Os ataques da Globo contra a Rússia, por J. Carlos de Assis

Por J. Carlos de Assis

Vale suspender por um minuto a discussão da crise brasileira para gastar esse tempo numa avaliação da cobertura pela TV Globo do recente atentado em Paris. Um repórter baseado em Nova Iorque afirmou de forma categórica que a Rússia atacava apenas os dissidentes do Governo sírio. Na quinta-feira, o jornal Globo atribuiu à “coalizão”, e não à Rússia, os ataques às bases financeiras do Estado Islâmico, ou seja, à frota de caminhões transportadores de petróleo. No contexto geral da cobertura, a minimização do papel crucial que a Rússia está desempenhando na luta contra os terroristas é escandalosa.

A que se deve essa interpretação dos eventos mundiais de forma enviesada, servida quase toda a noite aos telespectadores brasileiros? Evidentemente, parte disso corresponde à imbecilidade dos jornalistas da Globo que ainda se encontram no marco da Guerra Fria. Contudo, há algo mais profundo. A vassalagem da Globo aos interesses geopolíticos norte-americanos reflete a incapacidade de avaliar nossos próprios interesses prospectivos, hoje muito mais ligados à Ásia do que aos Estados Unidos e à Europa. É algo que não vale só para os banqueiros, por sua conexão íntima com o sistema financeiro especulativo ocidental.

Do lado da Rússia temos os BRICS. Dentro dos BRICS a China. Esta é o maior importador de commodities do Brasil e um grande financiador, e pode tornar-se maior ainda caso a administração brasileira comece a governar. Na vinda do primeiro ministro Li Keqiang ao Brasil, foi-nos oferecida uma linha de crédito de 50 bilhões de dólares, através da Caixa Econômica Federal, que até agora não foi usada. Considerando a disposição de outros grandes bancos chineses de financiar empresas brasileiras (a Petrobrás que o diga), não precisamos dos bancos ocidentais com suas taxas escorchantes e suas invasivas agências de risco.

Por que, então, a rede Globo menospreza a Rússia, nosso parceiro no BRICS, em favor dos Estados Unidos, cujo principal produto que nos tem fornecido é o dos economistas neoliberais que ditam as regras para que façamos o melhor ajuste fiscal do mundo? Claro, devido à forte posição russa na defesa da legitimidade do Governo Assad, na Síria, que resiste a ter o mesmo destino que os Estados Unidos reservaram para a Líbia, os neoconservadores norte-americanos querem a todo custo atrair os russos para uma guerra fora de seu território. Na própria Rússia não dá, porque é uma potência nuclear. Mas poderia ser na Ucrânia ou Síria, para o que seria importante subtrair da Rússia um parceiro econômico como o Brasil.

Leia também:  Trump autoriza transição de Biden nos EUA, mas tenta reverter resultado

O que embaraça os norte-americanos é que perderam o controle de sua criatura, ou seja, o Estado Islâmico, por eles financiado contra o Governo legítimo da Síria. Com isso, estão sendo forçados a aceitar a colaboração da Rússia, através da França, para atacar o grupo terrorista. Esse embrulho geopolítico é demais para os comentaristas da Globo, aliados ideológicos da CIA e de outras agências de informação e de manipulação da opinião pública que os alimentam de notícias nos EUA. Ah, a Globo chama Assad de ditador. Será que ele é mais ditador que a monarquia da Arábia Saudita, criada pelas potências ocidentais, e que mantém seus súditos, e sobretudo suas súditas, em regime de total opressão?

Se a Globo quiser ser imparcial na cobertura internacional, seria importante que abrisse sucursal em Moscou, muito mais importante para nós, sob o aspecto econômico e político, do que Londres ou Paris, potências de segunda classe. Afinal, a Rússia é a segunda maior potência militar do mundo, e os fatos na Síria (como, antes, na Criméia e na Geórgia) indicam que é melhor levá-la a sério.

José Carlos de Assis é economista, doutor em Engenharia de Produção, autor do recém-lançado “Os Sete Mandamentos do Jornalismo Investigativo”, ed. Textonovo, SP.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

98 comentários

  1. Globo defende os interesses nacionais.

    A Globo defende sim os interesses nacionais.

    Os interesses nacionais dos EUA, claro.

    A Globo foi criada com capital estrangeiro, e sempre defendeu a submissão do Brasil aos interesses dos EUA.

    A atitude dos jornalistas não surpreeende.

  2. guerra

    É triste ver que pessoas inocentes morrem em Paris, Beirute, Damasco, Cairo, Gaza, etc. Alguns dizem que não entendem a razão. Não procuram nas bombas americanas e nas desestabilizações de governos, ditadores ou não, a razão da guerra que seus países fazem em outras terras chegarem às suas terras.

  3. Serviçal e nojenta. O

    Serviçal e nojenta. O jornalismo da Globo sempre foi assim, porque mudaria agora? Os acostumados a servir dificilmente mudam de hábito.

  4. Seria interessante tentar
    Seria interessante tentar achar o JN do dia em que os EUA foram condenados pela OMC pela questão do algodão.

    É importante mostrar para as novas gerações! Eles não acreditam SE não verem.

    • Tem outra coisa
      A entrevista do Solino Bocanera com a Margaret Thatcher.

      É a maior defesa do SUS feita por um político vivo. E por isso mesmo, a Globo esconde a entrevista.

  5. A imbecilidade

    O jornalismo da Globo está “refém” da pior geração de jornalistas da história.

    Aliás, acho que por pagarem cada vez menores salários, os que seriam bons jornalistas já cairam fora dessa carreira profissional. Melhor para os patrões, que tem muito menos dificuldade em doutrinar seus empregados e gastando muito menos.

    Ontem na Globonews, numa daquelas mesas de estagiários do Manhattan Connection, um desses imbecis soltou a pérola de que Donald Trump era um “fascista de esquerda”.

    isso mesmo que vc leu. O cara falou sério. Na TV.

    Enquanto isso em um mundo em que mais de 2 neurônIos funcionam na mente das pessoas, a visão que as pessoas tem da Russia começa a mudar, especiamente na Europa. Na Alemanha a maioria da população apoia a ação dos russos nos ataques ao DAESH na Síria. Isso se repete em outros países europeus e inclusive em outros países do Oriente Médio.

    Os EUA já não convencem mais ninguém. Só a Globo e seus jornalistas amestrados.

  6. Creio que a Globo, com esta

    Creio que a Globo, com esta atitude, não apoia os EUA; pois o estado americano já não é mais da população americana, é um estado sequestrado e utilizado pelas empresas multinancionais e banqueiros para aterrorizar outros estados pelo mundo em busca de dinheiro. Então, seguindo a minha visão, não poderiamos chamar os EUA como um estado do povo americano… mas um estado do povo americano sequestrado pelas multinacionais e bancos; logo, poderiamos chamar os EUA de um banco privado travestido de estado que utiliza desta máscara para poder ludibriar o planeta o qual, a Globo está apoiando. Um estado seuestrado para ser mais direto. O mundo hoje, através da influência dos mais influentes, utilizando de seus canais de mídia privado e cientistas comprados; é um mundo, não totalmente, mas grandemente capitalizado por uma pequena parcela da população… então, enquanto o dinheiro for mais importante… esta porcentagem de 0,0001 do planeta continuará a governar e mandar no planeta com a máscara democratica de um suposto estado que combate o terrorismo mundial, quando na verdade sabemos que são eles os aterrorizadores do planeta e também são eles que sustentam o terrorismo de aloprados como eles mesmos o são. Se analisarmos que a busca pelo dinheiro deste 0,0001 do planeta faz com que o ser humano se destrua, se roube, se mate… podemos valer que o problema do mundo não é o dinheiro, mas o dinheiro estar estagnado na mão gananciosa de uma porcentagem mínima da população do planeta. Esta retenção do dinheiro ocasiona o empobrecimento da população e o escurecimento de suas atitudes, que deixam de ser compassivas de um para com os outros e tornam-se violentas e desumanas. Só com um estado forte e presente, pode-se acabar com a ganância de alguns poucos que visam sugar o sangue da população deste planeta que ignorantemente acredita que a destruição do seu próprio estado traga algum benefício para eles.

    • Concordo. O povo americano é

      Concordo. O povo americano é uma povo sequestrado que sofre com a síndorme de estocolmo.

  7. Os diretores da grande

    Os diretores da grande imprensa no Brasil, assim como grande parte dos jornalistas agentes da CIA no Brasil e não é só a Globo não, o mesmo está acontecendo no judiciário. Não defendem os interesses nacionais e sim dos americanos e daqueles que mandam lá, sejam eles americanos ou não.

  8. A Rede Globo chega sempre atrasada!

    A Rede Globo é um dos braços do Imperialismo norte-americano em terras brasileiras. 

    É o braço midiático.

    Defende os interesses dos EUA no Brasil. 

    Certa vez li que havia um acordo entre EUA e Rede Globo que todo dia na capa de seu jornal O Globo teria uma notícia positiva dos USA.

    A Rede Globo vai morrer abraçada com o Império do Norte. Vai sempre estar atrasada nas bandeiras sociais e ligada ao atraso, ao conservadorismo e as ditaduras que são apoiadas pelos EUA.

    Quando pedíamos Diretas Já ela estava de mãos dadas com os Militares e não abria mão. Chegou tarde e dizendo que era uma festa de aniversário. Levou quase 30 anos para fazer um mea-culpa, meia-boca, em relação à Ditadura Militar.

    No Impitman do Collor só se deu conta de que a situação era incontrolável no final do Governo dele. E ai se pintou de jovem cara-pintada e idealista para disfarçar sua frustração com o Caçador de Marajás, que todo santo dia aparecia no JN em anos anteriores de sua Eleição. Era, Collor, o Salvador da Pátria, até novela em sua homenagem fizeram, até o Rei ficar nu e virar adepto de magia negra.  

    Nas jornadas de Junho de 2013 jovens eram baderneiros ao pedirem o não aumento dos 20 centavos nas passagens de ônibus. De repente mudou de ideia, viraram jovens idealistas, quando viu que podia desestabilizar o Governo Dilma e quem sabe derrubá-lo apoiando, incentivando e manipulando as reivindicações da juventude nas ruas.

    Eduardo Cunha é outro exemplo, segurou a vela do cara, fez festa para ele quando é eleito Presidente da Câmara e só pulou fora, agora, quando sabe que não dá mais para segurar a bomba relógio na mão e suas contas com milhões depositados lá na Suíça. Ai chega para a opinião pública e conta o que já sabia: EC tinha mais de 20 processos nas costas, antes de ser eleito Presidente da Câmara. 

    Sem contar o papel vergonhoso de incentivar e transmitir ao vivo manifestações pró-impitman de Governo legitimamente eleito com 54 milhões de votos. Manifestações com a presença de integralistas, skinheads, militares aposentados da ditadura, viúvas e viúvos pedindo volta da ditadura militar e a morte dos petistas!

    O mundo em transformação e a Rede Globo de mãos dadas com a unipolaridade e o que ficou para trás, lá nos anos 90 e o tal de Fukuyama e o seu decreto de Fim da História.

    Em um mundo multipolar a Globo quer ser mais realista que o Rei e nos fazer crer que a ALCA ainda será implementada em um dia futuro.

    A Rede Globo ainda acredita que todo mundo é um Homer e não sabe o que quer. Que todos os jovens são baderneiros e /ou coxinhas. Que ocupação de escolas em prol de defesa da Educação é invasão. Que palavra de Jovem não tem valor, ainda mais quando estes se mostram contrários à diminuição da maioridade penal para 16 anos.

    Assistir a Rede Globo é viver preso em uma realidade fechada, onde só existe uma verdade, um caminho e um modo correto de viver:

    Se ajoelhar diante do Mercado e se dobrar diante dos EUA.

    Rede Globo: onde as pessoas (que não concordam com essa dupla – Mercado e Imperialismo do Norte) e que tenham qualquer outra visão de mundo e ideologia a ser implementada no Planeta, para torna-lo melhor, são criminalizadas.  

    Falou uma vírgula fora do script é rua!, mas tem gente que aceita essa empreitada de falar e agir em prol dessa dobradinha EUA e Mercado. 

    E trazendo para o fato real da Guerra na Síria.

    Imaginemos 50 anos falando mal da Rússia (antes da URSS) e ter de admitir qualquer coisa positiva vinda da Rússia? Admitir que a Rússia de Putin é mais competente geopoliticamente que os EUA de Obama?

    E o engraçado é que o Putin é um Político de direita e conservador e o Obama é mais progressista.

    Imaginaram a contradição?

    Imaginemos viver eternamente na Guerra Fria? Quem pode suportar uma coisa dessas?

    Quem se parece com uma vitrola riscada não tem como sair do script mais.

    A audiência que sobrou na Rede Globo é teleguiada por algum míssil norte-americano apontado para os cérebros desavisados zumbizando em algum lugar deste nosso imenso território.

    A Rede Globo é o Homer Simpson e o bolivarianismo comunista da Presidenta Dilma. Pasmem. E os bancos lucrando a cada dia mais… 

  9. Duas coisas: 
    1- Wiliam Waak,

    Duas coisas: 

    1- Wiliam Waak, segundo o WikiLeaks, é informante da CIA;

    2- As argumentações dos “especialistas” da Globo em poltíca internacional são, no mínimo, sofríveis. O próprio Waak disse na segunda-feira, que hoje é a primeira vez em mais de um século que França e Rússia se aproximam em torno de interesses geopolítcos comuns. Ou o Waak fugiu das aulas de História ou pensa que seus telespectadores são idiotas. França e Rússia, além de estarem juntas nas duas guerras mundiais, tiveram uma forte aproximação nos anos 1960 quando De Gaulle numa estratégia de firmar a França como prinicpal liderança européia, manteve relações próximas com a URSS a fim marcar diferença frente aos EUA. 

  10. A Rússia está destruindo os

    A Rússia está destruindo os terroristas na Síria, os terroristas só começaram a sofrer baixas depois que o Assad pediu a sua ajuda, pois o governo sírio iria perder a guerra, todos sabem que os EUA nunca tiveram o interesse de destruir o EI, pois é cria sua para ajudar a destruir a Síria e o Iraq de vez, eles somente  faziam uma politica de contenção para não prejudicar seus aliados no OM. Dizem que tropas especiais russas estão liquidando com os terroristas, mas a Rússia nega que tenha tropas em terra. A Russia espera acabar de vez com os terroristas já no final de março do ano que vem. E podem ter certeza que o Bonner vai dizer no JN que foi uma vitória dos EUA contra o terror.

  11. Jack Palace

    Poderiam contratar o Jack como comentarista do noticiario , após a leitura das noticias ele diria ´´ acredite se quiser´´, o apoio militar da Russia na Siria mostrou imagens de barracas com a inscriçao US ARMY , aeronaves apaches escoltando a tradicional frota de Toyotas do Estado islamico, portanto só mesmo querendo pra acreditar nos noticiarios  Globo !

     

    • Eles utilizam da tática que

      Eles utilizam da tática que estão serviço da américa, mas estão utilizando da américa para sanar seus interesses gananciosos pelo mundo.

  12. É claro que é de fundamental

    É claro que é de fundamental importâcia a Globo e o PSDB defenderem com unhas e dentes os interesses das corporações que dirigem USA. Essa turma necessita de capachos para fazer o papel das oligarquias, como a saudita, em seus paises, a Globo e o PSDB são os mais confiáveis, nunca pularam fora do barco deles. Arrisco dizer, que os Reis sauditas conseguem ter mais interesses em seu país como Nação do que esses reles vendilhões do Brasil.

  13. Para a mídia ocidental

    Para a mídia ocidental terrorista é apenas aqueles que o governo americano assim o definir, ou seja, conforme os interesses americanos, os outros são “rebeldes”, é o caso dos terroristas na Síria, a al qaeda é terrorista, o “exército livre” é “rebeldes”. O Bin Laden quando lutava contra a URSS no Afeganistão era “rebelde”, depois para justificar a invasão do Iraq e do Afeganistão, virou terrorista.

  14. Permita-me discordar.

    Permita-me discordar. Acompanho diariamente diversos sites e do twitter, inclusive de pessoas que moram na Síria, e é evidente que a grande maioria dos ataques russos ocorrem sobre os rebeldes ditos ‘moderados’ e a Frente Al Nusra (Al Qaeda). Inclusive, a atuação de milícias xiitas e iranianas, além do Hezbollah, se dá também sobre esses rebeldes.

    • Permita-me discordar também

      Permita-me discordar também Antonio! Concordo que o exército sírio esteja atacando até injustamente os moderados e a Frente Al Nusra que estão contra Assad. Mas a Rússia tem atacado sem trégua somente o Estado Islâmico, inclusive tem destruido frotas de caminhões que estavam a vender o petróleo para Arábia Saudita e afins, através da Turquia. Há também na região diversos ramos do Islã de degladiando. Mas a Rússia não está se metendo nos problemas árabes, somente com o Estado Islâmico que é financiado pelo empresariado internacional e que também ameaça destruir a Rússia.

      • Como assim “concordo que o

        Como assim “concordo que o exército sírio esteja atacando até injustamente os moderados e a Frente Al Nusra (Al Qaeda) que estão contra Assad”?

        Atacando injustamente a Al Qaeda?

        • Esta foi fantástica!

          Quer dizer que não a Al Qaeda praticou nenhum atentado em lugar nenhum, ou seja, as torres gêmeas foram derrubadas por quem, só resta ter sido derrubadas pelo próprio governo norte-americano!

        • Entendo soares, nem todos

          Entendo soares, nem todos moderados são moderados de verdade e há o braço do empresariado americano junto a Al Nusra (Al Qaeda). Mas andei pesquisando na internet e inclusive vendo vídeos no youtube… e me sensibilizei um pouco pelos moderados… que estão sendo bombbardeados pelo governo Sírio… Pois entendo que muitos estão sendo financiados.. mas me parece que há também aqueles que gostariam de sua liberdade como um estado ou como uma frente independente que vinha sendo rechaçada. Infelizmente, nestas horas a insensibilidade é que manda e me parece que o governo sírio as vezes realizam ataques indiscriminados. Espero estar enganado, mas se o governo estiver sendo respeitado pelos moderados e estiverem atacando-os insensívelmente, seria preocupante. A Rússia não é a favor de barbárie e inclusive após isso tudo pretende promover um acordo na região. Se é que isso tudo vai acabar logo… Pois há forças muito ricas por trás… e como o dinheiro hoje comanda tudo… se estas forças não forem eliminadas dos estados europeus e americanos, inclusive árabes da região com a prisão imediata… dificultura muito o término disto tudo.

      • Os ataques russos contra o

        Os ataques russos contra o ISIS concentram-se principal e quase exclusivamente na região do leste de Aleppo e Palmyra.

        Atualmente, o grosso do ataque russo tem sido contra os rebeldes moderados em Sul de Aleppo em apoio a uma ofensiva com milícias xiitas e iranianas.  Recentemente os russos começaram a bombardear o sul da Síria na região de Daraa e mais ao  centro-norte do país em Homs e parte de Hama e Idlib onde não há sequer vestígios do ISIS.

        Talvez Putin saiba que nunca haverá um Estado Islâmico na Síria e aproveite para enfraquecer seus outros inimigos e possíveis aliados dos EEUU.

    • Na verdade é coalização

      Na verdade é a coalização liderada pelos EUA quem faz ataques seletivos, poupando taticamente as unidades do Estado Islâmico que mais dão pressão ao Exército Sírio. 

      A Rússia não distingue mercenários moderados, Al Nusra ou Estado Islâmico: combate a todos terroristas –  é óbvio que o seu pequeno contigente não pode atacar a todos terroristas em todos lugares, então por enquanto dá prioridade às áreas mais estratégicas para o Exército Sírio, como Homs, Latakia e Aleppo.

       

    • Globo informa mal

      esta é uma visão ideologizada desta questão. O próprio Putin, deu entrevista, sem desmentido americano, que a maioria dos que fazem esta guerra são “mercenários” que mudam de lado conforme a paga. Dizer que a Russia é ruinzinha e só está atacando os inimigos de Assad é no mínimo parcial e impreciso numa região desguarnecida de imprensa ocidental, todo fato já vem como versão.

       Daesh também é ruim para Assad, cair nessa esparrela de dar crédito total a “twitters” e blogs “ocidentais” que vivem de aquecer a próxima guerra fria é deixar-se levar pelo mecanismo de manipulação mediático. O fato é que todos os principais atores, e assad não é um deles, tem fortes interesses Geopolíticos na área. Como na Criméia, a russia não vai perder uma base estratégica no oriente médio sem espernear e …te garanto, não é para implantar o comunismo na Síria ! A Globo é parcial e informa mal sim.

  15. A velha mídia brasileira não

    A velha mídia brasileira não possui uma visão nacional sobre geopolítica. Apenas importa notícias de agências americanas e europeias, já convenientemente autorizadas e retocadas pelos relações públicas dos governos ocidentais.

    Exemplo disso é que absolutamente NENHUM jornal da imprensa corporativa ocidental repercutiu a denúncia do Vladmir Putin, durante o G-20, de que o Estado Islâmico é financiado por 40 países.

    Mas o que mais me incomoda é que qualquer país razoavelmente relevante possui uma agência estatal, ou privada, igualmente relevante e que defenda o seu ponto de vista ao público interno e externo (Rússia: Pravda, RT, Sputnik; China: Xinhua; Irã: Press TV; Cuba: Pátria Latina; Venezuela: Telesur, Inglaterra: BBC e etc.; EUA; Washington Post e etc.; Espanha: El País; Qatar: Al Jazeera…), até mesmo um país pequeno e devastado como a Síria possui, em inglês e espanhol, a agência SANA (Syrian Arab News Agency), que parece ter mais amplitude que a EBC.

    É preciso que o governo federal rompa com esse monopólio midiático, que segue fielmente a cartilha de “o que é bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil”, e fortaleça uma mídia brasileira independente e que seja capaz também de se comunicar com o público externo (missão dificultada pelo fato de não estarmos na Eurásia).

  16. 15 frases icônicas ditas por Homer Simpson que mostram como ele

    15 frases icônicas ditas por Homer Simpson que mostram como ele vê a vida

    1 — Ao álcool… A causa e solução de todos os problemas

    2 — Se alguma coisa está difícil de ser feita, é porque não é para ser feita!

    3 — Crianças, vocês tentaram e falharam miseravelmente. A lição é: nunca tente

    4 — Oh não, alienígenas espaciais! Por favor, não me comam! Eu tenho mulher e filhos. Comam eles!

    5 — Eu tenho três filhos e nenhum dinheiro. Por que eu não posso ter nenhum filho e três dinheiros?

    6 — Pessoas inventam estatísticas para provar qualquer coisa. 14% das pessoas sabem disso

    7 — E olha que eu não sou uma pessoa que se impressiona facilmente… Hey, olhe, um carro azul!

    8 — Bart, diferente do amor, o respeito não pode ser comprado

    9 — Não importa o quão bom você é em alguma coisa. Existem mais ou menos 1 milhão de pessoas melhores do que você fazendo a mesma coisa

    10 — Nunca diga qualquer coisa a não ser que tenha certeza de que todo mundo pensa o mesmo

    11 — Chorar não vai trazer de volta seu cão, a não ser que suas lágrimas tenham cheiro de ração

    12 — As respostas para todos os problemas da vida não estão no fundo de uma garrafa. Estão na TV!

    13 — Só porque eu não me importo não significa que eu não entenda

    14 — Lisa, se você não gosta do seu emprego, você não faz uma greve! Você vai lá todo dia e faz seu trabalho malfeito! Esse é o ‘Jeito Americano’!

    15 — Filho, se você realmente quer algo nesta vida, você tem que trabalhar para isso. Agora, quieto! Eles vão anunciar os números da loteria

    http://www.megacurioso.com.br/desenhos-animados/86834-15-frases-iconicas-ditas-por-homer-simpson-que-mostram-como-ele-ve-a-vida.htm

  17. Time Life US$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Quem na sua origem saiu das entranhas dos dólares do grupo Time Life, ferindo frontalmente a lei brasileira, não poderia agir de outra forma. É a filial dos interesses do Tio Sam.

  18. O dominio de Assad forma uma

    O dominio de Assad forma uma barreira  no caminho do gas da Arabia Saudita para a Europa, 

    Olhando o mapa da siria e as posições do ISIS vê-se nitidamente um corredor no meio da Siria, desde a Arabia ao sul, até os dominios de Assad ao norte. 

    A Russia manteve Assad ao seu lado e começa a assumir esse corredor conquistado pelo ISIS. 

    Com isso a Europa e EUA ficam mais dependentes do petroleo da Russia, Brasil, Venezuela e precisam buscar longe e caro o petroleo da Arabia Saudita. 

    A França tera que relatiivizar as barreiras contra a Russia e a questão da Ucrania. O barco da europa e dos eua fez agua. .

    •  A Arabia Saudita é o maior

       A Arabia Saudita é o maior exportador de petroleo do mundo mas não tem o mesmo volume de gas, não há como exportar gas da Arabia Saudita para a Europa por gasodutos, se o gasoduto chegasse a Siria dai para a frente teria que chegar à Europa atravessando a Turquia, a Grecia e os Balcãs, distancia muito longa através de paises complicados, cada Pais iria cobrar um pedagio, até a Alemanha seriam 9 paises, seno a topografia de todos eles montanhosa e dificil para gasoduto.

      Se a Arabia Saudita quiser exportar gas o mais logico seria por navios GNL e para isso não precisa da Siria, faria a liquefação no porto de Jeddah e dai para Brindisi ou Triestre para chegar à Alemanha.

  19. É bom alguém colocar uma dose

    É bom alguém colocar uma dose de bom senso no pessoal da globo. Vai que o Putin considere a globo uma organização terrorista no nível do EI e resolva retaliar….

  20. Incomoda o nível da

    Incomoda o nível da hipocrisia que atualmente temos que aturar de reacionários, conservadores e extremistas de direita, devidamente coonestados pela auto proclamada social-democracia representada pelos tucanos e outros arremedos de partidos. 

    Um dos mantras que repetem até o limite da náusea é que a Esquerda, ou mais especificamente o PT, hoje usufrutuário do Poder, estendeu seus tentáculos para todas as instâncias civis do país. Ideologias de gênero, política, psicossocial, estão sendo empurradas pela goela de pobres desavisados que tanto podem estar nos bancos escolares ou no lupem- operariado incrustados nas favelas e grotões do país. 

    Tudo um farsa! Um jogo diversionista! Ocorre exatamente o contrário.

    A mídia partidarizada, compromissada, engajada, monopolizada e reacionária-conservadora é(até quando, não sabemos) a maior e mais eficaz matriz de doutrinação dos menos avisados. Na ponta, no cume, por óbvio, as Organizações Globo. 

    Com efeito, assistir os noticiosos dos veículos que compõem esse conglomerado é se expor a uma autêntica lavagem cerebral. Os fatos, a realidade crua e nua, que supostamente seriam infensos à manipulações, são burilados, distorcidos, adaptados, ao norte político-ideológico do grupo e de resto do estamento que quer não quer perder o protagonismo. 

    Nesse afã, não só os adversários internos são o alvo. Num acesso inaudito de pretensão, de soberba e da não percepção dos seus limites, abordam os fatos e personagens do exterior como se o resto do mundo estivesse muito interessado ou preocupado com o que pensam e com o que dizem. A constância é maior, como esperado,  para os países sul-americanos. As análises, as abordagens, é como se a Venezuela, a Bolívia e a Argentina, para citar os principais, não fossem nações independentes, portanto donas de seus respectivos narizes. Tratam-nas como países bandidos, foras-lei, escórias. 

    Como americanófilos de carteirinha, supremos abanadores de rabo para os EUA e em menor escala para a Europa Ocidental, decerto que ainda avaliam e tratam a “velha” Rússia e o soberbo “império” chinês com o mesmo sentimento retrô da guerra fria. Só que a realidade agora é outra bem diferente. As assimetrias econômicas e sociais nestas que eram compensadas pelo Poder Militar, máxime pela antiga URSS, hoje persistem em escala muito menor. Em termos de PIB a previsão é que a China ultrapasse os EUA nos próximos vinte anos. A Rússia, merce dos seus problemas internos, continua uma potência militar e ser uma das “jogadoras” de peso no cenário geopolítico mundial. 

    Na cobertura da atual conflagração no Oriente Médio, tentam incutir que os EUA ainda dão as cartas quando na realidade foi e está sendo ainda o grande perdedor. Desde a guerra contra o Afeganistão, passando pela invasão do Iraque e agora com a crise da Síria, só fizeram piorar o que já era complicado com suas intervenções imperialistas.  Mas a Globo ainda insiste em gravar  no imaginário dos desavisados o sentimento da cavalaria ianque atacando os índios naqueles velhos filmes de caubói que assistíamos quando crianças.  Aquele correspondente Rodrigo Alvarez que “cobre” a região só falta mesmo colocar o quipá na cabeça e se enrolar na bandeira americana tal o seu  facciosismo judaico-americano. 

     

     

  21. Entrem no canal RT en Espanol

    Entrem no canal RT en Espanol e vejam o que a Rússia faz na Síria – simplesmente não tem nem comparação com o que os EUA e a França fazem. Por isso, é extremamente vergonhosa a cobertura da Globo, como sempre foi.

  22. Entrem no canal RT en Espanol

    Entrem no canal RT en Espanol e vejam o que a Rússia faz na Síria – simplesmente não tem nem comparação com o que os EUA e a França fazem. Por isso, é extremamente vergonhosa a cobertura da Globo, como sempre foi.

  23. “…e pode tornar-se maior

    “…e pode tornar-se maior ainda caso a administração brasileira comece a governar.” 

    Pô, até parece que “o governo” dorme todo santo dia, pedindo para ser impedido de governar…

  24. Ela é ………………….

    Assis, nãos ei se é infatilidade sua ou inocência mesmo. Querer que a “grobo” seja imparcial, é lquerer demais.

    Veja sua afirmação – ”  A vassalagem da Globo aos interesses geopolíticos norte-americanos reflete a incapacidade de avaliar nossos próprios interesses prospectivos, hoje muito mais ligados à Ásia do que aos Estados Unidos e à Europa.” -e por isto mesmo, não adinata escrever artigo pedindo que a dita cuja seja imparcial e deixe de puxar o saco das potência ocidentais, incluindo aí mais fortemente os EUA.

    Voce e alguns mais, cismam em cobrar da dita cuja, imparcialidade, quando na verdade os jornalistas que lá trabalham, além de pseudos jornalistas, não passam de agentes a serviço deles, e acredito que bem remunerados.

    Então meu caro amigo, se é que lhe posso chamar assim. Tome tento e escreva mais diretamente, pois quando referindo-se a dita cuja, não há meio termo. Temos que ser diretos mesmo. Inclusive para alertar os menos inteligentes, e midiotas, que vivem de quatro para aquela manipuladora !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

    • Os interesses COMERCIAIS do

      Os interesses COMERCIAIS do Brasil estão em volume na Asia mas a vinculação geopolitica é infinitamente maior com os EUA-Europa do que com a Asia. Interesses não são apenas da corrente de comercio, são de tecnologia, comunicação, cultura, finanças, turismo, serviços, há 240.000 brasileiros estudantes em universidades americanas, quantos na China?

      Os EUA tem 500 empresas no Brasil, 270 bilhões de dolares investidos aqui, grandes redes sociais operando no Pais (Facebook, Tweeter), quantas redes sociais chinesas estão no Brasil? Os EUA dominam grande parte das agencias de propaganda, tem presença forte em seguros saude, redes de alimentação, empresas de informatica, agencias de emprego,

      universidades particulares (a maioria hoje é de capital americano), redes de drogarias, industria farmaceutica, etc.

      Em 1938 a maior corrente de comercio do Brasil era com a Alemanha nazista, era uma questão de circunstancia mas os vinculos com os EUA eram muito mais fortes, o que fez o Brasil se aliar aos EUA contra a Alemanha quatro anos depois.

      • Falou tudo

        sr. André ! Somos mesmo uma colônia americana e o pior é que não ganhamos nada com isso. Eles sim. O sr. se esqueceu  de se referir,  que são os maiores exportadores das igrejas neopetencostais (aqueles sacos de dinheiro mostrados pela TV, após cultos em estádios americanos , foram definitivos p/ os nossos gananciosos). Dando margem até a criação de personagem para o Chico Anísio.  Daí o retrocesso que estamos vivendo em algumas questões, pela grande entrada de “pastores” no congresso Nacional. (esta é uma realidade, não fruto de ma vontade minha).  O domínio será total mesmo se partidos como o PSDB se tornarem novamente vencedores.

        • As igrejas de “sacolinha” são

          As igrejas de “sacolinha” são imitações de igrejas americanas e não exportações, não conheço nenhum vinculo entre as igrejas desse tipo com igrejas americanas, lá as confissõs protestantes tem outra configuração; há sim correspondencia entre as igrejas protestantes sérias e tradicionais como Metodista, Batista e outras com suas congeneres americanas mas ai é um outro nivel de religião verdadeira e tem muito menor expansão no Brasil.

          • André

            Talvez eu tenha usado uma palavra um pouco forte como “exportação” e na realidade não passam de influência. Mas que a TV sempre mostrava os estádios onde se realizavam os cultos lotados de pessoas e os “obreiros” carregando imensos sacos de dinheiro, acontecia sim. Daí o personagem do Chico Anísio.

  25. Não é só no Brasil. Aqui no

    Não é só no Brasil. Aqui no Canadá é a mesma coisa. Por isso, eu assisto também à RT (Russia Today).

    A qualidade do jornalismo é muito boa e os documentários que eles passam são excelentes.

     

  26. Os EUA representam o império

    Os EUA representam o império do mal (exterioridade do mundo, principados e potestades espirituais).

    Estive lá em 1990 e, na forma de turista para espiar, fui atacado por um virus nos olhos e uma crise de dores na coluna.

    Remédio nenhum conseguia fazer efeito contra o vírus, a ponto de glândulas dos dois olhos sairem para fora do globo ocular.

    A coincidência de um confronto com o mal da primeira frase aconteceu no período de uma vigília na Igreja Batísta de Pompano Beach, na Flórida; eu pedi a Deus a vitória.

    Quando cheguei em casa reparei que as glândulas recolheram sem que eu notasse a mudança de circunstâncias; no mesmo dia não tive mais dores na coluna. 

    Na verdade, estava tentando me desembaraçar do lixo dos tempos e dos sonhos, de fundar uma nova sociedade.

     

  27.  

    Infelizmente  a rede Bobo

     

    Infelizmente  a rede Bobo de TV, por mais que os filhos do Dr. Roberto desejassem, não teria como atuar de outra forma. Na verdade, essa corporação é parte dos entrepostos globais ocidental de notícias (leia-se: propaganda), uma espécie de hub, ligando os polos receptor – difusor dos interesses comerciais e culturais da matriz. Em outras palavras, o Polo Receptor acopla-se ao Polo Produtor-Emissor matricial,  sediado em Washington. 

    É como está escrito nas escrituras do Cordão dos Puxa-saco :  Manda quem pode, obedece quem tem  juízo. Este mesmo mandamento, é o que rege  as relações de trabalho nas terceirizadas, entre os seus jornalistas porta-recados e a chefia geral. Que por sua vez, ouve a voz do dono decidindo por fim, se aprova ou desaprova definindo o publique-se, e, descartando o que não vem ao caso.

    Orlando

  28. Todo veiculo de comunicação

    Todo veiculo de comunicação tem viés, não há nenhum imparcial, mesmo porque imparcialidade não é um conceito definivel em politica internacional, como não é em politica no sentido geral ou nas relações humanas como um todo.

    Todo pais ou povo quando opera em relações internacionais defende seus interesses geopoliticos, desde que se conhece a Historia escrita de 8.500 anos, não há um interesse mais legitimo que outro, todos defendem o seu.

    Os grandes jornais e redes de TV tem suas preferencias ideologicas, o que é perfeitamente natural.

    Cada qual defende suas crenças e culturas, sua visão de mundo e o conjunto de valores que representa.

     

    Qual a estranheza ou novidade pela qual a Globo tem suas preferencias e angulos de visão?

    A midia russa é imparcial? E a chinesa? Como é a midia polonesa?

    Mas é cada colocação de espanto em relação a contextos naturais da vida. a surpresa é que é espantosa.

    • Todo veículo de comunicação

      Não se discute se a Globo tem um lado, é direito dela. O que se discute é se este lado dela é o melhor para nosso país. É isto que o artigo discute.

      • “”O melhor para nosso Pais””

        “”O melhor para nosso Pais”” depende da visão de Pais de cada um. É melhor para o Brasil abraçar a causa  do bolivarianismo venezuelano, como hoje acontece? Há incontaveis ideias do que seja ” o melhor para nosso Pais””.

    • Defender os interesses de seu

      Defender os interesses de seu país é natural o que não é natural é o contrário, e é exatamente o que a globo faz. Deu pra entender ou tem que desenhar?

    • O problema, meu prezado André

      O problema, meu prezado André Araújo, não é o viés e suas emanações revestidas de parcialidade ou imparcialidade. É algo muito mais sagrado: o resguardo da ÉTICA. Ou seja, a não instrumentalização do jornalismo para fins políticos-ideológicos. A bem disso, não vale mentir, manipular, distorcer, falsear, induzir ao erro; enfim, apostar na ignorância e boa vontade dos usuários das suas mídias. Há de se ter respeito ao consumidor e ao cidadão. 

      A história do conglomerado Globo por esse aspecto é a história da infâmia. Está para o Brasil assim como Hollywood esteve para o mundo no que tange a serem os maiores instrumentos de manipulações de consciências(ideologia) jamais igualados. 

      Sim, concordo, não existe imprensa imparcial. Num sociedade capitalista certamente que os interesses econômicos serão prevalecentes. Mas isso enquanto corporação empresarial. No que tange à dimensão do jornalismo na mais exata acepção do termo, ou seja, o dever ético de se ater a verdade e manter a distancia e neutralidade, não existe, ou deveria existir, qualquer concessão. 

       

      • Meu caro Costa, todos os

        Meu caro Costa, todos os valores a que vc se refere são subjetivos e nunca, na historia da imprensa que tem 500 anos,

        “neutralidade e imparcialidade” foi um requisito para a existencia da imprensa, que nasceu para defender opiniões e não para informar, a imprensa por definição filosofica, não tem por obrigação ser neutra ou imparcial, nunca foi  nem no regime democratico nem sob o socialismo, a liberdade de imprensa é a liberdade do dono do jornal emitir sua opinião, não há um direito do cidadão de através da imprensa obter informações ditas neutras mesmo porque cada um vê cada acontecimento com seus olhos e sua visão, o mesmo fato visto por seis pessoas terá seis narrativas diferentes, vide Luigi Pirandello, Premio Nobel de Literatura no clássico “Seis Personagens em Busca de um Autor”.

    • O ponto é outro

      As críticas à Globo são pelo fato dela monopolizar a opinião. Apenas 5 famílias controlam a comunicação no Brasil. É do capitalismo que para sua exitência tem que haver competição. Aqui, esta regra não funciona. Contraponto apenas nas redes sociais, blogs etc. Não deixaram nenhum governo fazer aqui sua BBC. 

       

      • Em todos os paises , mesmo

        Em todos os paises , mesmo nos EUA, os grupos de midia de redes são quatro ou cinco, em alguns até menos.  É da logica do negocio que se criem networks que eixgem essa concentração, assim como é em tantos setores tipo aviação, combustivel, bancos. Em São Paulo há forte competição entre as radios  CBN , Record, Joven Pan, Transamerica,  Cultura, Bandeirantes,  Na TV é mais ainda e tem as por assinatura do mundo inteiro. Em todo lugar o modelo é o mesmo, qual é a alternativa?

        TVs de bairro, comunitarias? As pessoas querem ver a Globo, com todas suas imensas falhas, como Faustão, Huck, etc

        Minha defesa são as TV pagas, tem otimos canais.

         

    • Como já foi dito: a mídia

      Como já foi dito: a mídia brasileira não possui uma visão nacional sobre a geopolítica: apenas compra e traduz notícias de veículos europeus e norteamericanos, com forte ideologia. Lembro que, no Facebook, essa (des)notícia da Carta Capital, importada do The Guardian, foi simplesmente destruída nos comentários.

      De qualquer modo, realmente Putin não tem compromisso com a paz real. Ele não é como o Nobel da Paz (fictícia), que lançou a guerra com drones em pelo menos uns sete países, com direito a “kill-list”; destruiu a Líbia e a Síria; continuou ampliando as bases militares ao redor do mundo; insiste num “escudo” anti-míssil na Europa (é para proteger contra o Irã e a Coreia do Norte, diz); manteve as prisões de exceção; além de insistir na doutrina de Domínio de Pleno Espectro, provocando a China.

      • artigo republicado por carta capital

        o artigo é traducao do gurdian, porem não encontrei o artigo original para checar a veracidade

    • Conclusão ridícula.

      Conclusão ridícula. Reporcagem idem.

       

      Faz diferença dar o nome de “moderado” a um sujeito que não é um radical, mas igualmente quer meter uma bala na sua cabeça???

      Obviamente o objetivo da aliança Russia-Síria é tomar de volta todos os territórios ocupados por grupos armados seja lá qual o nome tiverem. E isso é feito aplicando táticas e estratégias mais convenientes. E se isso der vantagens momentâneas para que um grupo radical tome território na mão de “moderados” é problemas entre eles. Que se danem.

      Agora, achar que estão visando apenas os “moderados” e pretendem deixar os radicais a salvo é forçar a inteligência alheia. A Carta Capital depois dessa reporcagem perdeu todo crédito comigo.

    • Análise profunda de nosso

      Análise profunda de nosso reverenciado comentarista Gunter.

      A matéria da CC é tradução da The Guardian.

       

       

       

       

  29. Globo direita

    É isso mesmo seu Assis. Só acho que a Globo não representa em si os interesses nacionais dos EUA. Representa sim os interesses do sistema financeiro ocidental, das corporações empresariais do petróleo, da alimentação, do armamento e outras, cujas matrizes estão lá e em parte da Europa, manipulando a economia mundial, promovendo guerras, golpes de estado e por aí a fora. 

    Aqui a Globo atende a quem representa mandando na política via DEM / PSDB e agora parece que até o PMDB faz parte de seu organograma funcional, além de mandar em boa parte dos Supremo(s).  Em dobradinha, claro, com aquela editora do mês 04 e os demais jornalões de direita.

    Se sua sede fosse nos EUA estaria atuando em parceria com a  CNN e outras do império do Murdoch, atendendo os interesses do partido republicano, do Tea Party. 

  30. Explicação mais simples.

    A explicação para o jornalismo da globo é mais simples:

    No jornalismo Ctrl c  Ctrl  v  dos globais é mais fácil traduzir do inglês pra roubartilhar .

    Traduzir matérias em caracteres cirilicos ou árabes dariam uma mão de obra danada.

    Lembro quando tive uma banca de jornais, eu lia a Time numa semana e na semana seguinte saia a materia traduzida na extinta Manchete.

    Você pode tirar o indivíduo da colonia mas não tira a colônia do indivíduo.

  31. Necessidades

      A Globo, não faz reportagens, ela apenas emula, amplifica – como outras midias, incluido as de “esquerda” – o que seus leitores querem ouvir , não publicam noticias e/ou analises, apenas vendem opiniões, dão a eles o que eles querem, confirmam suas posições, nada alem disto – e infelizmente, não apenas a “direita” ainda esgrime conceitos da guerra fria, parte da “esquerda” tem a mesmissima atitude.

       P.S.: ” A linha de US$ 50 Bi chinesa ” –  É uma boa linha, juros baixos, cambio favoravel ( é até possivel, negociar ” troca de divisas”, tipo yuan x real ) portanto sem comprometimento de reservas, mas “jovem”, pois temos que estabelecer uma linha de projetos factiveis, tanto interessantes para nós, como para os chineses – é uma “linha de crédito” não um “empréstimo” ou aquisição de bonds/bonus reversiveis de maturação longa ( caso da Petrobrás ), portanto a utilização desta linha ( China International Development Bank ), focada em projetos de infraestrutura, depende da apresentação de projetos, discussão de certas praticas regulatórias nacionais – ela está “aberta”, consolidada em balanço do CIDB – mas e os “projetos” ??????

    • Meu caro Junior, a linha vai

      Meu caro Junior, a linha vai morrer virgem se não houver um CONTROLE do caos dos licenciamentos e das intervenções

      que ATRASAM projetos provocando aumento de custos de até cinco vezes e prazos de execução do triplo do tempo.

      A linha de energia Boa Vista Manaus foi DEVOLVIDA pelo concessionario que comprou a concessão em leilão, depois de investir R$250 milhões porque não conseguiu licenciamento da FUNAI, após esperar anos e sem a FUNAI não tem nem como iniciar o processo do IBAMA, não se esqueça tambem que precisa licenciamento da Fundação Zumbi dos Palmares (quilombolas) e depois de conseguir tudo isso, tem o licenciamento estadual e começando a construção vem o Ministerio Publico do Trabalho (com o trabalho “analogo” a escravidão, o papel higienico é muito grosso é um bom motivo) , depois vem o Tribunal de Contas e manda parar tudo porque faltou uma virgula no edital, precisamos de um CENTRAL para coordenar tudo isso e PRAZOS para cada um desses ninhos de burocratas trabalharem e entregarem ou não as licenças.

      • Urticaria, ulcera, enxaqueca

           Caro AA, 

            A “aura” de algumas enxaquecas minhas, batizei de IBAMA, a ulcera de ” Tocantins – Funai “, já quando lembro dos varios MPs ( municipais, estaduais e federais – tipo uma prefeitura do Tocantins, ter um neurótico procurador indigena ambientalista, ongueiro ) já me causou varias urticarias.

             E meu filho, o mais comico, tragico, é que podemos ficar sem luz, pois os chineses que financiam um linhão no Norte, não conseguiram autorização para montar as torres, o Ibama liberou ( depois de um puta tempo ), mas a Funai ainda bloqueia uma parte do trajeto, e não dá para desviar, pois teria que ter outro processo no Ibama, tem mais:

            Retificar a margem dos, rios na bacia Tocantins – Araguaia , para que as chatas e empurradores, alimentem ainda mais o corredor de exportação de Altamira – Belem ; um “procurador” municipal, com um agente FUNAI ( instrumentalizado por ongueiros ), veio encher o saco, sobre um “cemitério indigena” ( os indios queriam é dinheiro, calibre .12, motores de popa ), e nem tinha indio lá sepultado.

              E quando, depois de anos sai a do Ibama, dos orgãos ambientais dos Estados, do prefeito, e a da Funai ou Palmares ainda não saiu, vc. estará no inferno da indecisão e do CUSTO, pois se vc. começar a obra, um procurador poderá embarga-la, e depopis vc. consegue o que faltava ( leva tempo e dinheiro ), mas daí suas autorizações caducaram, vc. tem que pedir de novo ( + CUSTO ).

              Meu caro, tentar explicar isto para financiadores, investidores, é como explicar como sair do Inferno de Dante, e pelo que eu conheço de chineses e russos ( os do BRIC ), eles ficam com “cara de paisagem”, não acreditam em nada do que vc. está falando.

               É dificil levar a termo projetos de infraestrutura no Brasil.

        • No tempo que foram criadas estas legislações não se ….

          No tempo que foram criadas estas legislações não se construía nada de infraestrutura no Brasil!

          O problema principal não é a existência de legislações ambientais e outras que existem no Brasil, o problema é a forma como foram construídas estas legislações. Quando elas foram feitas não se construía nada de infra-estrutura e os grupos de pressão ambientalistas e outros, de forma legítima ou ilegítima, criaram um emaranhado de  leis sem a mínima estrutura.

          Não precisamos perder nenhuma exigência, nem abrir mão de qualquer pré-requisito, porém deveria ter uma norma única que unificassem os processos em um só.

          Também é necessário enfrentar o que se chama a “litigância de má fé” principalmente dos MPs que tem incrustado em seus quadros alguns quadros ambientalistas radicais e mal informados que aceitam qualquer coisa como motivo para embargar qualquer obra ou projeto.

          Problemas ambientais, problemas de ocupação de terras indígenas e outros são reais em muitos casos, a solução é que deve ser rápida, e para que esta solução seja rápida os questionamentos tem que vir em grupo e não como uma corrida de obstáculos.

          O problema é que cada ministério tem o sua própria legislação e como são de partidos diferentes eles agem no princípio de criar dificuldades para vender facilidades.

          O governo ou mesmo a base parlamentar (isto que é difícil, fazer a base parlamentar trabalhar!) deveriam criar uma espécie de consolidação de leis para a homologação de processos, que mantivessem as mesmas exigências atuais, porém unificasse o projeto.

          Problemas ambientais, e estas restrições existem em qualquer país, mesmo na China, a construção da ferrovia que liga a China ao Tibete é um exemplo, os engenheiros chineses tiveram que achar soluções criativas para vencer os problemas, e concluída a ferrovia, especialistas norte-americanos e canadenses foram até a China para ver as soluções empregadas.

          Agora uma coisa, existe falta de engenharia no setor público, só foram criadas as agências reguladoras e contratados engenheiros com o dobro ou o triplo do salário dos engenheiros dos outros órgãos públicos, porém nestas agências parece que os profissionais estão lá para levantar os problemas mais do que resolvê-los.

          • Consolidação da legislação

               Seria o ideal, ninguem quer que projetos de infraestrutura saiam por ai dizimando o ambiente, ocupando terras indigenas, só precisamos de uma legislação consolidada, concisa e factivel, que prazos de analise sejam fixos, e que a metodologia dos diversos orgãos seja clara, e não que cada “técnico”, “analista”, antropologo – ou os “piores” : Procuradores – cada um tenha uma idéia sobre um assunto.

                Nem vou comentar sobre a situação de quando “muda” o ministro, não muda só ele, vem outra curriola ( fruto de nosso presidencialismo de coalizão ) até 3o/4o escalão, que irão reanalisar seus projetos – após “tomarem pe´da situação”, o que demora no minimo 30 dias uteis – muitas vezes com outra ótica.

                Um cara, engenheiro de uma destas agências, já comentou que a função deles é “regular”, não fornecer soluções – assim fica dificil para nós, mas muito facil para eles, procuradores e outros. “Embarguei, vire-se “.

  32. Não nos deixemos confundir, a

    Não nos deixemos confundir, a surpresa do viés do Brasil é este: Toda pogramação da Globo visa dissolução de relações anteriores, despojar as políticas públicas, levá-las artificialmente a uma crise e destruir o poder vigente.

    Na medida que os EUA imprimem dinheiro à la vonté (a taxa de juros é negativa e não tem limites de prazo nem obrigação de privatizar suas conquistas gratuitas), o modo de apropriação do homem, enquanto potêncial de valor, é uma alegoria sem moral: o dólar, gerado para nível de escravatura, pode banir o trabalho progressivo no tempo, mudar as regras econômicas e assumir as forças produtivas improvisadas numa ciência sempre regenerativa. 

    A sociedade atual não pode erguer-se na cena do massacre de sua própria história se o país não centralizar a estratificação do trabalho, antecipar o processo de desenvolvimento de livres escolhas, lançando mão de invenções que revolucionam a base de engendramento da produção, e se sobreponha aquela posição predominante no mundo, pela tecnologia digital.

    Ah, estava esquecendo, não precisamos importar tecnologia digital para fazer o dinheiro do processo de desenvolvimento, o câmbio das escolhas é gratuito. 

  33. Ali Kamel vira latismo

    O mais trágico dessas repostagens imparciais da Rede Globo em relação a Síria e o ”terrorismo”, é o fato delas serem tendeciosamente discriminátorias contra os povos Arabes, sem análises. Considerando que o Senhor Ali Kamel é filho de imigrantes Sírios.

    Kamel não é apenas um brasileirinho rosnando seu complexo de vira-lata, mas também um filho de imigrante Arabes qual tem nehum pudor de produzir reportagens tedenciosamente  insultiva contra aqueles povos. Ele não apenas odeia o Brasil, mas também a pátria de seus pais.

  34. Presidente legítimo

    Quem acompanha o noticiário da luta contra o Daesh em meios de comunicação europeus e asiáticos sabe muito bem que o presidente Al Assad conta com o apoio da maioria esmagadora da população síria e que se a eleição para presidente da Síria fosse hoje ele seria reeleito por uma imensa maioria do povo sírio. Pelo que sabemos das matérias publicadas, sem a contaminação tóxica dos interesses estadunidenses, os sírios consideram os terroristas como invasores estrangeiros e apoiam o exército sírio com tudo que podem para erradicar o Daesh e outros terroristas pró-ocidentais de seu país. Não é a-toa que o exército sírio está contando com a ajuda de milícias populares armadas.

    Até pela mídia britânica pode-se ter uma visão mais real do que está acontecendo na Síria, através do correspondente do “The Independent” Robert Fisk, por exemplo, radicado no Oriente Médio há décadas.

    Quanto ao maior poder militar, depois do que a Rússia mostrou, os estudiosos da área militar já estão colocando em dúvida se diante de uma guerra moderna os EUA são assim tão poderosos. Afinal veem colecionando uma sucessão de derrotas no período que se seguíu à 2ª Guerra Mundial (Coréia, Vietnam, Somália, Iraque, Afeganistão e outras).

    http://br.sputniknews.com/mundo/20151119/2814546.html

  35. Ex-petista e indignado por ser traído pelo PT

    Concordo com o texto, acho até que a Globo está sendo muito boazinha com o PT (será que foram os 6,2 bilhões pagos nos últimos anos pelo governo do PT para manter a publicidade?). Todos os dias saem denúncias contra o Lula e seus familiares e amigos, e a Globo não mostra nada. Concordo com você, a globo está comprada pela midia capitalista e pelo PT, que agora é o partido mais capitalista que existe. 

    • Denúncias e provas

      E as provas que aparecem ela também não menciona.

      o Lauro lutinha Jardim trabalha onde, mesmo?

      Teu comentário foi tão engraçado que até me esqueci de rir.

    • Ex-petistas

      Estou no PT desde a sua fundação, e só conheço três tipos de ex-petistas: Os que saíram do PT para militar em partidos de extrema esquerda; os que saíram por não terem conseguido uma assessoria; e os que foram expulsos – na maioria das vezes por desviar dinheiro da tesouraria do partido. Em qual deles você se enquadra?

  36. A Ponte dos Traidores

    No filme de Spielberg, de Hollywood, “A Ponte dos Traidores” os russos (soviéticos) são mostrados como os bandidos malvados e os estadunidenses como os bonzinhos. Um maiqueísmo óbvio, tacanho, que se repete agora no Jornal Nauseonal. Certamente não é coincidência.

  37. o assis continua mandando

    o assis continua mandando muito bem.

    as permanentes invsasões norte-americanas acabam criando esses monstros terroristas.

    aí os eua  não têm como jusitificar e põem sempre a culpa nos outros, por conveniencia.

    e a globo repete as insanias deles, as insanias armamentistas..

    quando o obama tenta resistir, a glono defende os republicanos…

    .descaradamente…

     

  38. Rede Globo é instrumento do governo americano

    O Bonner tenta imitar até o jeito casual de dar as notícias que jornalistas americanos tem. O única coisa original dele é aquela reboladinha com os ombros que ele faz.

  39. O QUE DA GLOBO NÃO É MANIPULAÇÃO, MEIA VERDADE OU MENTIRA TOTAL?

    Da Globo não se espera nada, a não ser manipulação e desesperança. Hoje tudo que tem a mão da GLOBO cheira ruim.

  40. Para essa gente não há

    Para essa gente não há “nossos” (brasileiros) interesses, mas “deles”, e enquanto sabujos que são dos interesses do grande capítal, obviamente, estrangeiro, pois o local está atrelado àquele, e, como tal, narcisicamente, só têm olhos para si mesmos.

    Reconheça-se: são eles, sim, os Simpsons, todavia, com deletério poder sobre corações e mentes do grande público, ordinariamente, intelectualmente desapetrechado e indefeso.

    Aliás, como aquele esterieótipo do imbecil ianque, desastrado com bastões radioativos saltando-lhe das mãos, apontam o perigo que sua imbecilidade representa para todos nós, nós mesmos, com toda a brasileiridade a que temos direito, por nascença ou adoção.

    Impõe-se lembrar que a cobertura sectária, diga-se, da grande imprensa, da lamentável tragégia prisiense, desprezando os anos e anos de rotineiros assassinatos empreendidos por estadunidenses, israelitas, ingleses, e franceses, aos povos do Oriente Médio, covardemente, com todas as letras – lembre-se que os muçulmanos ao menos morrem junto com suas vítimas inúmeras vezes – ademais de desonesta, fraudulente, essa cobertura inda dá a impressão de alimhamento dos brasileiros com o etnocídio praticado contra as famílias muçulmanas, quiçá, fazendo-nos eventual alvo de terrorismo.

  41. A globo ainda não sofreu

    A globo ainda não sofreu qualquer menção em relação ao escandalo FIFA!

    A globo pode ser um aliado estratégico dos eua, no qual o interesse imediato se sobrepõe aos valores da justiça…

    Politica externa dos eua é isso ai…

  42. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome