Rodrigo Janot é um narciso, por Ruben Buaer

Por Ruben Bauer Naveira

Comentário ao post “O inquérito da PGR contra Aécio Neves é para valer

Rodrigo Janot é um Narciso, embevecido com a sua própria idealização do que seria um Brasil perfeito.
 
O Brasil perfeito de Janot seria como um Estados Unidos tropical – melhor dizendo, seria como a propaganda que os Estados Unidos apregoam quanto a si próprios (por mais discrepantes disso que de fato sejam): economia aberta, livre mercado, empreendedorismo, meritocracia, compliance, accountability.
 
No seu delírio de onipotência, Janot se viu investido de poderes para operar a erradicação do Mal no Brasil. Não, não é a corrupção, é a esquerda – embora na cabeça preconceituosa de Janot estas sejam sinônimos. Assim, o combate à corrupção foi a roupagem perfeita para o verdadeiro combate, visto como combate ao atraso.
 
Janot agora pode se permitir ferrar Aécio Neves – não porque quisesse fazê-lo, mas para salvar as aparências. Isso porque a tarefa principal já está praticamente concluída: a derrocada do governo Dilma, com a destruição da imagem de Lula e do PT.

 
Até parece que, eliminando-se Lula, Dilma e o PT, se elimina todo o pensamento de esquerda do país…
 
Não, Janot, você não tem poderes para eliminar o sonho que habita dentro de milhões de brasileiros de que esse país vai ser um dia um país justo e cidadão para todos os seus filhos.
 
Você até acredita que um país assim, justo e cidadão para todos, possa ser construído por meio de coisas como compliance e accountability.
 
Não, Janot, não pode.
 
Isso pode até ter funcionado (mais ou menos…) para os Estados Unidos lá a partir do longínquo ano de 1776, mas no século XXI claramente não pode.
 
Milhões de brasileiros compreendem que justiça social e cidadania são construções sociais, ou seja, coletivas, nunca somatório de individualismos. E que a forma dessa construção social se chama Estado.
 
E muitos mais milhões de brasileiros, que carregam no seu sangue o sangue de milhões de escravos (negros e índios) e de explorados e espoliados (brancos também), ao longo de cinco séculos, sabem isso a um nível genético. Sentem isso.
 
Rodrigo Janot, você chutou a tampa da caixa de Pandora que guardava todos os males históricos do país. Desde 1988, estávamos todos tentando avançar, ainda que aos trancos e barrancos, pelo caminho do diálogo e do entendimento mútuo, vulgarmente conhecido como democracia.
 
Agora é tarde, Janot, para tentar colocar essa tampa de volta. Processar ou deixar de processar Aécio Neves não vai mais fazer a menor diferença.
 
Quanta soberba a sua, Janot. E quanto sangue vai passar a ser derramado por causa dela.
 
Que pena, Janot. Que lástima.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fux é eleito novo presidente do STF

23 comentários

  1. Os neo-reacionários do tipo

    Os neo-reacionários do tipo Janot precisam se definir: Ou pelejam a favor da construção de um novo e exuberante Estados Unidos tropical, como era a tese de Carlos Lacerda, ou pelejam pela construção de um estado modesto, dependente e subordinado aos interesses dos Estados Unidos, como é a tese de Fernando Henrique Cardoso. O primeiro caso é uma utopia quimérica, porque a economia aberta com o estado mínimo jamais construirá um novo país como os Estados Unidos, sem firmes e fortes políticas estatais e com cacife de defesa e inteligência capaz de enfrentar um tal cruel concorrente. O segundo caso é mais realista, e muito mais sórdido: Se a elite passa bem, o resto que passe fome, a elite não se identifica com eles, não tem nada a ver com seu destino. E se houver revolta, polícia neles! Então, entre estes, qual o caminho do salvador da pátria Janot, pela direita? O fato é que todos eles ou foram enganados pelo papo gosmento do Wlliam Waack, ou são mesmo cínicos e individualistas no pior dos sentidos.

  2. O caminho não é este

    Não dá para ficar especulando sobre as motivações de Janot nem sua personalidade. Qualquer abordagem séria tem que levar em conta apenas o que é feito e quando é feito (o contexto, a velocidade, a ordem com que é feito). Isto inclui as declarações e as atitudes. É claro que não é para levar as declarações ao pé da letra, porque as entrelinhas, o contexto e os efeitos desencadeados são infinitamente mais elucidativos.

    O desmerecimento de Janot não deve ser via “desqualificações” ou termos pejorativos, podemos e merecemos ser melhores do que isto.

    Quem vive apregoando a desqualificação chula é a direita e acho que não devemos nos igualar à quem não presta.

  3. Ao que parece…

    Janot parece ser o típico brasileiro médio, melhor, medíocre mesmo, que pensa que os EUA são uma maravilha, sem problemas, contradições ou defeitos porque lá o mercado é soberano. Pode-se também dizer que sofre da ilusão dos juristas, a ilusão perniciosa da qual vivem: modelos jurídicos são perfeitos e, se seguidos à risca, trarão o paraíso na terra. O pior: finge não saber que outros inúmeros agentes e influências podem afetar institutos jurídicos, decisões deles decorrentes ou práticas institucionais que eles tentam estabelecer. Além disso, em sua visão sociopata do mundo, confunde honestidade com direita, desmando com esquerda; típico de juristas do século XIX (nem falei do século XX porque o direito nem chegou até tanto!)

    Finalmente, parabéns a Dilma por ter, num acesso de republicanismo, reconduzido o algoz á Procuradoria Geral. Parabéns a Janot por ser o artífice involuntário do desmonte do MPF !

    • Da pra escrever em sentencas

      Da pra escrever em sentencas mais simples e curtas?  Janot nao consegue entender nada do que voce escreve por ser aleijado mental.

  4. Complexo

    Os Estados Unidos é criticado, odiado e citado como exemplo de pais imperialista. Imagine se o Brasil fosse uma potência econômica e militar.Com os nossos  governantes e políticos em geral,seríamos melhores do que os ianques? Ou, e se as instituições americanas fossem as nossas? 

  5. Janot não passa de um agente

    Janot não passa de um agente dos EUA cometendo alta traição contra o país. Não sou eu que estou dizendo isso, é o próprio Paul Craig Roberts, conforme se lê abaixo:

     

     

    Artigo de Paul Craig Roberts (para quem não conhece, conservador, escreve no Wall Street Journal e foi Secretário Assistente do Tesouro no governo Reagan)

    Washington lança o seu ataque contra BRICS. A desestabilização do Brasil e Argentina

    Dr. Paul Craig Roberts

    Tendo removido a presidente reformista da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, Washington agora se livra da presidente reformista do Brasil, Dilma Rousseff.

    http://jornalggn.com.br/noticia/washington-lanca-o-seu-ataque-contra-brics-por-paul-craig-roberts

  6. Logo será trocado. Afinal, a

    Logo será trocado. Afinal, a tal lava-jato dos impolutos será devidamente lançada aos tubarões mercadológicos: não sobrará ninguém para lavar o meu carro. O caso é que foram dormir com o aético e acordaram com o ronco do cunha.

  7. Janot é tão medroso que pra

    Janot é tão medroso que pra entregar a mercadoria encomendada ( Lula) foi testando o solo com o pateta do Aecinho. Não colou pq o pessoal já tá careca de conhecer Janot e seus truques. É um bobalhão! Bora resistir aos golpistas, pessoal!

  8. O Brasil que se exploda!…

    Botaram babuínos hamandríadas  para tomar conta do botão de acionamento da bomba de hidrogênio!….

  9. Narciso ou não Narciso, o PGR

    Narciso ou não Narciso, o PGR hoje fez um pedido de investigação ampla, geral. Consta o Lula, o Berzoini, o J.Wagner, o Palocci … Enfim, toda organização criminosa, definicão dele para o PT. Muita fúria no encerramento do processo.Não sei se está a Dilma. Se não estiver, deve entrar em “pedido especial”, próximo da votação do impeachment. Afinal, tem que acabar a conversa de que ela não foi acusada de nada.

  10. Bonito comentário. Mas no

    Bonito comentário. Mas no país das bananas onde eu vivo não tem almoço grátis. Entregar toda a documentação para os promotores americanos ferrarem a Petrobrás tem preço.

    Lembra quando diziam que o Joaquim Barbosa era a pessoa mais honesta do mundo? E não é que ele está na mossack junto com o João Dólar, ops, Dória. Não mostrou o recibo de transferência do dinheiro para comprar o apartamento até hoje.

  11. O Janot não é dono de uma
    O Janot não é dono de uma quitanda no quarteirão ele é o “chefe” do MPU ou seja ele representa todos os mps do Brasil, todo o ministério publico esta metido no abate da democracia. Isso tudo não é engendrado na cozinha da casa da família Janot, tudo isso é trabalho solidário do MPU sob o olhar velado do judiciário. É dificil a democracia prosperar quando se tem instituições sabotadoras trabalhando sem parar.

  12. Rodrigo Janot é um menino chorão

    Rodrigo Janot chorou ao ser reconduzido ao cargo pela Dilma!

    O procurador geral chora ao ser reconduzido!

    O que esperar de um cara desses?

     

  13. O Janot é só mais um…

    O Janot é só mais um títere a serviço dos EUA, que aqui no Brasil pertence a uma irmandade de boçais que, ainda hoje se intitula o responsável por convencer D. Pedro I, a decretar a emancipação política do Brasil, em 07 de setembro de 1822. Na verdade desde aqueles tempos a laia a qual pertence Janot, só prejudicou o verdadeiro Povo brasileiro, pois, tudo que tem feito é a defesa dos próprios e escusos interesses de uma elite direitista e corrupta!  

  14. Uma colherinha
    Jah not é da ordem daquela densa mistura moral, de quem acha que existem os melhores dentre os melhores. Acredita nisto de verdade. Outra bobagem é crer que qualquer outros que não acreditem nisto acima, ou é indecente, ou estulto ( parvo ), enfim a massa residual da indignidade moral…

    Daí a achar que o Direito se inflexiona a ele próprio, um passo…

  15. Narciso, obediente e previsível

    Como já escrevi em 02.04.2016:

    “E a tropa do golpe lustra o fuzil para o gran finale.

    – apresentar denúncia contra Lula no STF. Para tanto, vai no pacote o Senador Aécio para dar o devido ar de imparcialidade ao espalhafatoso projeto. Lula condenado é carta fora do baralho.”

    A reta final do golpe planejado não vai nos dar muitas opções. 

    O ambiente não vai ficar bom.

    Estou pressentindo que já já iremos marchar para Brasília. 

  16. Ainda não ficou claro para

    Ainda não ficou claro para mim , o  porquê do Nassif  ainda não ter denunciado explicitamente há mais tempo,o Janot como  um golpista  de primeira ordem. Alguma esperança de que ele fosse ( ou virasse)republicano ? Já dizia o Otto Lara  que “o mineiro só é solidário no cancer”. Não dá para ser solidário com um indivíduo como este !!!!

  17. Mestre Nassif já tinha

    Mestre Nassif já tinha cantado essa pedra há muito tempo, se tivessem que rifar algum tucano como bode do sacrificio certamente seria o Aécio, não deu outra.

  18. Rodrigo Janot é um narciso, por Ruben Buaer

    Está na hora dos Movimentos Sociais, PT, CUT, UNE, MTST E MST, ESCRACHO, FRENTE BRASIL POPULAR e os demais, descobrirem onde mora o “janota” e fazerem uma visitinha amiga a este pastel. O infeliz esta “se achando”. A dele esta esperando. O collor é que sabe da vida dele… 

    O porque da cara de paisagem do janot:  – O senador Fernando Collor (PTB-AL) sobe à tribuna e faz um discurso demolidor contra o procurador-geral da República Rodrigo Janot, acusando-o de acobertar os crimes cometidos pelo irmão dele, Rogério Janot Monteiro de Barros, estelionatário internacional procurado em todo o mundo pela Interpol.
    Depois, desceu a detalhes, dizendo que o procurador-geral usou uma casa em Angra dos Reis, no Condomínio Praia do Engenho, Km 110, da Rodovia Rio-Santos, para esconder outro estelionatário, sócio do irmão dele, acrescentando que Janot alugava o imóvel a ele sem contrato, para sonegar Imposto de Renda.
    – Foi um festival de denúncias. Collor disse que o irmão Rogério Janot fez fortuna por um período no Brasil vendendo equipamentos de informática com “notas frias” para uma grande empreiteira mineira (Mendes Júnior) que está envolvida na Operação Lava-Jato, com dirigentes já presos.
    Depois de acusar o procurador-geral até de dar uma “carteirada” para reduzir o valor de uma conta hospitalar do irmão Rogério, Collor disse também que Janot há anos presta serviços ilegais para o escritório do ex-procurador-geral Aristides Junqueira.
    – “É verdade que, mesmo impedido de advogar, o senhor – claro, sem nada assinar – obtém lucros auxiliando a banca do Dr. Aristides Junqueira? Sr. Janot, isto é moralmente aceitável? – É legítimo? É ético, Sr. Janot? Não constitui crime um procurador-geral da República advogar paralelamente?”, perguntou Collor, indagando também se Janot teria coragem de ser acareado publicamente com algumas testemunhas desses fatos.
    UM SILÊNCIO MORTAL…
    Tudo indica que essas afirmações sejam verdadeiras, o sr. janot nunca as desmentiu e fica com essa cara de paisagem. Como funcionário público, que recebe uma nota nababesca, poderia ao menos cumprir seu papel. Será que existe outras histórias que desconhecemos. Horrível é lembrar dele cumprimentando a Dilma, como se fosse o cara mais confiável.

    Não é justo usarem nossos impostos nessas criaturas… só estão merecendo o cartão vermelho, de leve…

  19. MARAVILHOSO!

    Que post maravilhoso!

    E que tragédia ele descreve.

    Assino embaixo de tudo que está aí.

    Leitura muito parecida com a minha em:

    (1) Brasil em chamas: tábua de salvação? (2) Ode às SenadorAS

     

    _____________ROMULUS

    QUA, 04/05/2016 – 00:07ATUALIZADO EM 04/05/2016 – 03:17

     

    Réquiem de Atualização (quarta-feira – 4/5/16):

    O post a seguir foi escrito na segunda-feira à noite. Tudo continua extremamente atual, contudo.

    Apenas duas coisas a acrescentar:

    (1) A tábua de salvação da Sen. Vanessa, como esperado, foi recusada e derrotada em votação na comissão ontem; e

    (2) Janot, em resposta à clara vitória técnico-jurídica na comissão saiu-se com o seu Tsunami de denúncias no STF.

    Uma vez mais volto à frase de meu amigo Ciro:

    – Não suponha malícia onde burrice explicaria. Pois malícia existe sim, mas burrice abunda.

    (1) A bancada do golpe comprovou sua validade mais uma vez; e

    (2) Janot e a PGR – mais do que ninguém até agora – a comprovou mais uma vez.

    Por que Janot/PGR/MPF?

    Pensava eu que a única pessoa com visão de estratégia tosca fosse Moro e os pitbulls do MPF em Curitiba.

    – Que nada! Janot é tão tosco quanto!

    O que ele ganhou com esse movimento de ontem? LEIA MAIS »

  20. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome