Os militares e a fábula dos sete cegos, por Luis Nassif

Sete cegos caminhavam por uma estrada quando cruzaram com um elefante. Todos queriam saber como era um elefante. Um deles apalpou a barriga do elefante e disse que elefante era uma parede. Outro apalpou a perna, e disse que elefante era um tronco. Um terceiro apalpou as presas do elefante e concluiu que o elefante era um chifre.

Acontece algo semelhante com a cobertura brasiliense sobre o pensamento militar.

Hoje, o Estadão publica matéria “Decisão de deixar Lula ir a enterro causou ‘perplexidade’ entre militares”. A repórter é setorista do Palácio do Planalto. Portanto, o genérico “militares” mencionado se refere especificamente ao(s) militar(es) que trabalha(m) no governo Bolsonaro. Trata-se de um recurso recorrente, que serve para pressionar o Supremo Tribunal Federal e para intimidar recalcitrantes. Basta informar que “militares”, assim no coletivo, pensam isso ou aquilo para o pânico se instalar.

Dias atrás, Veja soltou uma nota sobre a reação dos “militares” ao desprezo com que foram tratados em Brumadinho, comparado com a apologia feita aos soldados israelenses. Não há indicação também sobre quem seriam esses “militares”.

Ou seja, basta eu conversar com um militar específico, ele me dizer o que quero ouvir. E, depois, eu escrevo uma matéria sugerindo que “os militares” pensam isso ou aquilo.

Aliás, um recurso muito utilizado nas coberturas é a história de “a reportagem consultou três fontes que confirmaram” etc e tal. Esse número cabalístico surgiu dos livros sobre a cobertura do Washington Post do caso Watergate. Para publicar uma notícia, os repórteres tinham que confirmar a informação com três fontes distintas.

Quem acompanha o dia-a-dia da imprensa brasileira sabe que os repórteres mal e mal conseguem ouvir uma fonte, ainda mais nesses tempos de esvaziamento das redações.

Janio de Freitas, por seu lado, especifica uma diferença essencial entre os militares da reserva, que foram para o governo, depois de atuação política nos Clubes Militares, e o alto comando, profissional, incomodado com a imagem das Forças Armadas no jogo político. Janio sabe das coisas e tem visão analítica: consegue enxergar o elefante.

 

Leia também:  Moro descumpre Lei de Acesso e se recusa a revelar documentos que deu a Bolsonaro sobre laranjas

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

37 comentários

  1. Falácia da Composição

    De acordo com o wikipédia:

    “Composição é uma falácia que consiste em afirmar que o todo possui a mesma propriedade da parte. É o raciocínio inverso da divisão.

    Estrutura lógica

    A é composto de partes B.B tem características X.Logo, A tem características X.

    Exemplos

    As células não têm consciência. Portanto, o cérebro, que é feito de células, não tem consciência.A frase ignora que o cérebro como um todo possui propriedades diferentes de suas células.A instituição religiosa tem alguns membros corruptos, logo a instituição religiosa é toda corrupta.

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Composi%C3%A7%C3%A3o_(fal%C3%A1cia)

    Os nossos jornalistas confundem a parte com o todo.

  2. Infelizmente, os militares são o nosso PIOR

    Um FATO é incontestável mesmo pros que apalparam o elefante só no rabo:

    Os MILITARES BRASILEIROS são o useiro e vezeiro de fazerem o POVO refém  ..de imporem PELA FORÇA e MENTIRA seus ideais SECTÁRIOS, viciados, suas conveniências e interesses, ou não ?

    Do que se lembre, em menos de 3/4 de século eles apoiaram os sucessivos GOLPES no BRASIL, justamente contra governos reconhecidos como progressistas, eles que tentavam fazer daqui uma democracia e/ou, que queriam ver o país voar livre, tento um papel ALTIVO e ativo no mundo, decidindo seu próprio destino. 

    ..foi assim então com:

    GV, JK/Jango, J.Dirceu (mensalão), Dilma e LULA

    Interessante que todos estes líderes representaram interesses CONTRÀRIOS aos EUA, a nossa eterna corôa que vez em sempre nos quer ver aliado e FRAGILIZADO, dependente e acuado.

    TEM COISA ESQUISITA ISSO ??!! ..esta imposição ideológica  ..esta forçação adesista  ..este alinhamento sem contra partida  ..essa união com uma Nação que nos oprime

    ENQUANTO as FORÇAS ARMADAS não desenvolverem um projeto de PAÌS SOBERANO, de se unirem aos interesses civis  ..enquanto eles não decidirem superar suas fraquezas e receios, medo mesmo  ..vai ser isso  ..um golpe a cada tempo

    PARECE mesmo que o ASCO que Figueiredo dizia sentir do povo é ainda memória viva nos quartéis.

    ..e de embrulho, SEMPRE, eles levam o tal Poder Judiciário (promotores e procuradores) e as FORÇAS PÚBLICAS de repressão (polícias), tentando a tudo dar um certo ar de institucionalidade e legalidade a tamanha ESCULHAMBAÇÃO e violência.

     

  3. Fofoca
    Outro problema serio é a mania de nao chamar as coisas pelo nome. A tal pratica é conhecida, manjada… se chama FOFOCA.

    Há muito tempo que o “jornalismo” da midia comercial se baseia nisso.

  4. Por falar em Militares, os de Israel voltarão hoje para casa

    A viagem dos Soldados Israeleses para o Brasil se parece com a viagem do Marcos Pontes, atual Ministro da Ciência e Tecnologia, ao espaço. Foi muito custo prá pouquíssimo benefício.

    Quando alguém é atropelado, os transeuntes cercam a vítima, impedindo que ela seja socorrida adequadamente. Israel funcionou em Brumadinho como os transeuntes que cercam a vítima de atropelamento no trânsito, dificultando e retardando o socorro.

  5. Podemos chamar de “jornalismo

    Podemos chamar de “jornalismo de guerra”, ou a manipulação da informação como arma de guerra. Por outro lado, até um cego pode ver em que direção caminha o elefante.

  6. Bastidores da cirurgia do

    Bastidores da cirurgia do Bozo dão conta que a demora na operação deveu-se mais pela grande indecisão da equipe médica em decidir qual dos sacos de dejetos descartar.

    Após horas e fortes divergências, decidiram pelo descarte do menor.

  7. Tem o
    Tem o jornalismo-espírita…..

    Aquele que reproduz conversas reservadas…… talvez existam jornalistas com o dom da invisibilidade ou paranormais………..quem.sabe………

    • Jornalistas e as notícias

      Mais que cheios de dons, nossos jornalistas são etéreos.

      Transitam por qualquer meio sem serem vistos, sentidos ou ouvidos.

      De tudo sabem, a tudo vêem e tudo comentam.

      Comentam com propriedade aquilo que só eles sabem, veem e ouvem e mais ninguém

      Eles dão a sua versão de fatos ocorridos

      E quando os fatos não ocorrem eles correm para cria-los.

  8. Ficaram perplexos que o STF

    Ficaram perplexos que o STF permitiu que Lula fosse ao enterro depois que o irmão já estava debaixo de sete palmos? Imagina se permitisse antes quando é possível a despedida o ultimo olhar?

    Mas pelo que consta o que Tofoli permitiu foi que se desenterrasse o corpo para levá-lo para Curitiba parece que para um alojamento militar, onde o “perigossímo criminoso” poderia se despedir, apenas junto de familiares próximos, vedado a participação de imprensa, militantes e “esquerdopatas” 

  9. Se esse governo naufragar, o

    Se esse governo naufragar, o prestígio dos militares naufraga junto. Tenho certeza que muitos militares não estão satisfeitos com a adesão de alguns generais a essa aventura, principalmente os militares mais profissionais do exército e os militares da marinha e aeronáutica. A impressão que fica é de que um grupo de generais oportunistas estão se aproveitando da situação confusa no país para atender seus interesses particulares. O general Mourão expôs todos os militares ao pormover seu filho no Banco do Brasil, que teve o salário triplicado. Esse tipo de atitude revela muita coisa sobre o pensamento dos generais que aderiram ao governo bolsonaro.

    • “Se esse governo naufragar, o

      “Se esse governo naufragar, o prestígio dos militares naufraga junto.”

      Não só eles, mas as forças policiais, os evangélicos, o judiciário inteiro, os conservadores, nossa elite pré-histórica e boa parte da classe média. Ou seja, a direita naufraga com esse governo. 

  10. Perplexa estão as pessoas que

    Perplexa estão as pessoas que não perderam a capacidade intelectual de analisar uma situação e a sensibilidade quando se trata da perda de um ente querido, seja quem for. 

    A imprensa brasileira merece sua morte liquida e certa. 

  11. Governo Militar

    Sim, certamente existem militares e militares. No entanto, os novos militares nacionalistas são minoria. Recordar que os antigos militares nacionalistas foram perseguidos e eliminados pela Ditadura de 64.

    Os oficiais são doutrinados com uma visão maniqueista, retrógrada e autoritária, muito útil para subordiná-los quando a soberania nacional estiver em questão.  Na AMAN os oficiais gritaram para Bolsonaro: “Mito, mito, mito !”

    Outros exemplos: (1) o ministro da Educação, Ricardo Velez Rodrigues, era professor do Alto Comando do Exército e foi indicado pelo “filósofo” Olavo de Carvalho. Já exprimiu suas concepções elitistas e pré-liberais. (2) o vice, general Mourão, deu uma aula para maçons externando o seu desprezo pela formação étnica do povo brasileiro.

    Até o momento não conheço nenhum general democrata e defensor da soberania do Brasil. Existe ?

    • Amigo por favor não fale o
      Amigo por favor não fale o que não sabe, pois isso gera desinformação. Quando for falar sobre a academia militar saiba que lá se cultuam valores e não doutrinação como o senhor sabichão falou. Quanto a presença de nosso atual presidente nas últimas formatura, foi dada ordem a todos os militares envolvidos que não fosse feito nenhum tipo de saudação , até porque militares ( diferentemente de pessoas como você ) são proibidas re se envolver nos assuntos politicos. Talvez fossem alguns dos 57 milhões de brasileiros que deram a vitória a ele

      • Nossa! Proibidos de se

        Nossa! Proibidos de se envolverem em política? Então avisa lá àqueles golpistas twitteiros!

      • Sem envolvimento?
        Sem envolvimento com assuntos políticos?
        Mas não estão fazendo todo o tipo de política?
        Envolvidos até com o stf, mandando nele?
        Não tem doutrinação?
        Ah! É lavagem cerebral…da mais anti nacionalista, do tipo mais elitista…afinal o militar começa a ser gente se for pelo menos tenente

      • Quais valores ?

        Sr. Stoll: eu estou argumentando com FATOS que são públicos. Certamente na AMAN também se cultuam Valores. Mas quais são esses valores ? São valores alinhados aos Direitos Humanos e à defesa da Soberania ? Como explicar as torturas, os assassinatos e os entreguistas ?

        A máfia e os nazistas também cultuam “valores”.

      • Nossos militares são

        Nossos militares são essencialmente uma força de ocupação AMERICANA pagos com o salário dos Brasileiros.

        A pátria Amada dos militares é outra…

        Cadê os militares para evitar entrega do pré-sal e da Embraer ???

         

  12. A fábula
    Luiz Nassif um dos poucos que merecem ser chamados de jornalistas sempre lúcido preciso e imparcial coisa raríssima hoje. Parabéns .

  13. O PT sempre um passo atrás

    Peres Esquivel teme pela vida de Lula. A maioria dos militantes do PT idem só não vê quem não quer. O PT não. O PT confia que ele está be protegido. Será que o PT não vai fazer algo enfático, forte, responsabilizando quem de direito  se algo a contecer a Lula na prisão? Ou vai deixar para chorar depois do leite derramado?

  14. Só 3 fontes……melhor elevar ao cubo

          O jornalismo, não só no Brasil, acredita que “militares” de alta patente, possuem pensamento unico, tanto relativo a posições politicas como a questões relativas a própria profissão, e nem em Israel, Russia ou mesmo Estados Unidos tal situação acontece, ainda mais nos extratos superiores as opiniões muitas vezes se degladiam, quase sempre diametralmente opostas, tipo assim : ” o pau quebra “, o “kriegspiel” vira MMA.

           No ambito relativo a questões estritamente profissionais, das 3 armas, posso dar exemplos, e se mesmo nestas posições/visões a situação é fluida, na parte politica/economica a situação é muito mais complicada, apartada da propria hierarquia, até da disciplina inerente a profissão.

    • Sim, a esquerda precisa parar de tratar FFAA como adversários

      Separar (em qualquer setor) o joio do trigo. Erro recorrente é não trazer as (necessárias) FFAA para o plano progressista e ignorar que há gorilas e asnos (e gorilasnos e asnorilas, até eleitos) em qualquer setor da sociedade.

      Eu mesmo em minhas décadas de vida, conheci vários, de soldados a generais, bem como juízes, políticos e empresários.

      Esta visão de “luta de classes” acaba engolfando setores inteiros como adversários ou inimigos, perdendo a chance de desenvolvê-los para novas visões. Ainda que sejam minorias.

      Lula, como líder sindical que, com sucesso, negociou com multinacionais sob uma ditadura, entendeu bem este”approach”.

      O problema é que num país dividido entre 1% de medíocres que preferem a rapinagem e a opressão e 99% de subjugados…

      …um Lulorinha não fez verão, 

    • Prezado senhor Junior

      Prezado senhor Junior 50,

      Escrevi a muito, ainda sob o comando do galego baiano, sobre “nossas” divergências, digamos que o lojinha de pijamas esteja em ebulição.

      Para começar, o “paraquedista” não nos representava, tão pouco nos representa , entretanto, o senhor tem razão em seu comentário acerca dos vetores. Ainda bem, que há entre cisnes, thor e ainda mais no Apache. O tabuleiro esta embaralhado.

      Infelizmente é preocupante a amostragem de “apois” do meio para baixo dos gallões, ainda que muitos o sejam “”apoiadores” em razão social, de grupos e referências de convívio social.

      O tal terraço gourmet assistindo J10 e ouvindo o professor histrônico acompánhado de mais CBN.  

      O piso da tropa esta deslumbrada e realizada com o tal protagonismo social ( polítici-economico), havia um ressentimento, dor de cotovelo com os holofotes de outras carreiras de estado no picadeiro.

      O pagé dos Pampas, talvez e aparentemente esta tentando repetir com outros VPR´s

       

      P. s em Haaifa?

      • China

           A cidade a qual vc. se refere, o ” Porto “, está no meio de imbróglio de possiveis graves consequencias, mexendo estratégicamente com o Mediterraneo caso tal acordo vá em frente, a Adm. Trump está na maior pilha sobre seu “aliado”, visando detonar a expansão chinesa no OM.

        //en.globes.il/enarticle-us-presses-israel-on-chinas-haifa-port-investiment-1001267903

  15. Não é sobre os militares

    Não é sobre os militares que a imprensa generaliza. Volta e meio vemos fundos de pensão de estatais envolvidas em corrpção. Normlamente e notícia só trás a expressão “fundos de pensão” sem especificar quais. No Brasil temos dezenas olu centenas de fundos de epnsão de mentiades e epresas públicas. Todas ficam manchadas pela má uqalidade e generelização da otícia.

  16. Não é sobre os militares

    Não é sobre os militares que a imprensa generaliza. Volta e meio vemos fundos de pensão de estatais envolvidas em corrpção. Normlamente e notícia só trás a expressão “fundos de pensão” sem especificar quais. No Brasil temos dezenas olu centenas de fundos de epnsão de mentiades e epresas públicas. Todas ficam manchadas pela má uqalidade e generelização da otícia.

  17. A cúpula do Exército não foi

    A cúpula do Exército não foi dominada pelo tato, audição ou olfato. O sentido que predomina entre os generais é o do paladar. Isso explica porque eles estão mais interessados na licitação de espumantes e caviar do que  na defesa das riquezas nacionais. O que eles não podem devorar certamente não tem valor. 

  18. Sub-comentários

    Que importância tem o que o estadão publica? Só maiores de 60, direitistas, leem esse embrulho de peixe.

    Todos dizem “militares”. Primeira providência: substituir por generais ou por exército. MB e, sobretudo, a FAB não estão nesse balaio de gatos. Repito, temos que guardar isso MUITO BEM em nossa memória. Quando a democracia voltar é preciso prestigiar a MB e a FAB e deixar o EB de lado. Diminuir o poder dos que não aprenderam a respeitar a democracia. Forças terrestres? Que tal multiplicar os fuzileiros navais e acabar com a aviação do EB, só para começar?

  19. Eu confesso  que estou

    Eu confesso  que estou estarrecida com a associação dos militares com as milícias que tomaram o poder via TSE ( não consigo mais falar em eleições). Não vejo como podem sair ilesos do caos que é esse governo. 

    • eu tambémE digo mais, a

      eu também

      E digo mais, a IMPRENSA TEM O DEVER de cobrar dos militares o projeto de país que eles dizem ter e impõe agora pra nós

        ..PRINCIPALMNTE JORNALISTAS DO CALIBRE DE NASSIF e F.Brito e Joaquim de Carvalho

      Querem democracia ? Altivez ? Soberania , auto determinação dos povos e independência ?

      Querem respeitar as leis e a Constituição ou vai continuar valendo a perseguição ?

      Então como explicar esta SUBMISSÂO IMUNDA e vergonhosa que hoje vemos em direção aos EUA  ..contrariando aqui JUSTAMENTE governos ou líderes, não comunistas, mas progressistas perseguidos por estas mesmas FFAA recentemente na história  – GV, JK, Jango, Dirceu, DIlma e LULA

      AFINAL, pra que time jogam e torcem as nossas FFAA ?????

  20. Se tive meu comentário
    Se tive meu comentário censurado,é a prova inconteste que esse baquiderme era castrado.PQP,que trabalho do cacete teve ter tido esse veterinário.

  21. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome