A narração elaborada pela PF para conectar sítio de Atibaia e triplex no Guarujá

 
Jornal GGN – Para dois depoimentos de igual peso no âmbito da Operação Lava Jato – o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o do ex-diretor da OAS Paulo Gordilho – a Polícia Federal além de conceder veracidade apenas ao último, o usou para afirmar que Lula mentiu.
 
A Polícia Federal da força-tarefa de Sérgio Moro não acreditou que Lula desconheça o tal executivo, então diretor de Empreendimento da empreiteira investigada. Durante a condução coercitiva, no dia 4 de março, em que o ex-presidente foi obrigado a prestar depoimento no Aeroporto de Congonhas, os investigadores questionaram:
 
– O senhor conhece o senhor Paulo Gordilho, ex-diretor da OAS Empreendimento?
– Por nome não, mas…
– Não? O Paulo Gordilho, não?
E Lula fez sinal negativo com a cabeça.
 
Esse trecho em que o ex-presidente não afirma que desconhece o investigado, mas que não se lembra “por nome” foi suficiente para os investigadores sustentarem que Lula mentiu, o que seria uma “contradição” e que para a Polícia é “possível notar que havia alguma relação de proximidade entre Paulo Gordilho e o ex-presidente Lula”.
 
O mencionado executivo seria um dos interlocutores da OAS para as reformas no sítio de Atibaia, segundo a tese da Lava Jato. Ele teria se reunido com Lula e dona Marisa, além do próprio ex-presidente da empreiteira, Léo Pinheiro, “para tratarem de assuntos de arquitetura relacionados a casa e na lagoa que está vazando”.
 
As aspas são de mensagens apreendidas pelos investigadores no telefone de Gordilho, com sua filha Isnaia. Nelas, o empresário informava que iria à Atibaia em um churrasco que seria “na fazenda de Lula” e que estariam presentes Léo Pinheiro e o ex-presidente.
 
Também faz referência a um encontro futuro com dona Marisa “para tratarem dos mesmos assuntos”. E foi um suposto desentendimento entre o ex-presidente e a ex-primeira dama que faz a PF chegar a uma conclusão:
 
“Dessa forma, as mensagens demonstram a atuação de Paulo Gordilho, e consequentemente da Construtora OAS, em obras realizadas no sítio em Atibaia/SP, indicando ainda a ciência por parte do ex-presidente Lula acerca do assunto, pois em certo trecho da conversa Paulo Gordilho escreve ‘Ele quer uma coisa e Marisa quer outra e lá vai eu e o Léo dar opinião’, além de citar o encontro entre os mesmos”, disse a PF.
 
Os trechos não comprovam que o ex-presidente seja dono do imóvel em Atibaia, mas as ilações e sustentações são garantidas em todas as 22 páginas da PF em relatório de análise, dentro dos autos que tramitam contra Lula a respeito do sítio e também do apartamento triplex no Guarujá.
 
A narrativa desenhada pelos investigadores nesse documento se justifica porque Paulo Gordilho seria uma das únicas pontes que poderiam conectar as obras realizadas no sítio e o apartamento da OAS no Guarujá com o ex-presidente, na tentativa de criminalizá-lo.
 
Após todo o emaranhado de teses com poucas provas materiais, a PF conclui que as mensagens capturadas apontam “a participação de Paulo Gordilho, Léo Pinheiro – e consequentemente da Construtora OAS – em projetos de cozinha instalados em imóveis localizados nas cidades do Guarujá e de Atibaia, ambos no estado de São Paulo, fazendo referência, possivelmente, ao sítio em Atibaia e ao apartamento 164-A localizado no Condomínio Solaris no Guarujá”.
 
Para a defesa do ex-presidente, a tentativa da Lava Jato de criminalizar Lula se tornou uma “obsessão”.
 
Leia a íntegra da nota enviada pelo advogado Cristiano Zanin Martins: 
 

“O ex-Presidente Lula e seus familiares não são proprietários de qualquer imóvel no Edifício Solaris, no Guarujá, ou em Atibaia. Os imóveis pertencentes a Lula estão devidamente declarados à Receita Federal.

A obsessão da Lava Jato em tentar incriminar o ex-presidente e atacar sua reputação e de seus familiares faz com que os investigadores se valham de procedimentos ocultos e de seguidos vazamentos de questões absolutamente irrelevantes, gastando tempo e recursos públicos do Estado.

No dia 4 de março de 2016 Lula foi conduzido coercitivamente sem ter sido intimado, medida sem previsão na legislação brasileira, para depor no aeroporto de Congonhas. Perguntado sobre o nome de Paulo Gordilho, entre muitos outros nomes, respondeu “por nome, não”. O ex-presidente não é obrigado a recordar o nome de todas as pessoas que já tiraram foto com ele.

Depois de concluir uma investigação pública sobre o Edifício Solaris sem identificar um apartamento pertencente a Lula naquele empreendimento, a Lava Jato se vale de procedimentos ocultos e vazamentos em série para continuar o ataque à reputação do ex-Presidente e seus familiares. Os advogados de Lula aguardam decisão do Supremo Tribunal Federal para combater mais essa arbitrariedade da Operação”.

Leia a íntegra do relatório da PF sobre as mensagens do ex-executivo:

35 comentários

    • Aprenda a escrever, primeiro.

      Segundo a CF Brasileira, TODOS são inocentes até que o acusador, no caso o Estado-acusador prove o contrário. Portanto Lula é inocente, até que se apresentem provas de que ele tenha cometido algum crime. Lembre-se de que indícios NÂO SÃO provas.

      Dito isso, o missivista há de se lembrar que o relatório da PF que havia sido (com S e não C) divulgado não continha qualquer indiciamento ou atribuição de crime a Lula ou à família dele. O relatório vazado (crime continuado cometido pela ORCRIM da Farsa a Jato, que elegeu os veículos do PIG/PPV como escoadouro) ao ‘estadinho’ e divulgado hoje é outro.

       

  1. A ORCRIM só pára se prender ou matar Lula

    Prezados leitores,

    Não é preciso ser formado em Direito para saber que o documento que prova a propriedade de um imóvel é a escritura, devidamente registrada em cartório. Esse documento tem fé pública. Mas os criminosos que compõem a ORCRIM da Farsa a Jato fingem desconhecer a Lei, da qual deveriam, por ofício, ser fiscais e aplicadores.

    Lula é o maior líder popular do Brasil desde 1978. Milhares, talvez milhões, de pessoas já tenham estado próximas a Lula, o tenham cumprimentado, tirado foto com ele. Alguns milhares podem ter tido encontros e conversas com ele, inclusive Paulo Gordilho. Mesmo que Lula tenha falado com Paulo Gordilho, e daí? Qual o crime cometido pelo ex-presidente?

    Como tenho dito diàriamente em meus comentários, não podemos mais ser cerimoniosos com os que compõem a ORCRIM da Farsa a Jato. Ploiciais federais, procuradores e o juiz sérgio moro têm de ser chamados pelo que são: CRIMINOSOS.

    • Sem cerimônias.

      Nessa sua linha de narrativa, sem cerimônias, Sua Excelência (com cerimõnia) o Ministro Teori Zavascki é cúmplice (sem cerimônia) ou solidário com a CRIMINALIDADE desenfreada (sem cerimônia) da quadrilha de servidores públicos constituída em Curitiba. Então, hoe, além de já abrigar um DELINQUENTE (sem cerimônia) protetor de bandidos condenados, o STF agora é coiteiro de bandidos do próprio judiciário. Fez bem o Joaquim Barbosa em pegar o seu boné e o seu APÊ em MAIAMI e se mandar, incurso apenas nos CRIMES (sem cerimônia) de ocultação de patrimônio, falsidade ideológica, desvio de função e elisão fiscal (tem mais algum?), e proteger-se do envolvimento com aquela suposta Alta Corte totalmente contaminada e conivente com a ilegalidade.Guardiões da Constituição!! Qua! Qua! Não é de admirar que tanta gente rasgue e pise em cima das letras da desmoralizada Carta Magna, com protetores desse jaez!!

  2. a nova pf

    Os puliça do PF devem ter aprendido os métodos investigativos com o beato dallagnol.

    Na republica de Curitiba os fatos são como revelações da bíblia, uma pagina aberta e a citação de qualquer versículo é a verdade que deve ser ligada ao fato em questão.

    Lembro-me de um gaiato a fazer este mesmo procedimento com uma conclusão inusitada, um trecho do livro sagrado mencionava Judas, a sua traição os trinta dinheiros e o suicídio, em outra abertura de pagina as palavras “vá e faça você o mesmo”.

    Alguém duvida das palavras do Livro Sagrado?

  3. Exercício de imaginação

    Do empório – http://oemporiodocesar.blogspot.com.br/2016/08/exercicio-de-imaginacao.html

    O convênio jurídico-midiático-oposicionista aguarda a decisão final sobre o mandato da presidenta Dilma Roussef, e, enquanto isso, segue firme com o grande plano de inviabilizar uma futura candidatura do ex-presidente Lula. E todos os esforços estarão concentrados não apenas para colocar a sua candidatura na condição de inelegibilidade, mas, sobretudo,
    para colocá-lo na prisão, criando o “registro imagético” – como já nos ensinou Guy Debord no atualíssimo livro “Sociedade do Espetáculo” de 1967 -.  As lentes midiáticas já estão prontas à espera da cena. O criminoso já foi identificado. Basta agora encontrar um crime. 
    Seria tudo muito mais simples se fosse o ex-presidente que estivesse envolvido em algumas dessas situações que este empório, num exercício de imaginação, recorda. Exercitemos, assim,  com sinais trocados, a nossa imaginação:

     

    Empresa de concessão pública paga mensalidade de amante de Lula que vive na Europa.Irmã de ex-amante de Lula é funcionária fantasma em gabinete de senador do PT.Camargo Corrêa constrói pista de pouso ao lado de fazenda de Lula em Buritis. Pista só é usada pela família do presidente.Filha de Lula é sócia do homem mais rico do país.Dona de empresa de e-commerce em sociedade com irmã de Daniel Dantas, filha de Lula expôs dados bancários de 60 milhões de brasileiros.Após processo de privatização do setor petroquímico, filho de Lula vira sócio de offshore sediada no Panamá.Lula tem agropecuária em sociedade com seus filhos em Osasco, cidade sem área rural.Filho de Lula, homem da Disney no Brasil, é proprietário de rádio em São Paulo.Primo de Lula controla quem pode entrar no aeroporto próximo a fazenda do ex-presidente.Deputados confirmam terem recebidos quantia para votarem a favor da emenda da reeleição de Lula.

    Alguns links:
    negócios de família
    se fosse filha do Lula
    delação
    fazenda em osasco
    disneylandia
    em são conrado
    outro

  4. O que Moro e esses calhordas e essas calhordas

    da PF, de toda ela sem poupar ninguém, estão fazendo a testar até que ponto a passividade dos brasileiros chega; com até aqui esse povo tem dado mostras de ser completamente bundão e covarde, eles estão avançando e testando o poder que a mídia e a máfia encastelada nos STFs e MPFs e senados da vida lhe deram.

    Um dia, lá nos idos do primeiro mandato de Lula, eu cheguei (ingenuamente, hoje vejo isso) a acredita na Polícia Federal como instituição séria, hoje não mais acredito, pra mim passou a ser uma milícia fascista que só aponta suas garras na direção do PT ou de pessoas ligadas ao partido.

  5. Como Polícia Judiciária da

    Como Polícia Judiciária da União, a Polícia Federal jamais poderia ser instrumentalizada para fins outros senão os estritamente previstos na CF e na legislação ordinária.  Acredito que muito da autossuficiência da mesma, do protagonismo as vezes até pueril,  foi em parte motivado por um contexto de disputas políticas nos quais até crimes, a exemplo da corrupção, passaram a condição de centrais no debate. Claro que até mesmo por inércia essa distorção também traria para o “palco” os órgãos encarregados de combatê-la. Essa é uma das características, dentre outras, que nos fazem ainda provincianos frente ao países mais avançados. 

    Agentes Públicos nunca, jamais, devem ser elevados a condição de heróis ou mesmo só de diferenciados. Isso não implica que AÇÕES HEROICAS individuais ou grupais não possam ser realçadas e enaltecidas desde que realmente singulares, e não o mero cumprimento do dever funcional. Afinal, eles são pagos para isso. Alguns, regiamente, a exemplo do Judiciário que hoje também em função da politicagem tem alguns dos seus membros alçados ao “panteão” não de heróis, mas de “deuses”. Caso desse Juiz Moro que acaba de receber a mais alta comenda do Exército por…….por…..por quê mesmo? Ah, sim, é o “Juiz da Lava a Jato”. 
     

    E haja estômago para suportar tanta breguice. 

     

     

+ comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome