Dirceu deve se entregar à polícia até 16h de hoje

"Como sempre José Dirceu respeitará a decisão e se entregará espontaneamente", disse a defesa do ex-ministro

Foto: ABr

Jornal GGN – O ex-ministro José Dirceu tem até às 16h desta sexta-feira (17) para se apresentar à Polícia Federal de Curitiba. A determinação é do substituto na Vara Federal de Curitiba, Luis Antonio Bonat, para o cumprimento da pena de 8 anos e 10 meses de prisão, após a segunda instância rejeitar o recurso de Dirceu.

Apesar de ser uma determinação do juiz de primeira instância, a decisão não partiu de Bonat, que apenas fez cumprir a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que havia negado o recurso de Dirceu contra a condenação e havia solicitado “a imediata expedição de ofício ao MM. Juiz Federal para que inicie a execução provisória da pena”.

“Por fim, expeça-se, conforme determinado pelo Egrégio Tribunal Regional Federal da 4ª Região, mandado de prisão em face de José Dirceu de Oliveira e Silva, para início do cumprimento provisório da pena, e encaminhe-se à autoridade policial para cumprimento”, despachou o juiz.

O ex-ministro tem até as 16h do dia de hoje para se apresentar à Sede da Polícia Federal em Curitiba. Somente em caso de Dirceu não se apresentar, é que o juiz determinaria uma medida provisória por parte dos policiais.

Entretanto, a defesa do ex-ministro já havia informado que irá se entregar: “Como sempre José Dirceu respeitará a decisão e se entregará espontaneamente”, disse o criminalista Roberto Podval, defensor de Dirceu.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Delação Premiada, um instrumento de Justiça?, por Beatriz Conde Miranda

1 comentário

  1. Vocês são mansos demais e é por isso que o Brasil está na situação atual… Não se deve respeitar decisão de “tribunal” de república bananeira.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome