Cemig tenta recuperar licitação de usinas em Minas

Usina Três Marias, no Rio São Francisco
 
Jornal GGN – O presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos, quer recuperar o parque gerador da estatal mineira e ter o controle da operação das barragens localizadas nos rios do estado. Na próxima quarta-feira (25), a estatal participa do leilão promovido pelo Governo Federal que vai relicitar 14 usinas.
 
Uma das negociações de retomada é da Usina Três Marias, no Rio São Francisco, construída há 50 anos. De acordo com a estatal, ela é necessária para a manutenção da vazão do rio para o Nordeste, principalmente em época de seca, como a atual. “Temos capacidade organizacional para fazer o manejo dessas usinas. Não só no manejo da geradora, mas no manejo das barragens, que é fundamental. Uma barragem como Três Marias, por exemplo, envolve toda a comunidade dessa região”, defendeu o presidente Mauro Borges.
 
Reuniões do Ministério de Minas e Energia com o governo estadual negociam a possibilidade de a Cemig recuperar parte dessas usinas. Para o diretor de Relações Institucionais e Comunicação da estatal, Luiz Fernando Rolla, o leilão que ocorre na próxima semana é importante, principalmente pelo pagamento da bonificação de outorga das usinas, introduzido este ano. 
 
De acordo com ele, a medida provisória possibilitou as renovações das concessões que envolviam um contrato de prestação de serviços para operação e manutenção. “Agora, não só haverá esse contrato como também o compromisso de investimentos em melhoria nas usinas e o pagamento de outorga. Três componentes que, ao preço estabelecido pelo governo federal, tornaram o leilão economicamente atrativo à Cemig”, disse o diretor, durante a divulgação dos resultados do terceiro trimestre de 2015. 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora