A entrevista de De Sanctis

Por LPorto

Nassif,

Segue abaixo link com trecho da entrevista do Juiz Fausto De Sanctis à Rede TV nesta madrugada.
Ele explica claramente o fundamento jurídico, as novas motivações e provas que deram sustentação à segunda decretação de prisão do Dantas.

Por Kennedy Alencar

Olá, Nassif, boa noite. Vi a nota sobre o De Sanctis. Se vc achar que é o caso de dar, segue o link do programa com a entrevista dele: clique aqui.

Um abraço e bom Ano Novo, Kennedy

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Rede Regional de Notícias: uma agência à disposição do Governo Bolsonaro?, por Tânia Giusti

24 comentários

  1. Nassif

    Seria interessante
    Nassif

    Seria interessante que colocasse o endereço do link, pois assim como eu, outros aqui não conseguem ver o video diretamente em seu blog.
    Isto está acontecendo em todos os videos que posta aberto.Aparece apenas uma janela em cor branca, ou seja…Nada.

  2. Concordo com LPorto e com
    Concordo com LPorto e com Álfio Lélis, por favor Nassif, coloque o endereço do link, do contrario quem usa IE não poderá acessar a entrevista. Obrigado

  3. Pois é…o PIG devia ter dado
    Pois é…o PIG devia ter dado este direito de resposta ao tempo das acusações que foram dadas ao De Sanctis e não somente agora…e ainda por cima de madrugada! Bom, antes isso que nada… ainda bem que se tem a rede para registrar e proliferar a versão dos fatos pelos lados que conflitam. Apesar de tardio, esta entrevista só reforça a opinião de muitos que a conspiração de DD e “amigos do DD” está malogrando e que haverá no futuro alguma justiça contra estes senhores… pelo menos que possam perder muito dinheiro, reputação e que sejam apontados por todos como LADRÕES e COMPARSAS DE LADRÕES. abs

  4. Será que os Jornalistas do
    Será que os Jornalistas do PIG entenderam, que eles são prestadores de serviço social para o povo acima de tudo, e não pigaretas vendidos ou comprados dos senhores de poderes politicos e economicos, principalmente do Sr. Daniel Mendes digo Dantas.
    Depois da aula hoje de madrugada, realizada pelo Juiz De Sanctis, os jornalistas da Folha tem que passarem por uma reciclagem de fundamentos sobre ser público e social, antes de mais nada, que vergonha……..

  5. (Texto de Rafael Sereno,
    (Texto de Rafael Sereno, jornalista da Gazeta de Limeira)

    DA RESPONSABILIDADE SOCIAL DO JORNALISTA

    O juiz federal Fausto Martin De Sanctis, que condenou o banqueiro Daniel Dantas a dez anos de prisão por corrupção, deu lições importantes ontem no programa “É Notícia!”, na Rede TV!, comandado pelo jornalista da Folha de S.Paulo Kennedy Alencar.

    Ao comentar sobre a atitude da repórter Andréa Michael, da Folha, de revelar a existência de uma investigação da Polícia Federal contra o banqueiro antes da deflagração da Operação Satiagraha, De Sanctis foi enfático: “Ninguém está acima da lei. Nem banqueiro, nem juiz, nem jornalista”.

    Segundo o juiz, a reportagem, escrita e veiculada num dos principais jornais do País, pôs em risco toda a operação. Aliados de Dantas o procuraram para saber mais detalhes. Dias antes da operação, deflagrada em 8 de julho, um punhado de jornalistas o procurara pedindo informações.

    “Toda a operação foi vazada. O jornalista tem de ter responsabilidade social. E a sociedade quer que a investigação tenha resultados”, disse o magistrado. É bom lembrar que, ao saber que estava sendo investigado por gestão fraudulenta, Dantas tentou subornar o delegado Protógenes Queiroz, o que lhe rendeu a acusação e a condenação por corrupção consumada.

    Sanctis diz que o sigilo de informações é previsto na legislação e que sua quebra configura crime. O repórter, em sua visão, é cúmplice do crime ao divulgar informações sigilosas vazadas. O apresentador disse, neste momento, que, se estivesse no lugar da colega, e se as informações viessem de fontes fidedignas, teria escrito a reportagem da mesma forma. O juiz discordou. “O jornalista tem de ter responsabilidade social. O furo não pode ser mais importante que isso”.

    Estar diante de um furo jornalístico, sem dúvida, é altamente estimulante e tentador. Porém, fico com a opinião do juiz. Sou a favor de haver transparência nos critérios que levam um determinado processo a correr sob segredo de justiça. Mas, se a Justiça determinou o sigilo, tenho, como cidadão e profissional, que respeitar e obedecer. Não estarei promovendo a justiça e nem posso cobrá-la se eu mesmo não a respeitar.

    Há dois meses, passei por situação semelhante, quando tomei conhecimento da condenação de um ex-secretário municipal de Limeira por corrupção ativa. O juiz da 1ª Vara Criminal, Rogério Danna Chaib, o sentenciou a dois anos de reclusão, pena convertida em prestação de serviços comunitários. Apurei e cheguei a pelo menos 70% da história. O processo, porém, está em segredo de justiça, e não pode ser consultado. Por isso, e por iniciativa própria, optei por não revelar o episódio, nem na Gazeta, nem neste blog, embora a vontade seja tamanha. Não devo cometer um crime. Mude-se a lei.

    Fonte : http://oinformante-rafasereno.blogspot.com/2008/12/da-responsabilidade-social-do.html

  6. Pra ficou ainda mais clara a
    Pra ficou ainda mais clara a hipótese de que De Sanctis só não decidiu prender a Andrea Michael e deixar fazer busca e apreensão na casa dela por motivos táticos. Isso colocaria ainda mais caldo na sopa dos que se levantariam contra a Sariagraha, ajudaria a mudar o foco da questão etc.

  7. Quanto ao “furo
    Quanto ao “furo jornalístico”:

    Seja imaginada a seguinte situação:

    1-Surge numa grande cidade brasileira um assassino brutal, como nunca antes visto;
    2-Sua inteligência é grande e seus crimes bem planejados;
    3-Ele faz centenas de vítimas, sem que nenhum órgão de inteligência e repressão consiga detê-lo;
    4-A insegurança e o medo tomam conta da população;
    5-De repente, a Polícia Federal recebe uma informação anônima e fidedigna;
    6-O informante dá detalhes sobre qual será a próxima ação já articulada pelo criminoso;
    7-A Polícia mobiliza todas suas forças para capturar o assassino;
    8-No dia da operação, em manchete de capa do principal jornal da cidade, o furo jornalístico:
    9-“Deverá ocorrer hoje, no Shopping X, o próximo ataque do Senhor Y”.
    10-É o que os jornalistas sem escrúpulos imaginam ser o “direito ilimitado à informação”.

  8. O brilho dos bravos derreteu
    O brilho dos bravos derreteu a meleca que cobria, como um verniz, toda incompetência de certos jornalistas.
    Juro, pensei estar sonhando ao ver jornalistas tão asquerosos e abjetos; as últimas entrevistas na TV mostraram como são despreparados, sem inteligência e sem desconfiômetro.

  9. o que vai pegar mais adiante
    o que vai pegar mais adiante é o seguinte : divulgar é bem diferente de negociar para conseguir a notícia…é na negociação que ocorre o crime, pagar por quebra de sigilo, e a negociação foi registrada !!!

  10. Do site do O Globo
    Paulo
    Do site do O Globo
    Paulo Lacerda é demitido da Abin

    BRASÍLIA – O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda, foi definitivamente afastado da instituição. A decisão foi anunciada agora há pouco pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. O prêmio de consolação foi o posto de adido policial em Portugal

  11. Depois do que De Sanctis
    Depois do que De Sanctis disse na entrevista, gostaria de saber como está a consciencia da jornalista.Será que ela tem conhecimento do tamanho da besteira cometida ou a preocupação é não ser jornalista.Esta provado que ela realmente participou do aviso a Dantas. Acredito que ela tenha pensado que tinha enganado o juiz, ledo engano, não é nem um pouco esperta.

  12. Não consegui abrir. Tenho
    Não consegui abrir. Tenho interesse na entrevista. Como devo proceder? Qual o endereço do link?

  13. Oi, Nassif e todos
    Alguns
    Oi, Nassif e todos
    Alguns comentaristas colocaram um link para a entrevista; fui lá e pude vê-la, mas me pareceu incompleta. Existe link para a entrevista total? E Nassif, por favor, sempre que incluir algum vídeo no blog, nao esqueça de dar o link para a origem, porque todos que usam IE nao estao conseguindo ver pelo Blog.

  14. Depreende-se diretamente da
    Depreende-se diretamente da fundada argumentação do juiz De Sanctis, que a concessão do Habeas Corpus a Dantas ensejou a que sua organização criminosa se articulasse e provavelmente destruisse provas importantes.

  15. Nassif

    Muito bom o Kennedy
    Nassif

    Muito bom o Kennedy Alencar trazer o link do programa inteiro.
    De Santctis está dando uma aula geral, digna de todos os brasileiros assistirem.

    Valeria muito, se pudesse ” puxá-la ” para o alto da página.
    abs

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome