Meirelles diz que vem “servindo” ao Brasil

Em publicação no Twitter, o escolhido sucessor de Temer diz que abandonou posto “certo” nos EUA para “servir ao Brasil”
 

Foto: Reprodução
 
Jornal GGN – O ex-ministro Henrique Meirelles, escolhido para ser o sucessor do impopular governo de Michel Temer (MDB), afirmou nas redes sociais que sua candidatura representa um “serviço” aos brasileiros. “Meu objetivo é servir ao Brasil”, disse, em sua conta no Twitter.
 
Sem níveis de intenções de votos representativas, o ex-ministro da Fazenda do governo Temer, que nestes dois anos não trouxe cenários positivos para a economia brasileira, disse ainda que abandonou uma “decisão certa” que era a “Presidência de uma grande organização Global nos EUA” para trabalhar “pelo meu país”.
 
“Meu objetivo é servir ao Brasil. Tomei a decisão certa de deixar a Presidência de uma grande organização Global nos EUA para me dedicar ao serviço público. Tenho orgulho do trabalho que fiz até aqui. Servir é um ato de coragem, e eu quero seguir trabalhando pelo meu país”, escreveu.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 comentários

  1. Ele vem se servindo do
    Ele vem se servindo do Brasil: só em 2016 abocanhou mais de 200 milhões em “consultoria”…….e acabou de anunciar, do alto do seu balcão de negócios, que de imediato dispõe de 70 milhões de reais para comprar a eleição….mas o sistema midiático deste pais que é o mais fdp do mundo não quer saber…

  2. È muita pretensão, a

    È muita pretensão, a carreira  “global” dele é mais produto de assessoria de imprensa, seu ultimo cargo foi de 2º escalão

    em um banco regional medio que nem existe mais, era chefe da divisão internacional, o “global” do Banco de Boston erá só Brasil e Argentina, uma merreca, tem duas dezenas de executivos brasileiros com postos mais altos em empresas globais.

    E as grandes empresas globais de hoje não contratam executivos com mais de 70 anos, aliás nem de 60,  infleizmente, acho errado mas é a realidade, então o papo dele me parece fake.

  3. esticando o pescoço

    Este malandraço bastante exxperto, vem, isto sim, se servindo do brasilsil há muitos anos.

    No governo de Lulalá tinha uma função, mas nunca foi deixado solto na raia, já no período do jumento ignorante ele fez o que quis e bem entendeu porque não existiu comando.

    Explico – Lulalá nunca foi professor de economia, mas tinha reuniões semanais com DNetto, JGerdau, LCBelluzzo e outros, de onde buscava substância para direcionar as ações de HMeirelles, que cumpria as ordens; já com o ilustre professor de direito foi diferente, pois ele é uma ameba em assuntos ligados à economia, mas prefere deixar os seus indicados livres, leves e soiltos, e o resultado catastrófico já começa a chegar.

    Quanto a recusar convites para USA, é mais fácil boi voar.Afinal, quem pagaria mais de 50 milhões de dólares para este jênio de Anápolis ficar esticando o pescoço nas reuniões?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome