Minha casa minha morte

Enquanto Dilmaluca viaja e gasta milhares para ver o Papa, o minha casa minha morte faz mais vítimas. Imóveis do programa desmoronaram e deixam muitos desabrigados, outros apresentam graves fissuras e estão em vias de desabar, arriscando a vida de moradores. Dois prédios de um conjunto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida em Niterói, no Rio de Janeiro, que ainda nem foram entregues, estão com graves problemas estruturais e terão de ser demolidos e posteriormente reconstruídos. A confirmação foi feita na última quinta-feira, pela Caixa Econômica Federal. O desgoverno do PT não consegue fazer nada, absolutamente nada que dê certo, nada que seja bem feito! Nesta quarta, o Globo informou que três empreiteiras com histórico de doações eleitorais para as campanhas presidenciais petistas e de execução de obras do governo federal custearam a viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a África, encerrada na terça-feira. Lula ficou seis dias no continente e passou por Gana, Benin, Guiné Equatorial e Nigéria. É aquela velha história: se bancam a farra e vida nababesca do cachaceiro de Garanhuns e de toda a “cumpanherada”, o empreiteiro ávido por grandes lucros não hesitará em compensar esta gastança, que inclui as milionárias doações eleitorais, economizando nas obras. Foto: web. Luciano Moura.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador