Ataque a tiros em um bonde na Holanda deixa diversos feridos

A polícia não descarta motivações terroristas. “Tiros foram disparados contra um bonde e várias pessoas ficaram feridas. Helicópteros estão no local e nenhuma prisão foi feita ainda”, disse o porta-voz

ROBIN VAN LONKHUIJSEN/ AFP/ VIA GETTY IMAGES
por Ana Beatriz Rosa
Ataque a tiros em um bonde na Holanda deixa diversos feridos
do HuffPost

Pelo menos 3 pessoas morreram e diversas ficaram feridas em um ataque a tiros dentro de um bonde na área central de Utrecht, na Holanda, nesta segunda-feira (18). O suspeito de ter feito os disparos ainda não foi identificado.

“Tiros foram disparados contra um bonde e várias pessoas ficaram feridas. Helicópteros estão no local e nenhuma prisão foi feita ainda”, disse o porta-voz da polícia, Joost Lanshage.

O incidente ocorreu na Praça 24 de Outubro e testemunhas afirmaram que o atirador deixou o local de carro.

Ainda não há informações sobre o número de feridos ou as causas do ataque. De acordo com a polícia holandesa, pelo menos uma pessoa morreu.

Os policiais elevaram o nível de ameaça terrorista ao mais alto possível. De acordo com o Coordenador Nacional Anti-Terrorismo, o atirador suspeito ainda não foi preso. A segurança foi reforçada em escolas, mesquitas e locais de transporte público.

O primeiro-ministro Mark Rutte afirmou estar “profundamente preocupado”. A segurança também foi reforçada na sede do governo, em Haia.

Utrecht é a quarta maior cidade da Holanda, com cerca de 335 mil habitantes, e fica a cerca de 40 km da capital holandesa, Amsterdã.

(Com informações da Reuters)

1 comentário

  1. E se fosse comigo?

    Primeiro, que os Espíritos de Luz conduzam as pessoas envolvidas aos seus devidos lugares!

    Segundo, para quem já passou por Guerras, a reação que surge é parecida com a da menina japonesa descrita pelo Wilson Ferreira ( fonte: http://cinegnose.blogspot.com/2018/05/cigarros-e-niilismo-gnostico-no-filme.html )

    “Talvez o ponto alto do filme seja o diálogo que Lucky trava com outro veterano de guerra, fuzileiro na guerra do Pacífico contra os japoneses. O veterano descreve o espanto de, no meio da morte e devastação em uma aldeia, encontrar uma menina que sorria de orelha a orelha como se estivesse feliz com a chegada dos soldados americanos.

    Mas Lucky é direto, resistindo a encontrar qualquer positividade na existência: ‘ela era budista. Ela achava que seria morta também. Estava apenas sorrindo para o destino dela!’.”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome