Moro manda destruir provas da Vaza Jato e Marco Aurélio diz que só Judiciário pode dissolver mensagens

"Moro informou durante ligação que o material obtido vai ser descartado", confirmou presidente do STJ, um dos hackeados

Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jornal GGN – O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, um dos principais implicados nas mensagens capturadas e vazadas ao jornal The Intercept Brasil, pediu nesta quinta-feira (25) para que o material capturado pelo suposto grupo de hackers, presos na Operação Spoofing, seja destruído.

Segundo informações do Congresso em Foco, a informação foi repassada pelo próprio Moro ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, que também teve o celular invadido.

“O ministro Moro informou durante a ligação que o material obtido vai ser descartado para não devassar a intimidade de ninguém”, confirmou Noronha, logo após receber a ligação de Moro.

O ministro do STJ disse ainda que “as investigações sobre o caso são de responsabilidade da Polícia Federal, a quem cabe responder sobre o caso”, ao mesmo tempo ele não quis conversar com jornalistas sobre as investigações em curso.

Além de Moro, os procuradores da Lava Jato e Noronha, foi confirmado ainda que o grupo teria invadido os celulares da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM/AP), e de ministros do Supremo Tribunal Federal. O celular do presidente Bolsonaro também teria sido invadido.

A colunista da Folha de S.Paulo, Mônica Bergamo, divulgou no início desta noite que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, disse que apenas o Judiciário poderá determinar se as mensagens apreendidas com os hackers serão ou não destruídas.

“Cabe ao Judiciário decidir isso, e não à Polícia Federal”, afirmou o magistrado sobre a informação de que Moro teria comunicado autoridades para eliminar o material.

Leia também:  Para aliados de Aras, decisão de Toffoli é benéfica para PGR

“Há uma responsabilidade civil e criminal no caso de hackeamentos que precisam ser apuradas”, completou Marco Aurélio Mello. O caso está na 10ª Vara Federal do Distrito Federal, sob a supervisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira.

“Desde o início, Moro e Deltan fizeram todo o possível para impedir que as pessoas vissem as provas de que nosso material é autêntico – incluindo apagamento de seus próprios telefones sem salvar (!) – e agora estão fazendo isso. Como isso não é suspeito”, escreveu Glenn Greenwald.

“Sérgio Moro está com a faca no pescoço da República. Só ele conhece o conteúdo hackeado dos celulares. Cada vez que ele avisa a um poderoso que seu celular foi invadido, é como se dissesse: “Fique tranquilo, não deixarei que nada vaze. Mas agora conheço seus segredos”, destacou Noblat.

“É inacreditável! Em que Estado de Direito uma pessoa que está envolvida diretamente com os fatos investigados – sob suspeita de ter cometido crimes no exercício de suas funções como juiz – pode determinar a destruição de provas que podem comprovar os seus atos ilegais?!”, questionou o deputado federal Paulo Pimenta (PT).

Leia também: Mensagens do hacker de Araraquara eram postadas de Brasília desde o dia 15 de julho

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

24 comentários

    • Concordo com o Luiz Carlos Garcia, essa destruição prematura é para dar legitimidade a armação perpetrada com ladroes de galinhas.

  1. De um dos mais importantes jornalistas do país, Bob Fernandes.
    Por que o Glenn não chamou ainda jornalistas experientes como ele e Nassif para orientar essa molecada que está verificando as mensagens? Acho, pessoalmente, que é para evitar o uso de seus conhecidos talento e profissionalismo, e tendência progressista, como álibi da direita, e como já são críticos do estado de exceção, sacrifica-se o que poderiam oferecer como jornalistas para obter sua validação como analistas independentes e desvinculados do trabalho de divulgação original. Entendo, e até concordo, mas é uma pena danada um material como esse ficar à mercê de gente da mídia golpista, à exceção do The Intercept Brasil. Talvez estejam guardando o melhor para os melhores, espero.

    Canal Bob Fernandes – Conversas entre Moro e procuradores existiram. Diz hacker acusado de interceptar mil telefones
    https://www.youtube.com/watch?v=17TKEIu3gds

    Sampa/SP, 25/07/2019 – 20:52

  2. Apenas mostra que era o juiz que não gostava de provas e agora é o ministro que não gosta de justiça. Realmente não tem vocação para andar direito, o que não é nada estranho na moderna direita brasileira

  3. Vai ver que esse raqui não é o raqui Qual foi a data que ele começou a raquiar? Raqueou de dispositivo fixo ou móvel. Se móvel qual o chip,? Qual imei,? Qual provedor? Destruição de provas não é crime?

  4. Basta lembrar da dita reforma que o triplex sofreu, e que o MTST mostrou ser mentira.
    Ele não tem nada, e tá jogando o verde para colher maduro.
    É um canalha cujo principio é obedecer na continuidade do golpe.
    Os hackers são tão falsos como as provas que ele quer destruir.
    Marco Aurélio deu uma rasteira fenomenal no Moro, nada de destruir a prova.
    O resto agora é ver como se desenrolará.
    Haja coração. Haja losartana.

  5. Farão de tudo para não sofrerem mais uma derrota humilhante de Lula. Sabem que se a verdade for oficialmente revelada e comprovada, além de soltar Lula terão que indenizá-lo e fazerem companhia a Eduardo Cunha, Sérgio Cabral, entre outros. Para isso será preciso entrar em campo com “essa porra”, com supremo e tudo, parte 2. Mais atualizada que a anterior, a nova “essa porra 2” deverá contar com a PGR, STJ, entre outros buchas. A que ponto os golpistas chegaram: largaram a nossa PF nas mãos de irresponsáveis que se submetem a todo tipo de chantagem para salvar cabeças já degoladas, para participarem da grande farsa que só faz desmoralizar muito mais do que já estava, a polícia federal. Está tudo dominado e apenas as forças divinas e o povão é que poderão dar conta de extirpar todos que se sujam na imundície fétida que construíram e se tornaram prisioneiros e escravos.

  6. Canhestro……o inquerito policial é para COLETAR provas……e não para destrui-las……..

    Isso vem de um cidadão que se disse magistrado por anos, entenderam, se disse……..

    Como vão formar a culpa dos indiciados destruindo o conjunto probatório?

    Chega a doer na alma essa patacoada……….

    Será que vão internar esses num sanatório tambem?

  7. En passant, Augusto Murro-na-mesa Heleno parece que comeu barriga, de novo.
    Afinal, não é a Abin subordinada ao GSI? E não é a Abin a responsável pela segurança, inclusive de comunicações, do presidente da República e de seus ministros?
    Como se dizia no Rio Grande de antigamente o Heleno é feito punhalada de canhoto, uma encima da outra.

  8. Moro não pode determinar destruição de provas. Só o judiciário tem poder para determinar dissolução de mensagens, segundo o Ministro Marco Aurélio. A situação de Moro é gravíssima. Faz-se necessário a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI para se apurar a conduta e possível quebra de imparcialidade do ex-juiz Sérgio Moro, durante a sua atuação como magistrado nos processos da Lava Jato. Tudo tem que ser apurado e passado a limpo. Doa a quem doer. A lei é para todos. Ninguém está acima da lei, nem o juiz! (Poeta nordestino, de Sousa, no Sertão da Paraíba)😂😂🤣🤣🤩😎✊

  9. Isso tudo é uma “mise-en-scène” armada por moro e Cia. Talvez, a globo, nos próximos dias, entrará de cabeça nessa armação.

  10. Ontem postei um comentário de duas linhas,e volto a repetir:”Nassifão tem 72 horas para publicar um Xadrez para decifrar essa verdadeira Operação Tabajara Paraguia protagonizada por o Mister MM(Marreco de Maringá).”Reflexões sem dor:A situação de Moro se complicou e muito,tipo:Se ficar o bicho pega,se correr o bicho come.Tenho para mim que ele está andando no fio da navalha ou do convés,na exata condição que a situação saiu do controle,desde que começaram as mensagens tóxicas(alô Bode da Felha,vazou hem),que tem nos brindado o Gringo de Ouro.Dois colaboradores do Blog evidenciam,ao que parece,tratar-se do binômio Conspiração/Corrupção,engendrada no ventre nos Departamentos de Espionagem Trumpniano.O JN de hoje piscou feio a ponto de ser obrigado de ler uma errata do Gringo de Ouro.Se os meus pensamentos e pendores premonitórios estiveram harmonizados,um cardume de Tubarões Martelo rondam o navio de Moro,e Nassifão só dispõe de 48 horas para joga-lo as feras do mar.

  11. olha aí como é e para que é que se implanta um código nativo em escudos com a função de desviar e destruir informações comprometedoras

    alô PF, nunca ficou tão facinho facinho. desconfie de quem fica bem de kipá

  12. Parece que o Poder Judiciário não quer se arrastado totalmente para dentro desse golpe de estado.
    Já foram o bastante com a cumplicidade na condenação injusta do ex-presidente Lula.
    Talvez, já basta para eles.

  13. Para a banda boa da PF e para ministros como Marco Aurélio, se botar as palavras em ação.
    “Você não merece ilusão, merece samba.” Rs. Merecem sambar na cara do rábula e do Vergonhoso, como nesse clipe BRASILEIRÍSSIMO de Carlinhos Brown. Como dizia um tio querido, malandro é o gato, hahahahaha. Toma mais essa invertida, rábula tão destemido que tem que ir buscar coragem em monumento de pedra dos USA, hahahahahaha. Ai, que tá ficando bom…

    Você Merece Samba – Carlinhos Brown
    https://www.youtube.com/watch?v=9Ad4Pqhkyqw

    Sampa/SP, 26/07/2019 – 00:58

  14. Será que está com medo de algo mais grave que possa compromete-lo ainda mais, porquê esta ânsia de querer destruir as mensagens, muito estranho.

  15. Onde está a Associação dos Delegados da PF, que no governo Dilma, tanto defendiam a autonomia da PF em relação ao Min. Da Justiça?
    Sequer participaram na escolha do Diretor Geral. Todos mudos.
    Por que se calam?
    Por que não preservam o sigilo do inquérito?
    Com que interesses?
    O nome da instituição PF está sendo enlameado.
    Triste ver a polícia judiciária agindo a serviço de um grupo político-partidário.

  16. Criminoso contumaz e confesso. Já deveria estar sendo investigado para as punições cabíveis, nas esferas cível e criminal.

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome