Brasil teve a pior queda de investimentos estrangeiros na América Latina

Brasil consolidou-se como o pior resultado entre a média dos países emergentes, sob o governo de Jair Bolsonaro, e o pior da América Latina

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Jornal GGN – O Brasil teve a maior queda de investimentos estrangeiros nos seis primeiros meses deste ano do que os demais países emergentes. Os dados foram divulgados pela Conferência da ONU para Desenvolvimento e Comércio, nesta quarta (27), segundo coluna de Jamil Chade.

Ainda, a queda não é somente a maior em comparação a outros países, como também representou 48% a menos do que o investido no mesmo período do ano passado. Entre janeiro e junho, foram US$ 18 bilhões investidos.

A quantia está abaixo do que foi investido na China. EUA, Alemanha, Irlanda e Cingapura. Até o ano passado, o país ranqueava a quarta posição entre os países que mais recebiam investimentos.

Apesar de todos o mundo ter sofrido a queda nos números pela pandemia do coronavírus, o Brasil, assim, consolidou-se como o pior resultado entre a média dos países emergentes, sob o governo de Jair Bolsonaro, e o pior da América Latina.

Já entre economias mais desenvolvidas, países como Itália tiveram os piores números, de redução de 74% de investimentos, Estados Unidos, com 61%, e em toda a Europa houve maior saída do que entrada de capital.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora