A resposta do Greenpeace

Por comentarista

Nassif:

Como colaborador do Greenpeace, entrei em contato com o setor de relacionamento de lá, repassando o teor das críticas levantadas neste tópico. Reproduzo abaixo a resposta que recebi:

Olá,
Agradecemos o seu contato.

Entendemos sua preocupação.

Obrigada pelas informações, passaremos para nossa equipe de comunicação, mas seguem alguns esclarecimentos.

O Greenpeace tem abastecido constantemente o site com novas informações sobre o vazamento, como você pode conferir em http://www.greenpeace.org/brasil/pt/resultado-busca/?all=deepwaterou entrando diretamente em: O Que Fazemos – Clima e Energia e/ou Oceanos.

No nosso blog também há informações acesse http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Blog/ que você irá encontrar notícias como http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Blog/a-nova-guerra-do-petrleo/blog/12087 e http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Blog/muito-leo-muitos-erros/blog/12039

As ações estão sendo feitas diretamente pelo Greenpeace EUA e México, uma vez que nossos escassos recursos são utilizados para as campanhas nacionais. Ações como você pode ver emhttp://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Um-peso-duas-medidas/

Mais informações você também pode obter pelo site do Greenpeace Internaciona www.greenpeace.org
Esperamos ter esclarecido.
Qualquer dúvida estamos à disposição.

Um abraço,
Ana Cláudia Levy
Assistente de Relacionamento
Greenpeace Brasil
www.greenpeace.org.br 

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador