Moro interrompe defesa, mas Meirelles nega envolvimento de Lula em corrupção

Jornal GGN – O juiz Sergio Moro entrou em colisão com a defesa de Lula mais uma vez, nesta sexta (10), ao impedir que o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, presidente do Banco Central durante os dois mandatos presidenciais do petista, respondesse se o governo Lula foi bom para o País ou se estava ocupado com desvios em nome do partidos e aliados.

Durante a audiência do caso triplex, em que Lula é acusado de receber vantagens indevidas da OAS, Meirelles disse que sua relação com o ex-presidente sempre foi “focada na política econômica e nessa relação nunca identifiquei nada que pudesse ser identificado como algo ilícito.”

Sobre a acusação de que Lula comandou um grupo político que desviava dinheiro de estatais para compra de apoio parlamentar, Meirelles respondeu que nunca teve conhecimento de que isso fosse verdadeiro. Ele ainda disse que em nome do Banco Central, teve vários encontros com parlamentares, mas sempre para falar de assuntos institucionais.

“Pelos elementos que o senhor tem, o governo do presidente Lula trouxe benefícios ao País, não foi um governo que tenha buscado benefícios pessoais para os governantes e pessoas do alto escalão”, indagou Cristiano Zanin. 

Foi quando Moro interrompeu e disse que a pergunta estava indeferida. “Não é apropriado perguntar a opinião da testemunhas. Ela responde sobre fatos, apenas”, afirmou o juiz.

Zanin rebateu: “Eu louvo o indeferimento e gostaria de fazer o registro que este critério se aplique também a todas as perguntas feitas. Ouvimos 69 testemunhas e diversas vezes a defesa fez impugnação [de perguntas do Ministério Público ou do próprio Moro] justamente com base nesse critério ora adotado por vossa excelência.”

Leia também:  Impasse pode levar processo contra Lula à prescrição

“Parece que a defesa faz propaganda política do governo anterior”, respondeu Moro. “Não é apropriado. Aqui existe objeto de acusação bem delimitado”, explicou.

“Propaganda plítica não estou fazendo até porque sou advogado e a mim não cabe fazer nenhuma consideração de natureza política. Só estou enfrentando a acusação difusa que o Ministério Público lançou nos autos”, devolveu Zanin.

Meirelles encerrou reafirmando que nunca teve “conhecimento de algum fato concreto que pudesse identificar uma organização criminosa que tivesse Lula como comandante.”

Ao final da audiência de Meirelles, Moro ainda brincou dizendo que de sua parte, ele só tinha interesse em ouvir o ministro a respeito da economia nacional. “Sei que o tempo de vossa excelência é muito valioso, mas o juízo não tem perguntas a vossa excelência. Tenho perguntas sobre economia, mas não o momento apropriado. Está fora do objeto do processo. Deixemos para outra oportunidade, eventualmente.”

Em nota à imprensa, a defesa de Lula disse que ficou surpresa com a posição do juiz. 

“A contraposição da realidade exposta pela testemunha à tese central da acusação levou o juiz a cair em contradição com posições que manteve anteriormente. Neste caso, Meirelles estava depondo sobre fatos, mas o juiz invocou o artigo 213 do Código de Processo Penal – a testemunha não pode dar impressões pessoais – para impedir que se materializasse um argumento favorável à defesa, vindo de uma figura pública que ainda ocupa posição de notoriedade. Essa limitação legal sempre foi cobrada pela defesa ao longo das oitivas das 68 testemunhas anteriores, sendo sempre rechaçada”, ressaltou.

Leia também:  Jaques Wagner defende reforma geracional no PT e mais independência de Lula

“Houve claro objetivo de interromper uma arguição pertinente e favorável, num notório desrespeito ao trabalho da defesa. Há uma clara opção de ofuscar os sólidos argumentos que a defesa leva ao processo com incidentes periféricos gerados pelo juiz”, acrescentou.

https://www.youtube.com/watch?v=Z00MpcMB7Vc]

O ex-ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Luís Fernando Furlan também foi convocado pela defesa de Lula para falar da relação do petista com empresário. Furlan disse que “que toda as missões empresariais foram concebidas dentro da estratégia de promover o Brasil como destinatário de investimentos e abrir espaço ao comércio com novos países.” 

Questionado sobre se eventualmente identificou ilegalidades na relação de Lula com empresários, Furlan disse desconhecer fatos que ensejem essa acusação. Disse que Lula sempre teve conversas de interesse do País. O próprio ex-ministro promoveu encontros em sua casa para falar de desenvolvimento.

[video:https://www.youtube.com/watch?v=oVZhEhk4L2I

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

27 comentários

  1. Ou esse juiz não tem bom intelecto

    ou se faz de sonso. Caiu na pegadinho do advogado do Lula e fez que não entendeu ou não entendeu, mesmo. Sei lá…

    • Ninguém cumpriu um diazinho

      Ninguém cumpriu um diazinho de pena por 64 ou por qualquer coisa feita na ditadura. Vamos esperar sentados.

  2. Esse juiz de exceçao não tem
    Esse juiz de exceçao não tem clareza se comete excessos, então que algum psicanalista que trata de egos doentios o esclareça

  3. Como escreveu no jornal Folha

    Como escreveu no jornal Folha de São Paulo, o professor emérito da Unicamp, Rogério Cezar: Moro um juiz absolutamente parcial a serviço da classe dominante. 

  4. e o idiota do menino moro estacionado no triplex

    Menino moro do estado agrícola do sul, larga mão de demonstrar mais burrice daquela que te é natural.

    O teu libelo da condenação do grande Presidente Lula está consolidados com provas de versículos bíblicos sempre mal interpretados, larga mão de quer ser o rei dos palhaços na lona judiciária.

    O sistema a ti e ao menino pobre afro descendente te entregou um script, limitaram o teu voo como o da galinha, curtinho curtinho.

    Definiram-te a investigação limitada ao PT e o seu governo, oras eu pergunto, qual magistrado que tem por obrigação a defesa do estado aceitaria fechar os olhos para a sujeira que não é de interesse do sistema?

    Tenha como certeza cartesiana: o sistema depois do serviço sujo do qual fostes encarregado e que você e o outro menino pobre afro descendente tentaram executar com sangue vertendo pelos olhos, o sistema te esquecerá, negará a tua existência e te culpará do desastre provocado caso sobre algo na terra de santa cruz.

    Que Miami te seja leve otário.

  5. Parece uma louca teoria da conspiração…

    Creio que a CIA (SAD/SOG) acertou um compromisso para que o juizeco destrua politicamente Lula, ou ele mesmo, juizeco paranaense, pagará com a própria vida, caso este aparato judicial bananeiro não consiga anular politicamente Lula .

    Os assessores de Lula precisam ficar em alerta para que não aconteça aqui no Brasil o que ocorreu na Argentina, quando um procurador (Alberto Nisman) que perseguia a Cristina Kirchner foi assassinado e os opositores de Cristina utilizaram o assassinato para derrota-la eleitoralmente . 

    Tomara que ao final de tudo isso não ocorra derramamento de sangue .

     

  6. Bom lance de Zanim. Ele fez

    Bom lance de Zanim. Ele fez uma pergunta estrategicamente pensada já esperando a intervenção do verdugo tucano.

    É gozado o SavonaMoro se preocupar com perguntas fora dos autos, uma vez que ele mesmo já fez uso desse tipo de pergunta, quando indagou Tarso Genro sobre se o PT havia ou não punido José Dirceu e Delúbio no caso do mensalão.

    Mas como a tônica é relativizar tudo, o togado bicudo, na sanha condenatória, se esquece desse detalhe autocomprometedor.

    Relembrando:

    Tarso desmente tese contra Lula e Moro apela para Mensalão

    http://jornalggn.com.br/noticia/tarso-desmente-tese-contra-lula-e-moro-apela-para-mensalao

    • Caipirão togado

      É um caipirão togado e deslumbrado rumo ao precipício, onde outros já cairam, cego que está pelas luzes dos holofotes que o bajula até perder a serventia, Por onde andam o joaquim capitão do mato, o arthur valentão, o estêio das vassouras demóstenes, e outros ex astros glomerdais?

  7. Quando vocês vão se cansar

    Quando vocês vão se cansar desse teatro? Não entenderam ainda que a justiça brasileira não existe mais, se algum dia existiu? Não entenderam ainda que ao invés de ficarem brincando de “justiça” vocês deveriam liquidar Sérgio Moro e os outros conspiradores?

  8. Está escrito na Bíblia algo

    Está escrito na Bíblia algo assim: “sejas quente ou frio, porque se fores morno eu te cuspirei da minha boca”. Esse ministro Henrique Meirelles é um frouxo, um covarde, sem honra. Se fosse homem e não um arremedo teria sido enfático nas suas respostas, ou então acusado o presidente Lula. Preferiu fazer um depoimento envergonhado,acovardado, indigno. Confirmou que Lula é honesto e honrado, mas com medo da reação de seus atuais pares no Planalto, o fez com a covardia dos que entregam a prória mulher e as filhas para salvar a sua pele. É mais um escroto, entre tantos que vemos nestes dias de homens e mulheres sem honra até na OAB e no STF.

    • Exatamente

      Exatamente, pensei o mesmo quando assisti as suas declarações ressabiadas e covardes de um Pôncio Pilatos. No final ainda gesticulou com as mãos louvando o Moro a fim de extrair dividendos políticos junto à direita raivosa, já que possui pretensão política caso seu plano ecônomico surta algum efeito até as próximas eleições… É um pulha!

  9. Entender, entendeu, mas, como

    Entender, entendeu, mas, como seu juízo de política-exceção tem o respaldo dos desembargas quartanistas, não vem ao caso. Só espero – ainda – estar presente quando essas mentiras ora empilhadas vierem a furo.

  10. Queria muito de saber quais
    Queria muito de saber quais seriam as perguntas sobre ‘economia’ que o moro gostaria de fazer ao Meireles! Imagino o que alguém que não distingue ‘câmara’ de ‘câmera’ tem a perguntar sobre economia… É o país da piada pronta!
    Isso sem contar com a atitude sabuja diante do ministro da economia!

  11. Fim da validade

    Sem novidades para distrair a corte, ele percebe a queda de prestígio e começa a se desesperar.  

    Ele também já imagina, que, muito em breve, estará abandonado, perdido e à deriva, no imenso mar das celebridades efêmeras.

  12. Justiça

    Nunca houve uma batalha semelhante na história deste país. O seu fim quem viver verá. Nas devidas proporçoes é o poder político enfrentando o poder do Estado numa democracia, mesmo que capenga.

    • Batalhas

      São várias batalhas:

      Juíza determina que PT tire do ar entrevista crítica a Alexandre de Moraes

      “O texto, publicado quando Mores ainda estava no ministério, dizia ainda que “o atual ministro golpista da Justiça” tinha, na opinião de Aragão, “histórico de arbitrariedades” e “de conchavos com setores que são de alto risco para a sociedade, como a facção criminosa Primeiro Comando da Capital, o PCC”.”

  13. Armaram uma arapuca violenta
    Armaram uma arapuca violenta contra Lula para ser condenado, não precisa de provas nenhuma. A maior parte dos juízes odeiam Lula por puro preconceito, e eles não querem saber de Lula ou o PT ganhar eleição, não aceitam de forma nenhuma que o Brasil seja novamente governado pelo PT, e por Lula. O fato de juízes que deveriam impedir e punir os abusos do juiz Moro esse tucano que um dia tem que ser investigado ter sua vida devassada pra saber o que está por trás dessa verdadeira caçada e dá destruição que está causando nas empresas nacionais. Esses juízes e tribunais todos estão comprometidos em eliminar Lula, não existe prova de crime mas quando o juiz quer, a mídia quer , e adireita quer, ele passa por cima da lei e faz o que quer, sabe que não será punido. Temos que deter esses criminosos togados.

    • O tempo dirá

      Pode não ser punido agora, mas tenho absoluta certeza que irão pagar pela sacagem que estão fazendo com o Lula e pior, com o Brasil e seu povo. Não só esse caipíra togado, mas a mídia canalha  que o protege.

  14. Visão

    E ele afirma que não vê nada disso. A aversão a Lula é tão grande que ele nem percebe a ausência de equilíbrio na condução dos processos contra o ex-presidente. Falta-lhe humildade para um exame de consciência.

    • Deste ponto de vista, o juízo
      Deste ponto de vista, o juízo é só soberbo e ignorante quanto às leis, quando na verdade, por ser braço do golpe, às usa ao seu favor.

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome