Governo do Paraná pode repetir farsa do Riocentro contra o PT, por Ricardo Amaral

por Ricardo Amaral

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná não tem a menor condição de conduzir um inquérito isento sobre o atentado a tiros contra a caravana do ex-presidente Lula na rodovia entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul,  na noite da terça-feira, 27. Há fortes indícios de que se caminha para a construção de uma farsa semelhante ao inquérito do Ricocentro.

A primeira reação da Secretaria, tão logo o atentado foi denunciado à imprensa e pelas redes sociais, foi divulgar uma nota oficial escandalosamente mentirosa. Afirmava que Lula teria feito o percurso de helicóptero e que o PT não havia solicitado escolta para caravana.

https://www.youtube.com/watch?v=ZtC5yx2duhU align:leftA primeira mentira foi prontamente derrubada pelo testemunho dos jornalistas (inclusive os da imprensa empresarial) que viram Lula embarcar em um dos ônibus da comitiva em Quedas do Iguaçu e desembarcar no campus da UFFS em Laranjeiras do Sul. E no dia seguinte, pela divulgação do vídeo do desembarque, mostrando Lula sendo recebido, na porta do ônibus, pelo reitor Jaime Giollo.

A segunda mentira foi desmentida pela divulgação do ofício do PT do Paraná, com data de 28 de fevereiro, solicitando segurança para a caravana e informando detalhadamente ao comando da Polícia Militar do Paraná todo o trajeto da caravana no estado, rodovia por rodovia.

Depois que um perito confirmou que as marcas nas laterais e vidros dos ônibus eram de balas, redes sociais da direita e da polícia do Paraná espalharam a versão de que os tiros teriam sido disparados quando os ônibus estavam parados, o que contradiz todos os depoimentos, inclusive o relatório da Polícia Rodoviária Federal.

E numa quarta mentira, a Secretaria de Segurança divulgou que a caravana teria mudado o percurso sem avisar as autoridades, o que se desmente pelos testemunhos e pelos vídeos. O deslocamento do ex-presidente no comboio ocorreu conforme o que foi informado em ofício ao comando da Polícia Militar do Paraná, em duas rodovias, uma delas estadual.

O fato é que, em 15 estados percorridos pela caravana Lula Pelo Brasil, desde agosto passado, a Secretaria de Segurança do Paraná foi a única que não forneceu escolta policial nas rodovias desde a entrada da caravana no estado. Foi negligente e omissa diante das agressões à caravana. A única exceção foi a contenção de milícias que atacaram a comitiva em Foz do Iguaçu, no dia 26.

Na manhã do atentado, quando se planejava um deslocamento de Lula em helicóptero, desde Foz do Iguaçu até Quedas do Iguaçu, o coronel Washington Lee Abe proibiu o pouso no Quartel da PM, local normalmente utilizado para este fim. Lula teve de se deslocar de avião até o aeroporto de uma cidade próxima, ficando mais uma vez exposto a emboscadas nas rodovias. O coronel Lee é o mesmo que postou ataques a Marielle Franco nas redes.

Agora, a Secretaria do Segurança do Paraná está se valendo do submundo da imprensa (IstoÉ, Augusto Nunes, Cláudio Humberto etc.) e das redes sociais de direita para plantar a mentira de um auto-atentado. Reforça os incentivadores da violência política, como Jair Bolsonaro (que posou para fotos com PMs no aeroporto de São José dos Pinhais) e Geraldo Alckmin, que deu uma declaração desastrada em busca dos votos da extrema direita ensandecida.

Desmoralizada pelas imagens e testemunhos isentos, inclusive dos jornalistas que cobriam o deslocamento da caravana, a Secretaria de Segurança do Paraná afastou da condução do inquérito o delegado natural, Fabiano Oliveira. Após uma entrevista em que declarou que o inquérito investigaria tentativa de homicídio contra os membros da caravana, Fabiano foi substituído pelo delegado Hélder Lauria, que decidiu investigar apenas “tiros com danos materiais”. 

Manipulado politicamente pelo governador Beto Richa e pelo ex-secretário bolsonarista Fernando Francischini, o inquérito sobre o atentado caminha para repetir a farsa do inquérito do Riocentro, em 1981.

No caso Riocentro, as provas e testemunhos indicavam que o sargento Rosário morreu e o capitão Machado foi gravemente ferido quando tentavam explodir uma bomba contra o público do show do Primeiro de Maio.

Assim como fez a Secretaria de Segurança do Paraná, a ditadura substituiu o comandante natural do Inquérito Policial Militar por um preposto. E o relatório do coronel Job Lorena de Santana concluiu que os agentes do DOI-Codi foram vítimas da esquerda.

Não será surpresa, portanto, se o governo Beto Richa e a secretaria de Segurança controlada por Francischini apresentarem, daqui a alguns dias, um relatório apontando algum petista ou sem-terra como supostos autores dos disparos. E a farsa se repetirá.

NOTA

O DIRETÓRIO ESTADUAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES DO PARANÁ (PT-PR) vem a público esclarecer que não é verdadeira a informação divulgada em nota do Departamento da Polícia Civil do Paraná, através da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado do Paraná (SESP), na qual diz que o ex-Presidente Lula teria chegado de helicóptero no campus da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) em Laranjeiras do Sul.

Lula chegou no local em um dos ônibus da Caravana, no qual fez o trajeto de Quedas do Iguaçu a Laranjeiras, como foi presenciado por centenas de pessoas e por profissionais de diversos órgãos de imprensa do Paraná, do Brasil e do Exterior.

Desde o início da Caravana no Sul, o PT-PR participou de audiências com o comando das forças de segurança pública no estado a fim de assegurar toda a proteção necessária à caravana do ex-presidente pelo Paraná. Na oportunidade, entregou às autoridades ofício com detalhamento da trajetória da Caravana. A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, ainda estabeleceu contatos com o Ministério da Justiça nesse mesmo sentido.

Doutor Rosinha

Presidente do PT-PR

Arilson Chiorato

Vice-Presidente

Ângelo Vanhoni

Secretário-Geral

 

 

OBS:

INFORMAÇÕES REPASSADAS PELO PT ÀS AUTORIDADES:

 

Caravana Sul

 

Entra no Paraná pela Rodovia BR 373

Passa por Marmeleiro PR 180 até

Beltrão – Entrada PRF

Saí de Beltrão na PR 180, entra na PR 281 até Dois Vizinhos

Saí de Dois Vizinhos pela PR475 até Rio Iguaçu (usina)

Passando o rio Iguaçu anda pela  PR 473 até Quedas do Iguaçu

Sai de Quedas do Iguaçu e anda 35 km na PR 473, em seguida entra na BR 277 até o primeiro trevo de Laranjeiras do Sul

No primeiro trevo pega a direita pela PR 158, chegando na Universidade UFFS

Saindo da UFFS segue 1.500m pela PR158 parando no Assentamento 8 Junho (sentido Rio Bonito do Iguaçu)

Saindo do Assentamento 8 de Junho retorna a BR 277 até Guarapuava

Saindo de Guarapuava continua na BR 277 até Curitiba

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

19 comentários

  1. Eles não seriam tão burros!

    As testemunhas são jornalistas brasileiros e estrangeiros!

    Qualquer coisa nessa linha vai piorar a situação, pois além de um atentado real, vai provocar um novo atentado!

    Não será um atentado!

    Serão dois atentados!

  2. também já mandou “às favas os escrúpulos da lei”.

    Quem já cometeu atentado à Constituição dando golpe, dá quantos golpes quiserem, destipificar este atentando é fichinha pra esta turma que também já mandou “às favas os escrúpulos da lei”. Não se esqueçam que o golpe foi “com o supremo e com tudo”.

  3. assessor de imprensa da secretaria é bolsonarista

    Quem é o assessor de imprensa da Secretaria de Segurança Pública-PR?

    Karlos Kohlbach, que também é assessor de imprensa do comitê do Bolsonaro e amigo pessoal do Francischini, principal apoiador do Bolsonaro no PR. 

    Vejam na matéria do Brasil de Fato – os jornalistas falaram com esse assessor de imprensa por whats e por telefone.  “Assessor da Secretaria que investiga tiros à caravana atua em comitê de Bolsonaro”, Daniel Giovanaz e Poliana Dallabrida |Brasil de Fato | Curitiba (PR), 30/03/2018 às 12:00

     

  4. Fascistas em posições-chave das instituições

    Infelizmente para o crescer positivo da civilização e da humanidade há o atraso que joga contra.

    Pessoas pequenas, de caráter baseado na maldade, de alma sem luz e consumidos por um egoísmo infinito, são os que denominamos de fascista (por exemplo).

    Temos hoje no Brasil milhões destes, iluminados por holofotes que mostram claramente sua perversidade moral. Conservadores, simpatizantes de ideias boçais, políticos, juízes e policiais com comportamente animalesco, muito triste.

    Cada vez mais verdadeira e atemporal a frase: “A cadela do fascismo está sempre no cio.”, Bertolt Brecht.

  5. Que o furo da bala,

    Que o furo da bala, milimetricamente redondinho e estampado, é impossível para um veículo em movimento não há como negar. Ou o ônibus estava parado ou tiro partiu de um veículo que estava na mesma velocidade do ônibus.

    Esta história tem de ser melhor esclarecida.

    A perícia técnica tem todas as condições e ferramentas para informar com precisão todas estas dúvidas levantadas, até mesmo a distância que foi efetuado o disparo.

    Aos nervosinhos que vão me xingar, um aviso: a imbecilidade não é uma exclusividade da direita, lembram-se dos “aloprados”?

      • Azar de quem, nervosinho? O

        Azar de quem, nervosinho? O fanatismo bloqueou a coordenação do tico e teco? Onde você leu em meu comentário a afirmação que não foi um atentado? A simples sugestão de uma investigação mais aprofundada o pertuba? Está com medo de aparecer mais um “aloprado” na história? Quanto ao link que você enviou eu só tenho agradecimentos pois ele comprova com imagens a minha tese onde os furos decorrentes de tiros dados em veículos em movimento são totalmente irregulares e em alguns casos bastante oblongados. Os tiros dados em carros parados (onde a quantidade é enorme!) mostram furos mais regulares.

        • Uaí, quem parece nervosinho é você

          Já que partiu para a agressão! Mas não respondeu ao meu questionamento. Qual a bala que atingiu o veícilo parado ou em movimento na foto? E que azar, as balas pegaram em onibus da imprensa? Ou tá chamando todos jornalistas de petralhas?

    • Xingar para que?De minha

      Xingar para que?De minha parte afirmo apenas que teu comentário é impertinente e forçado. 

      Primeiro se apresenta como expert em balística para logo em seguida escrever o óbvio acerca da competência da perícia para deslindar a questão. Por que, então, o palpite(chute) sobre o que não entende bulhufas?

      Agora sobre o tema do post, nada. 

       

       

  6. Investigação? Sobre o Quê?

    Nassif: nem vou estranhar se a perícia (a séria) concluir que as balas que atingiram os ônibus vieram daquele lote da PF, que sumiu em Fortaleza. Ouvi dizer que parte desse carregamento está em poder do Partido da Bala Perdida (PBP), daquele candidato à presidência.

    Inclusive, que foram explusos do Partido os indivíduos que dispararam contra a caravana. A alegação que se não conseguem acertar um alvo tão grande quanto Lula não merece pertencer as gloriosas fileiras da agremiação. O bando do PSDB/DEM/PPS+mdb apoiaram a medida.

    Quanto ao processo em si, o Judiciário dos Pinhas já se manifestou — NÃO VEM AO CASO…

  7. Enquanto discutimos sob a agenda do golpe, eles agem!…

    Acabei de receber no Wsapp um vídeo, provavlmente do MBL, Vem Pra Rua e similares, organizando protestos dia 3 nas capitais, que poderá contar com amplo apoio, divulgação e promoção da mídia, pressionando o STF a favor da prisão de Lula em segunda instância.

    Cadê a esquerda para fazer o mesmo, inclusive contra-abaixo-assinado dos juízes?

    Mais uma vez o barulho de poucos fascistas, imbecis e espertos à soldo poderá parecer ser o “clamor da sociedade”…

    Enquanto isso, o Brasil vai afundando e sendo dilapidado.

    E nós dentro…

  8. Do Rio Centro para uma estrada escura e escondida do PR

    Esse Taques é fascista e desonesto. Não entendo bulhufas de balística, mas as leis da Física não podem ser desmentiddas. Todo movimento é relativo. Como a polícia paranaense tinha o tinerário do ônibus e sendo uma polícia tucana, isto é, uma polícia política, vejam: Provavelmente o atirador estava parado em relação ao ônibus. É um veículo tão grande que até eu, que nunca dei um tiro na vida, acertaria no veículo. Sei que uma bala sai da arma com velocidade próxima dos mil quilômetros por hora. Imaginemos que o ônibus estava abaixo de oitenta. Dependendo da distância entre o atirador e o ônibus, digamos, uns 25m (pois já conheciam o itinerário), a bala teria gasto x segundos para atingir o veículo.

    A velocidade da bala por segundo, então é de 10*6m/3.600= 278m/s. Uns 0,09s para chegar ao ônibus. Em nove centésimos de segundo, um ônibus a 80km por hora percorre cerca de 22m/s menos de de 2m em nove centésimos de segundo, isso considerando-se um ângulo reto entre o tiro e a parte do ônibus atingida, o que é impossível. Portanto, é bem razoável que com um pequeno ângulo de 10 graus entre a trajetória da bala e o plano da lateral do ônibus, a bala atinja o ônibus como se ele estivesse parado. É claro que com medições rigorosas, uso de munição idêntica à usada no atentado, os resultados não vão fugir muito daquilo que calculei. Como disse, não sou especialista em tiros nem atentados, mas a polícia tucana do Paraná não poderá desrespeitar as leis da Física. E estou dizendo Física newtoniana, porque a Física relativística não é necessária para um caso desses. Também é bom atentar que não foi um atirador de elite. Foi apenas um membro da elite dos idiotas fascistas da terra dos pinheirais.

  9. Buracos de projéteis

    Nassif, fiz uma pesquisa de um minuto na internet e obtive essas imagens…

     

    Não chego nemperto de ser um expert em balística, 

     

    Se um avião, que move mais rápido do que um ônibus, tem marcas de projéteis tão redondinhas?

     

    Como alguns buracos não são tão redondinhos assim, na última foto???

     

    O que significa “degree”??(Ironic mode very ON)

     

     http://images.shoutwiki.com/acloserlookonsyria/9/97/Shrapnel_sample.png

     

    http://ic.pics.livejournal.com/evanesce_girl/8305736/88154/88154_original.jpg

  10. Cadê os projéteis?

    Os esquerdistas estão acompanhando o inquérito? Olhando as provas? Viram os projéteis? Ou a esquerda muitas vezes preguiçosa fica só acompanhando os noticiários?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome