O debate e a entrevista simultâneos definiram o peso real de Bolsonaro, por Ion de Andrade

O debate e a entrevista simultâneos definiram o peso real de Bolsonaro

por Ion de Andrade

Há muitas pesquisas sendo realizadas por agora com amostras que giram em torno a dois a três mil entrevistados com os quais os institutos pretendem ter, e têm, 95% de confiança e dois pontos de margem de erro para mais ou para menos.

Seria um sonho de consumo para qualquer instituto de pesquisa aferir a preferência com uma amostra de milhões de brasileiros.

Ora, foi precisamente isso que Bolsonaro proporcionou ao preferir dar a entrevista à Record em lugar de ir ao debate na Globo: expôs o seu eleitorado ao escrutínio de uma proporcionalidade amostral com milhões de eleitores.

A audiência medida segundo as fontes habituais apontou para 26,2 pontos para o debate entre os candidatos contra 12 pontos para a entrevista.

É inevitável constatar que assistiram a entrevista os eleitores decididos e os eleitores potenciais ou simpatizantes das propostas da extrema direita que ainda estão tomando decisões. Os dois grupos, o do debate e o da entrevista, reuniram 38,2 pontos totais (26,2 + 12) o que reduz os 12 pontos de Bolsonaro a 31,4% desse universo, que não inclui por exemplo a audiência de outros canais (o SBT teve 11,8 pontos) nem os que por razões diversas resolveram não assistir ao debate, nem à entrevista. Esses números poderiam ser assimilados a uma espécie de “votos válidos”, o que reduziria proporcionalmente o eleitorado se fosse considerado esse universo maior. Se somássemos a assistência do SBT, por exemplo, os 12 pontos de Bolsonaro representariam tão somente 25% da audiência.

Porém a entrevista para Bolsonaro não era uma coisa qualquer, foi a sua primeira aparição pública de campanha depois da alta hospitalar. Razão porque, perante o seu eleitorado, teve significado maior. Agrega-se a isso o fato de que vivemos clima de densa polarização política. Esses dois fatores sugerem que o eleitorado da extrema direita deva ter assistido maciçamente à entrevista, o que torna a contagem da audiência particularmente interessante, exatamente porque no mesmo horário ocorria o debate que, por razões análogas, reunia o eleitorado não bolsonarista.

Leia também:  Nós temos Justiça Eleitoral?, por Álvaro Nascimento

Ir a uma entrevista na mesma hora do debate foi um erro estratégico porque definiu de forma extraordinariamente precisa o peso do eleitorado bolsonarista.

No campo do debate, reconheçamos, a polarização ocorreu provavelmente em torno às candidaturas que têm chance de ir para o segundo turno ou que têm lideranças emblemáticas. Isso sugere que a maioria da audiência era composta por eleitores de Haddad e de Ciro, além de outros candidatos, claro. Em comum, nesse grupo, certamente, algum grau de rejeição ao candidato que dava entrevista no mesmo horário. Essa audiência reuniu 68,6% dos telespectadores

Para Bolsonaro, a entrevista deveria ter transbordado em muito aquilo que compõe o seu eleitorado conhecido. Noutros termos deveria, considerando seus 30% de eleitorado assegurado, ter reunido ampla margem de interessados, com audiência desejável superior aos 40%. Isso não ocorreu o que sugere que a extrema direita pregou para convertidos.

A ver tais números na antevéspera da eleição há que se considerar se não constituem um limite muito próximo do teto. Essa talvez seja a razão porque, obsessivamente, a campanha da extrema direita queira levar as eleições no primeiro turno.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

23 comentários

  1. Excelente!

    Acalmou uma alma desolada e um coração prestes a explodir como dizia nosso Gonzaguinha! Muito cedo emocionei-me muito com o artigo do EDUARDO RAMOS no ” FORA DE PAUTA”. Com o coração nas mãos busquei algumas palavras para elogiar tão belo post de nosso colega Eduardo. É ler e a emoção aflorar! Que maravilha! 

    E, logo depois chorei ao ver no Twitter de Palmério Doria um vídeo do Mídia Ninja que mostra o emocionante encontro em Belo Horizonte, de eleitores de CIROE HADDA!  É muita emoção!!!!!!!  Vou tentar me acalmar e levar o dia de hoje!  

     

    [video:https://youtu.be/nPPpP-5yVVU%5D

  2. Não sou tão otimista assim

    Você não está considerando o fato de que o debate (aliás, qualquer programa) da Globo tem, por inércia, uma audiência muito maior que outras TVs. Certamente uma grande parte de Bolsonaristas viram a entrevista, mas creio que foi o “núcleo duro” dos votantes, que estão com ele há mais tempo, além dos evangélicos.

    Por conta dessa inércia Global, provavelmente muitos que votam em Bolsonaro viram o dabate na Globo e principalmente, muitos indecisos que não o rejeitam.

    Esse último grupo, de indecisos, pode votar em massa em Bolsonaro por conta de uma onda Bolsonarista que claramente está se formando. Uma onda delirante, moralista e irracional, de caráter fascista, alimentada pelo medo e pelo ódio, que eu nunca tinha visto no Brasil antes. A coisa mais próxima disso, foi o Collor, mas este não era fascista. O que Bolsonaro representa é muito pior.

    Aqui em Goiás, está insuportável, em Minas Bolsonaro tem mais de 40% dos votos válidos, no Sul também. E ele tem crescido no Nordeste e entre os mais pobres, por conta da capilaridade evangélica. As pessoas estão fanáticas, no zap e nas ruas também, parecem zumbis controlados por esta onda delirante.

    E de nada adinata falar que o cara é fascista, racista, homofóbico (isso até ajuda o Coiso), machista, apólogo da tortura… Não adinata também argumentar que politicamente ele não é anti-sistema, pois sempre foi centrão, deputado baixo clero da bancada da Bíblia e da bala, que são os piores balcões de negócios da República. E também não adianta explicar que seu programa econômico Posto Ipiranga será um desatre neoliberal, pior que o da Argentina. As pessoas estão cegas diante do óbvio, não conseguem raciocinar.

    Mesmos se o PT ganhar, teremos que lidar com essa onda delirante neofascista. Ela não terminar e é preocupante como pôde crescer tanto. Como desconstruí-la? Como governar para zumbis dominados pelo delírio fascista?

    Agora entendo, não apenas com a razão, mas com o coração, como era desesperada a pergunta que Brecht se fazia na Alemanha de 30: que tempos são esses em que temos que explicar o óbvio?

    Ganhe o Coiso ou não, estou sentindo o desespero e o desconsolo de Brecht, em pleno Brasil do sec. XXI! Que coisa horrível!

     

    • Concordo contigo, Wilton, ma

      Concordo contigo, Wilton, ma acredito que nossa chance seria ir pro segundo turno, onde o bozo não conseguirá escapar aos debates e terá que expor seu catastrófico programa de desgoverno. Enquanto isso, vamos amealhando os ciristas, marinistas e os desinformados que encontrarmos em nossas familias, no clube, no grupo de bairro…

       

    • E pra piorar sem nem ter

      E pra piorar sem nem ter alguém com talento de Brecht pra descrever o pesadelo que estamos passando. 

      Acho ainda que Haddad bate Boçal Ignaro, por margem pequeníssima, tipo eleição NixonXKennedy. Mas acho que o único caminho pra isso é focar nos debates e propaganda de segundo turno a questão econômica. Se Haddad-PT optar pela de comportamento, só vai alimentar o boçal, ainda mais que a Universal apoio às claras bolsonaro e ela tem um poder de ramificação e persuação muito grande, já que conta com uma emissora de tv e inúmeras rádios. Hoje pra mim é claro que a combinação apoio do Macedo na sexta e manifestações no sábado ajudaram Boçal, pois os caras da universal ( falo dela porque é a mais forte em termos de mídia) usaram que votar no Boçal é votar contra aquela ‘gente sem vergonha’ Na região que moro, recentemente recebi um santinho (partido da universal, PRB ) e em seguida um mini sermão de quem o entrega dizendo que tem que votar em quem é de Deus – e isso numa região que nos últimos tempos têm dado votos maciços ao PT. Na hora me deu calafrio. Creio ainda na vitória, mas será decidido na última urna. 

       

       

       

       

    • Eu também não, nem um pouco

      Eu também não, nem um pouco otimista. E digo mais, se der segundo turno e caso seja Bolsonaro e PT, vai dar Bozo. O antipetismo está muito enraizado, e isso vem de antes do governo Lula. Espero que dê Ciro, é a única chance da democracia voltar. Abraços

  3. Segundo turno: Ciro e Haddad!

    É impressionante o número de pessoas que passaram a declarar seu voto ao Ciro Gomes como forma de encontrar um contra ponto entre o petismo e o fascismo, ainda constrangidos em apoiar o PT, mas que não adimitem perderem sua liberdade em troca de propostas de ódio, fazias de conteúdo.

    Então, o tão disputado voto útil, daqueles que não desejam embarcarem nessa disputa, bem como, dos acreditam que Haddad perderá para o Bolsonaro no 2° turno, confluem rapidamente no momento para o candidato Ciro Gomes.

    Há chances de nos surpreendermos ainda… 

    • Impressionante…

      …é o mero impressionismo desse tipo de observação.

      O fascismo (no que tem de irracionalidade política pela racionalização imediata do rancor) está firmemente entranhado no eleitorado hoje. Só os petistas não veem isso.

  4. Essas são as eleições mais

    Essas são as eleições mais esdrúxulas já vistas. Dizer que a justiça só funciona à paulada se for pra detonar petistas é dizer pouco.

    Para nós, nem tão entendidos assim, parece claro que jamais poderia um candidato a Presidente da República poder ser entrevistado no mesmo horário que seus adversários debatiam em outro canal de televisão, por sinal, um rival daquele. 

    Transpareceu um certo poder de Bolsonaro ou de Macedo? Ou ambos estão com a bola toda, em vista do que das declarações de Bozo contra a Poderosa? Isso é legal, ou somente imoral?

    Na verdade, negar a presença ao debate não seria anormal, afinal Bolsonaro já se acostumou a esse procedimento neste 2018. Outros agiram do mesmo modo, e acho que até Lula declinou do convite em outra eleição. O que soa feio, anormal, irritante, é a Record ter feito uma programação para elevar o nome do seu candidato preferido, ferindo as regras do jogo.

    Assisto, às vezes, cada vez menos o Conversa Afiada. PHA dia sim e outro também sempre começa e termina seus comentários detonando a Globo. Após desprezar no seu site os comentários dos internautas, migrou para o Youtube, onde agora pede likes e comentários. 

    Sou obrigada, por coerência, a ver coisas erradas em toda a imprensa, e não apenas na Globo. Pra mim, Globo é mesmo uma sujeira geral, mas não consigo ir para a BAND e mais outras emissoras sem enxergar o mesmo sentido nojento de fazer jornalismo. Por exemplo: invariavelmente todas essas emissoras foram a favor do golpe. Depois de empossado, arbitrariamente, qual o jornalista capaz de emitir opiniões contrárias ao governo de Michel Temer? Pra Dilma era paulada todo dia, pra ela, que esteve a qulômetros de distância das picaretagens desse impostor, maldito, responsável direto pelo que hoje passa a nossa naçao. Estampam a miséria do desemprego, geralmente citando como responsáveis os governos petistas, mas em dois anos, com um poder de fogo, comprando votos do Centrão no Congresso, vendem-se as nossas riquezas a olhos vistos, e nem assim um jornal qualquer emite uma opinião que não seja louvar o sucesso dos leilões. 

    Na verdade, posso citar a Gazeta, como única com um jornalismo um pouco menos partidarista, pela presença de Bob Fernandes, este, sim, o tipo que fala o que lhe vem na cabeça, e sem firulas. Em compensação, basta ver aquele Nêumann Pinto pra sair do canal. Ou aquela Maria Lydia, tucana de carteirinha, mulher mal edicada, incapaz de saber ouvir, em especial se o entrevistado é um petista. Um nojo de jornalismo é o que nós temos.

    Sigo alguns blogues esquerdistas, mas fico danada quando as análises são feitas sem fundamento, sem discussão. Ontem mesmo ouvi no Brasil 247 um dos comentaristas do Blog, a título de esculhambar a Globo, dar à Record o que ela não tem.

    Basta saber que a Record foi montada com muito dinheiro dos fiéis daquela B. de igreja, para ter ideia de que os Mrinhos são uns sacanas, mas que Macedo pode até ser considerado pior. Vagabundo ladrão, sem-vergonha, milionário sem trabalhar para isso, vivendo milionariamente em Miami, mas com mansões distribuídas mundo afora, enfim, um baita ordinário desse não merece um mínimo de respeito de ninguém. Essa entrevista marcada com Bolsonaro é um ato político desse cafajeste, porque ele tem que está onde está o poder, se possível, como fora ao tempo de Dilma, quando o cara foi convidado para a posse dela, mas bem soube Crivella ser dos primeiros a se lixar para a decadência da Presidente que lhe deu cargo de ministro, sem méritos. Aí está apenas uma coisinha errada do PT.

    A minha esperança é de que nem todos os seguidores desses pilantras, mesmo incautos, muito ignorantes, sem escolaridade, tem algum tipo de sabedoria para dizer que em seu voto ninguém manda. Conheço alguns que pensam assim, e outros até se declaram contra Bolsonaro explicando os motivos, com divulgação na Internet.

     

  5. Is our future shrouded in dark wilderness?

    No, Jah would never give the power to a baldhead run come crucify the dread

    Depois de 4 anos, será outro dia, né, Chico?

    Os pontos positivos da possível vitória do Bolsonaro: Como a principal aposta do candidato é na violência e na supressão de direitos sociais e melhora da condição de vida dos mais ricos, a vaca dele vai pro brejo tão logo ele assuma e o fascismo será desmoralizado na prática.

    O problema é quantas pessoas serão sacfificados até que o fascismo se revele um fiasco. Eu mesmo posso ser um deles. É que eu falo muita merda. Seja como for, vamos de mãos dadas, não nos afastemos, não nos afastemos muito.

     

    Mãos Dadas

    (Carlos Drummond)

     

    Não serei o poeta de um mundo caducoTambém não cantarei o mundo futuroEstou preso à vida e olho meus companheirosEstão taciturnos mas nutrem grandes esperançasEntre eles, considero a enorme realidadeO presente é tão grande, não nos afastemosNão nos afastemos muito, vamos de mãos dadas Não serei o cantor de uma mulher, de uma históriaNão direi os suspiros ao anoitecer, à paisagem vista da janelaNão distribuirei entorpecentes ou cartas de suicidaNão fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafinsO tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentesA vida presente

  6. Importante – O peso é esse daqui. Assista!

    Dentre as instituições competentes a participar antecipadamente da fiscalização e audtoria dos programas de computador que compõem a urna estão o STF e Polícia Federal. Pois bem, os peritos criminais federais com especialização em informática participaram do Teste Público da Segurança do Sistema Eletrônico de Votação, teste esse que foi composto pelos maiores nomes da computação no Brasil, a exemplo do prof da Unicamp Diogo Aranha, prof Pedro Rezende da UnB dentre outros, e o resultado foi que, sim, encontraram diversos vícios, diversas falhas no sistema eletrônico de votação. A título de exemplo, vejam só alguns deles, e prestem bem atenção no comportamento da tal corte suprema:

    1- conseguiram, esses profissionais, fazerem ataques ao sistema de inicialização da urna; 2) conseguiram gerar um boletim de urna falso; 3) consweguiram, também, obter a chave criptográfica da urna; 4) conseguiram, ainda, e o que é o mais grave – recuperar a ordem do RDV(Registro Digital do Voto) que é o que garante o sigilo do voto. e. portanto, conseguiram identificar quel era o primeiro, o segundo. o terceiro voto de cada um dos eleitores;

    https://www.youtube.com/watch?v=brfm4G1DGHQ

    E para piorar, mais esse, 

    https://www.youtube.com/watch?v=TncaJCTmKXM

     

     

     

     

  7. VÍDEOS DEIXADOS POR BOLSONARO
    VÍDEOS DEIXADOS POR BOLSONARO P O SEGUNDO TURNO É DISPISTE/DIVERSIONISMO P ENGANAR A TODOS,DERAM NA CARA,NÃO SEJAMOS INOCENTES,A URNA ELETRÔNICA FRAUDÁVEL VAI ELEGÊ-LO NO PRIMEIRO TURNO,HÁ INTERESSES TRILIONÁRIOS ENVOLVIDOS,SE NÃO FOR FEITO O ALERTA,QUANDO VERMOS,PUM!TÁ LÁ,BOLSONARO NO PRIMEIRO TURNO E NÃO ADIANTARÁ CHORAR MAIS,NÓS DO POVÃO PRECISAMOS SABER Q É IMPOSSÍVEL SEM FRAUDE ELE SE ELEGER,PENSEM BEM,SE BOLSONARO IR PARA O SEGUNDO TURNO TODOS SABEREMOS QUEM É O VERDADEIRO BOLSONARO,O GOLPE NÃO FOI DADO P O PT GANHAR,VEJAM BEM,BARROSO JÁ DEU PISTA DO Q VIRÁ COM SUA DECLARAÇÃO”QUEM GANHAR LEVA!”,SABEMOS Q ELE ESTÁ TOTALMENTE CONTRA O POVO/PT,ESTE ALERTA É LOUCO P MUITOS MAS É MUITO SÉRIO,JÁ ESTÁ ENCOMENDADO A VITÓRIA,TODO O SISTEMA ESTÁ COM ELE(BOLSO)VEJAM TODOS OS SEUS APOIOS,ACORDEM!DESPERTEM DO SONO!!

  8. Fraude
    A fraude inicial nessa eleição foi perpetrada pelo judiciário, com Lula preso sem provas.

    Seguidas vezes este mesmo judiciário reiterou a fraude, notadamente a justiça eleitoral, como todos sabem.

    Porque diabos tal justiça, a mesma que organiza e apura as eleições, deixaria de fraudar resultados contra a candidatura petista a favor dos golpistas?

  9. Fake news é fake news! A

    Fake news é fake news! A entrevista do Bolsonaro foi GRAVADA na sua casa e EXIBIDA no horário do debate e não “ELE FOI Á ENTREVISTA”… Deixem de ser mentirosos…

    • Amante da verdade
      Na hora do debate o candidato peidorrento que caga no saco, muito mal, como atestado por seu médico, comia um fotogênico sanduíche de mortadela assistindo os três patetas na televisão.

      Não se sabe onde o peidorrento estava exatamente, se em sua própria casa ou na casa paga pelo dinheiro do povo, que o grande religioso e defensor da família usa para comer gente e encomendar açaí de sua funcionária quitandeira, igualmente paga pelo povo.

  10. Quando ouço alguem gritar

    Quando ouço alguem gritar “pega, ladrão”, olho se tem algo na mão. Se tiver, ele provavelmente é o ladrão. Quando o sujeito fingiu desconfiar do processo de votação, todo mundo, do judi$$iário aos adversárrios  vieram a público dizer que o “sistema” era seguro e confiável. Agora, mascaram pesquisas e ganham no primeiro turno. Tô doido? Não. A fraude não é nas urnas, A FRAUDE É NO PROCESSO DE TOTALIZAÇÃO. É ali que o T$E maçon vai usurpar a vontade popular. Foi assim em 2006, quando quase fizeram Alkimin ganhar no primeiro turno e tivertam que interromper a totalização no estado de São Paulo. Foi assim em 2014, quando se reuniram na casa do Aécio pra comemorar, e tiveram a surpresa de uma votação pró Dilma, no nordeste maior que as “pesquisas reais” (porque eles as têem). Assim vai ser domingo. Escrevam.  

  11. A questão não é a audiência da entrevista…

    …mas a entrevista ter existido.

    O que a Record fez foi uma cafajestagem da grossa. Em termos de manipulação de uma concessão pública para um candidato, só tem paralelo na edição do Collor x Lula de 1989 pelo Jornal Nacional.

  12. Pesquisas e audiência

    Em termos de votos do candidato do PSL as pesquisas giram (a maior) em torno dos tais 31,4% da audiência. Em termos do que são os votos válidos ou os proporcionais da estimulada não. A audiência não pôde medir esses aspectos, evidentemente.

    Mas o peso relativo da candidatura de bolsonaro talvez tenha sido bem medido porque entre os 31,4% da audiência e os demais resultados das pesquisas de hoje a diferença está muito próxima da margem de erro e aí a amostragem de milhões de telespectadores poderá se mostrar mais precisa.

    A ver.

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome