Jandira: Thompson politizou a justiça ao impedir soltura de Lula

Lourdes Nassif
Redatora-chefe no GGN
[email protected]

Foto: Arquivo Jandira Feghali

 

do Portal Vermelho

Jandira: Thompson politizou a justiça ao impedir soltura de Lula

Para a deputada Jandira Feghali (PCdoB), o presidente do TRF-4, Thompson Flores, politizou a justiça e descumpriu a Constituição. Ela ainda destacou que “o ex-presidente Lula ficou sequestrado o dia inteiro com a liberdade na mão”.

“Essa decisão que o presidente do tribunal – que a mídia está se utilizando para dizer que era para dirimir dúvidas de duas opiniões do TRF-4 – não é verdadeira. Não era para o presidente do tribunal arbitrar nada, até porque a posição do Gibran Neto não é uma posição a ser considerada com um tribunal em recesso. A única posição a ser considerada era a do desembargador [Favreto] de plantão, ele sim é a autoridade judicial”, falou a deputada em vídeo publicado nas redes sociais.
Jandira ainda frisou que Gibran Neto não deveria ter dado nenhuma opinião, pois o tribunal está de recesso, ou seja, Gibran estaria de férias assim como Moro. 

Ela destacou também que “a Polícia Federal descumpriu a decisão judicial e agora, o desembargador Thompson trabalhou politizando a justiça e descumprindo a Constituição e uma decisão da justiça que era correta”.

Segundo a deputada, a grande mídia nunca favoreceu o Estado Democrático de Direito e ainda apoiou o golpe que ficou claro após as manobras deste domingo.

“O que nós vimos hoje foi o desmascaramento do golpe que mostrou a falta de imparcialidade. O ex-presidente Lula ficou sequestrado o dia inteiro com a liberdade na mão”, disse Jandira.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Desde o começo foi politizado

    Só agora os petistas estão se dando conta de que os julgamentos são politizados, tenha dó…

    E digo mais, este é um jogo totalmente combinado, fizeram que soltavam o Lula, para não soltar e poder assim brincar com o sistema nervoso da esquerda. Eles não vão soltar ele assim tão fácil, e se soltarem, será depois das eleições. Mas duvido mesmo desta hipótese, pra mim não soltam o Lula de jeito nenhum. 

    É como o jogo de gato e rato. Faz que solta o rato, pra pegar de novo antes que ele fuja. 

    Provavelmente fizeram isto para manter acesa a esperança dos petistas de que Lula possa se candidato, só que não. Pois a direita quer mesmo que Lula mantenha sua candidatura até o final, para… no dia da votação, 30% dos eleitores que queriam votar em Lula, descobrirem que o nome dele não está na urna, então os eleitores de Lula votarão em branco e não vão atrapalhar a eleição dos candidatos da casa grande. 

    Assim que a casa grande percebeu que Ciro Gomes cresce nas pesquisas, eles tentam reacender a esperança de Lula, para que Ciro não cresça demais. . Já imaginou se Ciro crescer demais e ultrapassar o próprio Bolsonaro, que é eleito pelo mercado? A casa grande quer qualquer coisa, menos Ciro no Planalto, pois sabem que ele não é entreguista e é inteligente o suficiente para ser um bom adversário dos inimigos do país.

    Eles querem é dividir as esquerdas, e pelo jeito vão conseguir isto com sucesso. 

     

    1. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

      Zé, a Jandira é deputada pelo PCdoB. Sua frase então deveria ser, “só agora os pecedobistas estão se dando conta”, etc.

  2. 200 milhões reféns de um

    200 milhões reféns de um grupinho de 2 mil? Serão em quantos, eles? Dá prá identificar quem é quem no judiciário.. e no exército? Serão muitos? Tem armas? Tem poder? É isso ai, a realidade que esfregam na nossa cara é necessidade irreconciliável de uma revolução. Que caia a ficha! E comece o forró..

  3. Quanta inocência

    Quanta inocência Jandira….

    Não foi ontem que Carlos Thompson Flores Lenz politizou a justiça. Ele exerce o comando operacional do golpe no judiciário desde o início. Ontem rasgou a fantasia e saiu pelado pela avenida. Se engana muito quem pensa que moro comando o golpe no judiciário. Moro e o resto da força tarefa da CIA na lava jato são apenas os sicário do golpe. O comando do golpe está fora do país e o coordenador operacional no judiciário é o presidente do trf-4, desde o início deste processo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador