Carlinhos Cachoeira é novamente preso, por decisão do TRF2

 
Jornal GGN – A Polícia Federal prendeu Carlinhos Cachoeira, novamente, na manhã desta quinta-feira (28), no Rio de Janeiro. A decisão foi da segunda instância, do Tribunal Regional Federal da 2a Região, que decidiu por manter detidos Cachoeira, o empresário Fernando Cavendish e mais três acusados na Operação Saqueador.
 
De acordo com a Procuradoria Regional da República, Monica de Ré, a permanência em liberdade dos acusados apresenta risco de voltarem a praticar crimes. 
 
Do Estado de S. Paulo
 
Por Mariana Sallowicz e Marcia Furlan
 
 

O contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso novamente pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira, 28, no Rio de Janeiro, após a decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) desta quarta, 27, que julgou habeas corpus e restabeleceu a prisão do contraventor, do empresário Fernando Cavendish, dono da Delta, além de mais três acusados. Cachoeira foi levado para presídio de Água Santa, na zona norte.

Cachoeira e Cavendish tinham sido presos na Operação Saqueador, que investiga supostos desvios de recursos de obras públicas, mas tinham deixado o presídio Bangu 8, no Rio, no último dia 11, após conseguirem o direito de cumprir prisão domiciliar. Eles deveriam sair com tornozeleira eletrônica, mas como não havia equipamento disponível, ficaram sob vigilância de agentes federais.

O julgamento do mérito do habeas corpus (HC) foi feito pela 1ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que restabeleceu a prisão preventiva dos acusados. Ele ainda podem recorrer da decisão. Ontem mesmo o juiz Marcelo da Costa Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, expediu novos mandados para a prisão preventiva.

Leia também:  Tribunal de Justiça de SP revoga prisão de mais uma liderança de movimento por moradia

A procuradora regional da República, Monica de Ré, defendeu no julgamento que a permanência dos acusados em liberdade representa risco de voltarem a praticar os crimes. A procuradora reivindicou ainda que os recursos “saqueados dos cofres públicos” deveriam ser devolvidos para “suprir o déficit do Estado do Rio de Janeiro”.

A Saqueador foi deflagrada pelo Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro no dia 30 de junho. A operação investiga supostos desvios de R$ 370 milhões em obras públicas atribuídas à Construtora Delta, que era controlada por Cavendish. Além do empresário, foram denunciadas mais 22 pessoas que estariam envolvidas no esquema de lavagem envolvendo verbas públicas federais.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

7 comentários

  1. Vergonha essa justiça,

    Vergonha essa justiça, condena os pobres, negros e ganha roubou dos cofres públicos R$ 370 milhões pode sair livre com uma tornozaleira e curtir a noite no Rio de Janeiro. O CRIME COMPENSA QUANDO TEM AMIGOS NO JUDICIARIO PARA UM HABEAS CORPUS.

  2. Tadinho do Magistrado

    Nassif: esse Juiz brinca com fogo. Prender Cachoeira e seu bando é provocar a ira de um certo magistrado Superior, mestre em HC Canguru. O homem normal já assusta, imagine zangado. Sem esquecer que, segundo Delcídio, o grupo dos 6 é muito unido. Bateu recurso dos amigos do Demostenes [aquele do DEM] na Casa e as chances de provimento alcança 99,999%. Principalmente se o Cafofo onde estão os meliantes não dispor de frigobar e TV nas celas e piscina para o banho de sol diário. Dizem que o Plin-Plin já foi acionado, via uns delegados federais, para vasculhar a vida do desinfeliz. Se nada descobrirem, inventarão, pois nunca serão alcançados por qualquer medida punitiva. Por isso minha preocupação com esse desavisado magistrado. Tá ferrado. Caiu no bico do corvo. E assim que o impedimento for confirmado, será banido para a Ilha do Diabo, a bem do serviço público. Pois esse Judiciário é eficiente, transparente e implacável com quem o provoca.

    PS.: mas Cachoeira pode safar-se. Numa delaçãozinha, premiada ou não, é só dizer que Lula recebia parte do dinheiro. Prova? Tá querendo muito.

  3. Isto é só para tentar…

    Passar a idéia de que  vão em outra direção, como se não sabíamos da maneira de agir desses pseudo juízes, procuradores, desembargadores, etc.

    Porém , todavia, contudo, não se menciona que Cachoeira era (ou é) amigo do Perillo (só o Lula tem amigo). E que o Cavendish fez diversas obras no estado de ….. SP , claro, além de ser amigo tb do Sérgio Cabral, que como o PMDB/PSDB passaram a ser irmãos desde criancinha. Por isto está protegido por todos . Principalmente pela nossa queridíssima mídia.

  4. Vida ingrata.O ex Senador

    Vida ingrata.O ex Senador Demóstenes Torres foi cassado e cumpre um auto exílio em terras Goianas.Carlinhos Cachoeira está a ver o sol nascer quadrado.E o Caneta por onde andas?Eu respondo: O melhor controle para a mídia é o controle remoto.Na mosca.

  5. Perdão.Em adendo a meu

    Perdão.Em adendo a meu comentário anterior,o Editor do Blog,em dia de rara inspiração,fez publicar o antológico “Esqueçam o Policarpo,o Negócio é com Roberto Civita.”Esse foi desta para uma melhor.E continuamos com a toada mais triste que ouvi na minha vida.O melhor controle para mídia é o controle remoto.Confesso aos pés da Santa Cruz,quando ouço ou me lembro disso,entro imediatamente em estado de profunda melancolia.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome