O futuro da energia nuclear

Do Canal GEE

No Energia Agora, Ronaldo Bicalho, Professor e Pesquisador do Grupo de Economia da Energia, fala sobre:

os problemas específicos da indústria nuclear para ampliar sua participação na matriz energética mundial;

o espaço da ampliação do nuclear na matriz energética mundial a partir da evolução do trade-off segurança energética versus mudança climática;

as possibilidades de expansão do nuclear na matriz energética brasileira a partir da evolução da transição elétrica em curso no país.

Parte 1:

https://www.youtube.com/watch?v=tstt6WnB2ZY]

 

Parte 2:

Parte 3:

[video:https://www.youtube.com/watch?v=Ju6zt7xKgIk

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Alguém tem informações sobre

    Alguém tem informações sobre 08 de outubro de 1986? Nesse dia, segundo essa página do site Terra (http://noticias.terra.com.br/interna/0,,OI112091-EI1411,00-Fatos+historicos+do+dia+de+outubro.html), houve um vazamento de 22 mil litros de água radioativa (trítio?) de Angra I, e isso foi “escondido da sociedade por um tempo”.

    É a transparência típica do setor nuclear, só ver Fukushima despejar 400 toneladas de água altamente radioativa no oceano (com consequências funestas para a fauna marinha – http://www.cbc.ca/news/canada/british-columbia/sea-star-wasting-syndrome-sees-mass-die-off-of-starfish-along-b-c-coast-1.3036956) e ninguém ser punido.

  2. Sem debate, carvão vence! simples assim!

    Faltou abordar as OPÇÕES  geração nuclear.

     

    Esse é o ponto de IGNORÂNCIA!

    Falta DIZER que é nuclear OU Carvão e outras combustões.

    Enquanto este não for O Assunto, o pessoal fica no sonho de TER OPÇÃO a geração nuclear. Acham que o momento da DECISÃO ainda não chegou.

    Bom, com recessão, não chegou mesmo mas se tudo tivesse dado certo… sem debate…seria o que é HOJE, carvão!

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome