“Realmente o Brasil merece o melhor”, responde Bolsonaro a Haddad

Jornal GGN – Fernando Haddad (PT) enviou pelo Twitter seu desejo de sucesso ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), e a reação do capitão da reserva foi igualmente pública. Numa frase ambígua, que críticos entenderam como debochada, Bolsonaro disso: “Realmente, o Brasil merece o melhor.”

Na noite e domingo (28), Haddad não ligou para Bolsonaro. A imprensa divulgou que o petista teria dito aos mais aliados mais próximos que decidiu não fazê-lo porque foi atacado pelo deputado de extrema direita a campanha toda. Na véspera do segundo turno, os militantes pró-Bolsonaro espalharam nas redes sociais a notícia falsa de que Haddad teria sido acusado de estupro de menor.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Craque em campo, por Ricardo Cappelli

22 comentários

  1. Resposta para o Bozzo:
    O

    Resposta para o Bozzo:

    O Brasil realmente merece o melhor. Mas infelizmente 

    terá o pior é mais nefasto governo. Cumpra a constituição que é a lei maior le está acima de tudo, até de seu deus, que não é seguramente o Deus do POVO brasileiro.

  2. Ingenuidade a toda prova
    Típico do PT.
    Pressionado pela mídia, quis posar de bacana, levou nas fuças e tá sendo debochado por todos os lados.
    Lembram de Lula e Dilma saudando a isenção da mídia em vários eventos?
    E ver a foto sorridente do coiso na resposta é de fritar o cérebro.
    Na minha terra tinhamos um dito pra esse tipo de situação:
    “Bem feito no fiofó(pra ñ ser apelativo) do prefeito”…nesse caso de um exprefeito.

    • Djalma, concordo que Haddad

      Djalma, concordo que Haddad agiu com a velha ingenuidade dos petistas, mas apelidar o analfabeto militarista de “coiso”, “bozo” golpista, entreguista … também é de uma ingênua infantilidade que envergonha! Essas coisas explicam porque nossa esquerda está onde está.

    • Fake news.

      Errado Djalma.

      Isto não é PT, assim como Haddad não o é.

      A direção do PT decidiu que não haveria felicitações, mas Haddad o fêz porque ele não é homem de partido. Se for, é do partido do Bolso.

      Ele poderia explicar porque tinha a gravação do Bolsonaro pedindo a empresários para patrocinar as fake-news e resolveu que isto só será apresentado quando do julgamento do STE.

      Portanto é melhor deixar mais esta fake-news contra o PT e creditar o deslumbramento só ao Haddad.

  3. marcou bobeira o Haddad…

    querer derrotar o fascismo e desconhecer que no fascismo não há espaço para qualquer tipo de liberdade, nem para ser educado e gentil, é o mesmo que ter perdido pela ingenuidade

  4. Estou com Haddad

    A cortesia não tira a coragem.

    Não quero o PT fazendo o que o Aécio e os tucanos fizeram com a gente em 2014.

    Sejamos positivos, corretos e ajudemos o Brasil a sair da crise feita pelo Temer, até onde seja possivel e, em compensação, teremos mais moral para fazer oposição nos temas onde realmente seja necessario.

    Chega de birra, temos que ter fidalgia para aceitar a derrota e renascer em paz e sem mágoas, pois assim chegaremos mais longe e mais rápido. Aprendamos a lição. Estou com Haddad

    • Isso…

      …já pensou se um adulto no meio de moleques resolve agir igual a um moleque? Deixaria de ser ele mesmo. Aliás, presidente eleito: Aproveite seus últimos momentos de Clown…Verás que um Meme não resiste a luta…

      O Brasil realmente merece um governo adulto…mas…

  5. Devemos desarmar o ânimos

    Minha opinião é que devemos fazer de tudo para desarmar os ânimos.

    O Haddad foi criticado por comprimentar o presidente eleito. Eu aprovo a conduta do Haddad, pois reprovamos como o PSDB e o Aécio se portaram após a eleição de 2014, provocando um 3º turno indefinidamernte. Haddah deu o primeiro passo, agora esperamos do presidente eleito um comportamento civiliazado. Espero que o PT e Lula dê seus passos também nessa direção.

    Tenho visto em alguns jornalista, comentaristas e politicos de esquerda uma verbalização incondizente para quem se diz democrático.

    A união depente de todos nós, mortadelas ou coxinhas, vamos nos unir pelo Brasil.

  6. Haddad cumpriu o protocolo republicano

    Haddad fez isso por conta própria. O PT decidiu o contrário, mas ele o fez como pessoa, não como PT. Bolsonaro é um asqueroso, e o que quer que se fale a ele nessa hora, nada vai mudar isso. Melhor elogiá-lo, aceitar a derrota elegantemente e partir para o que realmente interessa. Agora é hora de recolher os cacos, se organizar e aprender a ser mais estratégico, a não menosprezar o poder bélico dessa gente. Devemos agir com inteligência para voltarmos ao poder e não mais sermos tratados como antes. A mídia em geral não está muito contente com a presença deste ogro no poder, assim como muitas instituições. Agora é a hora de preparar o contra-ataque, enquanto ele tem um abacaxi gigante para descascar. Agora ele é vidraça e nós somos a pedra, não temos pressa e nem mesmo muito a provar para ninguém. Os perdedores podem se encolher em seu silêncio, longe do holofotes, e arrumar a casa de verdade. Se Haddad fez o certo ou não nesse caso, não mudará em nada o nosso futuro. Vamos parar de “esquentar o cu com rola fina”. Vamos olhar para os elefantes e esquecer as formigas. 

  7. É isso que dá ser cortês com quem não merece

    O Haddad é um cavalheiro e simplesmente fez o que todo candidato derrotado faz ao vencedor. Claro que não é um gesto de todo sincero mas faz parte do trato entre seres civilizados. Infelizmente, não se deve tentar ser gentil com cachorro hidrófobo que não vale o que carrega naquela bolsa de colostomia.

  8. Haddad pensa

    tudo que fez, não foi pessoal. Deve ter pensado bastante e tomou a decisão, a meu ver correta. Foi uma batalha, ele perdeu. Outras virão a depender das lições que se tiram da derrota não ?

    “não deixe que o sol se ponha sobre a sua ira”

  9. alguns comentários aqui e a Teoria da Ferradura

    É notável a falta de senso e o excesso palavras grotescas de alguns comentários. Não deixa de parecer irônico o fato de muito se assemelhar às grosserias do outro polo. Caso que faz lembrar a Teoria da Ferradura, do filósofo Jean-Pierre Fayer.

    • Meu caro amigo, cuidado com definições utilizadas impropriamente

      A chamada “theory de fer à cheval”, na realidade não é algo que deva ser utilizada ligeiramente, pois o próprio Jean-Pierre Faye define simplesmente como algo meramente semântico, ou seja, em 1954 no fim do Stalinismo, quando o mesmo estava nos USA ele utilizou esta analogia, e não uma teoria, esta analogia é utilizada numa obra que se chama “Langages totalitaires” de 1972. Entretanto há de se notar que o próprio autor tem sérias ressalvas a este termo, principalmente na origem da expressão “estado totalitário”, onde ele mostra que esta definição só surge com o fascismo, onde o estado se torna senhor de toda a sociedade, ou seja, é uma definição bem restrita e com fortes restrições que possam vir da ciência política e da história, pois na realidade este Estado Totalitário é mais uma Distopia do que uma realidade.

      Ou seja, cuidado em extremo na utilização deste termo, pois o próprio Faye diz que sua hipótese inicial “Hypothèse qui, comme une chimère, va s’écrouler au fil de mes voyages.”

      Só para não ficar somente em críticas, vamos a definição do que os franceses chamam de linguagem autoritária, a que se refere Jean-Pierre Faye:

      A expressão “linguagem totalitária” refere-se a uma linguagem que exclui todo o pensamento “outro”, uma linguagem que encerra o que só é lícito dizer, uma linguagem que exige assassinato, a aniquilação de toda alteridade. 

      Ficando claro que a crítica a uma ação imprópria de um militante de um partido que não segue a determinação partidária, pode ser chanada de tudo, menos de linguagem autoritária, logo qualquer referência a “teoria” da ferradura é um imenso equívoco.

  10. RELAXEM…

    Não há com o que se preocupar. A Direita não tem qualquer condição de melhorar a vida dos brasileiros. Historicamente, intelectualmente e eticamente isto é impossível para eles. O Bolsonaro é o nosso Hitler, parece que foi escolhido a dedo por eles. O governo dele vai ser tão infernalmente ruim que depois disto eles não ganham mais nem eleição pra vereador.

    Estava na hora da Esquerda dar uma descansada, uma relaxada. 

    Vcs se lembram do Collor? Vai ser a mesma coisa. E eu vou estar na plateía assistindo…

  11. …das pérolas dadas aos porcos…
    …das pérolas dadas aos porcos…
    .
    Haddad, como outros visionários repletos de ideologias humanitárias, banhado em civilidade em uma dimensão rara de se ver, cometeu o mesmo erro grave que Lula e Dilma cometeram: acreditar que porcos podem, minimamente que seja, proceder de modo diferenciado do lamaçal fétido a que estão acostumados…..

    Um exemplo do que quero dizer? Quando Lula e Dilma escolheram os procuradores gerais de seus governos, ambos ACREDITAVAM PIAMENTE, que mesmo com “alguma parcialidade”, pessoas sórdidas como Roberto Gurgel ou Rodrigo Janot, agiriam de modo decente e digno no exercício do cargo, porque essa pureza de alma, essa dignidade pessoal É ALGO INERENTE A ELES MESMOS, Lula e Dilma…. Não conseguem conceber a ideia de que um procurador geral possa chegar ao ponto de mentir, distorcer a verdade, perseguir políticos de modo perverso, cínico, indo contra todos os valores éticos inerentes àquele cargo público….

    E isso, MESMO DEPOIS QUE OS DOIS PROCURADORES JÁ HAVIAM DEMONSTRADO EM SEUS PRIMEIROS MANDATOS, o quanto podiam ser torpes, sem escrúpulo algum, inimigos do governo de modo descarado. Foram reconduzidos em nome de um republicanismo de ingenuidade quase criminosa – algo assim como construir o próprio cadafalso e entregar a corda nas mãos do carrasco sádico – ou seja, uma forma trágica de suicídio.

    Tanto Gurgel como Janot devastaram os governos petistas e seus aliados, protegendo permanentemente aos tucanos e perseguindo aos líderes do PT de um modo perverso. Deve-se à atuação de ambos em grande parte tanto o impeachment de Dilma como a prisão de Lula…..
    .
    Ao enviar uma mensagem civilizada a Bolsonaro, Haddad incorreu na mesma ingenuidade, no mesmo erro.
    Recebeu um deboche como resposta. Uma humilhação absolutamente desnecessária, foi como pôr-se na posição de ser achincalhado pelas próprias mãos.
    .
    O ensinamento do Cristo nesse aspecto, é drástico, não permite dúvidas quanto a esse erro e sua gravidade:
    .
    “Não deis vossas pérolas aos porcos, para que estes, voltando-se contra vós, não vos despedacem”.
    .
    Republicanismo, decência, civilidade, são ótimas virtudes….. Entregues na hora errada às pessoas erradas, do modo errado, são pérolas jogadas aos porcos. É NECESSÁRIO saber quando alguém é seu inimigo “de morte”, ou um incivilizado incurável, que só pode merecer nosso absoluto desprezo e atitudes duras de confronto com sua perfídia.
    .
    Bolsonaro é fascista! É covarde! É vulgar! É medíocre! É um ser vazio de traços mínimos de civilidade, tolerância ao diverso de suas próprias ideias, um ser vazio de humanidade…..
    .
    É um homem e um político a ser combatido e enfrentado. Com todo o vigor e firmeza. Todo o resto em relação a ele é atirar pérolas a um porco assumido e que disso tem orgulho.
    .
    Não dá mais para repetirmos os mesmos erros….
    .

  12. Reavaliação
    Ao cumprimentar seu adversário, Hadad apenas demonstrou civilidade. Mas sua Inteligência, sua capacidade de liderança e de articulação ele só irá provar se começar dois movimentos: o primeiro de autocrítica do PT, de uma vez por todas; e outro de costurar uma aliança de oposição as propostas contra o interesse do trabalhador e das minorias. Fora disso, esvazia a moita.

  13. Muito me admira o Haddad

    Muito me admira o Haddad parabenizar esse escroto do Bolsonaro. Esse tipo de gente tem que ser trataca como inimiga a ser exterminada. Não são dignos de nenhum tipo de tratamento humano.

  14. Haddad não cansa de levar no

    Haddad não cansa de levar no lombo.

    Mendigou atenção de FHC, Joaquim Barbosa, Janot, etc. Rapaz, o Haddad estava perdido.

    O que salvou o PT foi a militância aguerrida que, muitas das vezes, não é petista.

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome