desmandos da globo a partir de 2015. VAMOS PADILHAR POUA SÃO PAULO MELHOR.FORAGLOBO, PSDB E ALCKMIN.

  16. Esse pessoal do pt e uma
    Esse pessoal do pt e uma graça mesmo. Eles realmente esperam, esperam, meu deuas, que essa turma da globo faça jornalismo decente sem que seja algum tipo de campanha comercial, política ou ideológica. Não surpreende mais, mas que impressiona, impressiona.

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome