Suíça envia documentos de R$ 43,2 milhões de tucano sobre campanha de Serra em 2010


Campanha de José Serra em 2010 – Foto: Arquivo/Divulgação
 
Jornal GGN – Não era apenas o ex-diretor da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), Paulo Vieira de Souza, reconhecido como o operador de propinas do PSDB e também chamado de Paulo Preto, o único tucano que mantinha milhões em contas ocultas na Suíça. O ex-deputado, ex-presidente do PSDB do Rio de Janeiro (1993) e empresário Ronaldo Cezar Coelho admitiu que recebeu 6,5 milhões de euros para atuar na campanha de José Serra à Presidência em 2010. Mas os montantes de todo o esquema poderiam ultrapassar R$ 43,2 milhões.
 
A informação não é de agora, mas o nome do empresário estava mantido em sigilo. O correspondente Jamil Chade, do Estadão, revelou ainda em abril o teor do depoimento do empresário à Polícia Federal, admitindo o recebimento da quantia. Agora, as autoridades suíças repassaram todos os documentos e detalhes sobre as contas do empresário para integrar a investigação, que avança em segredo de Justiça, contra o financiamento da campanha de José Serra em 2010.
 
Essa cooperação do Brasil com a Suíça vem sendo mantida desde 2014, a comando do procurador-geral do país europeu, Michael Lauber. Em um primeiro momento, estava na mira o ex-diretor da Dersa. No caso relacionado a Paulo preto, provas bancárias também foram enviadas pelos investigadores suíços, apontando R$ 113 milhões em contas ocultas no país. 
 
Na investigação do considerado operador do PSDB a entrega das provas ocorreu de maneira espontânea pela Suíça, não partindo de um pedido do Ministério Público Federal brasileiro. Até então, Paulo Preto tentava evitar esse envio de comprovantes, desde 2017, o que foi negado pela Suprema Corte da Suíça há dois meses.
 
Por outro lado, os investigadores suíços informaram ao repórter Jamil Chade que ambos casos não são uma continuidade, mas apurações separadas. Apesar da relação de Paulo Preto com caciques tucanos, como o próprio José Serra, a investigação do empresário Ronaldo Coelho é direta para acusar irregularidades e esquema de corrupção envolvendo o financiamento de campanha de Serra ao Planalto, em 2010.
 
De acordo com os cálculos dos suíços, que bloquearam ativos em contas identificados no país desde 2017, as quantias chegariam a R$ 43,2 milhões, o “equivalente a mais de 10 milhões de francos suíços, valor total pago em uma base de corrupção entre 2006 e 2012”, informaram as autoridades daquele país.
 
Deste total, alguns repasses ocorreram no valor de R$ 6,25 milhões e outros atingindo 3,75 milhões de euros, entre os anos de 2009 e 2010. A resposta dada pelo empresário sobre essas quantias foi que estes depósitos teriam relação aos gastos de aviões que ele emprestou para a campanha do PSDB à Presidência há oito anos. E o dinheiro seria um “reembolso” do partido pelas viagens a jatos. 
 
Mas os todos os documentos e comprovantes das quantias foram enviadas agora pela Suíça ao Brasil, para que os procuradores brasileiros prossigam com a investigação sobre o financiamento supostamente ilegal da campanha de José Serra. Ao repórter, o tucano não respondeu.
 
 

9 comentários

    • E a facção Paulista da lava
      E a facção Paulista da lava jato não prende um político tucano para que faça uma delação que chegue aos líderes e ao mentor de tudo, talvez o FHC. Afinal de contas, é mais importante denunciar Lula né?

  1. Lula livre!

    Ocorre que nas eleições de 2010 um tucano saiu cantando no quintal que parte do  dinheiro da campanha do PSDB tinha batido asas… Foi para a Suiça. Todos sabem, incluindo os valorosos procuradores da Lava Jato e o mais novo ministro de justiça do governo do Bozo. 

  2. O valor das coisas

    Vale muito mais um barco de lata no sítio que o Lula frequentava do que 43,2 milhões de dólares ou francos na Suiça em contas do Serra.

    Não há motivo, portanto para preocupações, já que a descoberta não vem ao caso.

  3. Me lembro de Serra sendo arrogante com repórteres na campanha

    Cenas ridículas de 2010 que serão totalmente esquecidas pelos brasileiros:

    1-SERRA SENDO ARROGANTE COM REPÓRTERES… enquanto desviava 43 milhões para Suíça

    Ao ser questionado dobre o “Mensalão do Dem” Serra deu logo um chilique… quase saiu no tapa com a repórter… deve ter se sentido ofendido.

    2-SERRA DEMITINDO JORNALISTA DO RODA VIVA POR FAZER PERGUNTA INDIGESTA…enquanto desviava 43 milhões

    Ao ser perguntado sobre o preço dos pedágios Serra perdeu o controle… depois mandou demitirem o jornalista. Se o jornalista soubesse que Serra naquele momento estava armando um dos maiores esquemas de corrupção do país.

    3-JORNALISTAS DEFENDENDO SERRA APÓS PUBLICAÇÃO DE “A PRIVATIA TUCANA”

    Nossa… quanto jornalista atacou aquele livro… “um livro de ficção vendido como não-ficçao”… fico no aguardo da sequência.

    4-FILHA DO SERRA, A “RAINHA DAS START-UPS” 

    Ah se fosse o Lula… o “Ronaldinho dos Negócios” foi investigado e não acharam nada… e a “rainha das Start ups”… ou será rainha das offshores?

     

    Moro se pronunciou??? Dallagnol citou o caso??? Algum valentão defensor da moral??? Youtubers??? nada??? ninguém???

  4. QUEREMOS VER O ESPETÁCULO DA LAVA JATO

    1.o de Janeiro. Estamos contando os minutos. Mensalão Tucano. Merensão Tucano. Trensalão Tucano. Privatarias. Loures. Aécio. Temer. Cel. Lima. Paulo Preto. Casagrande. Capez. A Filha do Serra. A Filha do Temer. Picolé, FHC, Serra e suas Contas de Campanha. Não pensem que haverá desculpas. A Carceragem da PF ficará pequena ou o Brasil explode.  

  5. Eleição É Uma Festa

    Nassif: esse ladrão safado, componente da trilogia maldita PSDB/DEM/PPS, está tranquilo. Sabe que nunca será alcançado, tal qual seus parceiros de crimes, como Aluisim500mi e o Playboy das Alterosas. Até porque, está agora sob o manto sagrado do Apóstolo Maldito e debaixo das asas do Templo de Salomão e daqueles da EstrelaAmarela. Carne e unha com daBala, quem ousaria jogar nele uma bolinha de papel sequer? Agora, quem se fú mesmo foi PauloMoreninho, aquele “colored” esbranquiçado, laranja do Rodoanel. Esse haverá de ser esquartejado e seus restos colocados em estacas, ao longo da via de onde ele promoveu a arrecadação do dindim. Enquanto isto o Príncipe de Paris, lá da zoropa, toma seu GrandCru la na Av. Foch, rindo descaradamente, como de costume.

    Eleito não foi. Mas, tá nem aí. No “Brasil Pode Mais” não dá outro…

  6. O Jornal de todos Brasis Suíça envia documentos de R$ 43,2 mil
    Essa investigação corre sem o circo midiático histriônico, formador das mentes de grande parte dos brasileiros. O circo histriônico e a falta de conhecimento sério, produz uma mente de grandes buracos cegos e de compreensão desequilibrada. Infelizmente perdemos todos com essa desigualdade de informação.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome