5 erros que explicam o desespero da direita golpista, por João Paulo Rodrigues

 
5 erros que explicam o desespero da direita golpista
 
por João Paulo Rodrigues
 
1- Os ataques e excessos da direita contra a Caravana Lula no Sul e o apoio popular que o companheiro Lula recebeu em todo o trajeto. 
 
2- A reação ao julgamento no STF do do HC do procurador Deltan Dallagnol, com seu “jejum caviar”. 
 
3- Os posicionamentos do ministro do STF Gilmar Mendes, que expressam a divisão da direita no campo jurídico e político. 
 
4- O fracasso das micaretas convocadas pelo MBL na terça-feira, que demonstram a desmobilização dos “coxinhas”. 

 
5- A manifestação imprópria dos comandantes do Exército via Twitter, jogando mais gasolina e aumentando as pressões dos setores mais reacionários. 
 
O desespero da direita é a expressão mais clara e límpida de que podemos sair vitoriosos dessa batalha difícil e complexa.
 
É importante que a nossa mobilização no dia de hoje possa contribuir na defesa da democracia e acompanhar de perto o julgamento no STF.
 
Precisamos reafirmar o nosso compromisso com as lutas dos trabalhadores, contra o Golpe e em defesa do direito de Lula ser candidato. 
 
Todos/as à Esplanada dos Ministérios em Brasília, ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e aos atos convocados pela Frente Brasil Popular em todo o país! 
 
João Paulo Rodrigues, da  Coordenação Nacional do MST

3 comentários

  1. Vergonha…

    … ver umas camisetas amarelas no metrô paulistano, ontem.

    Camisetas da Cebeéfi, made in Maike.

    Enquanto uns bradam “pela Nação”, os que financiam a turba fogem com a grana. Vai vendo. 

  2. A direita está vencendo. Não está deseperada

    As ditas esquerdas estão profundamente equivocadas a respeito do tal desespero da direita. No Brasil profundo, as pessoas estão desempregadas, na informalidade ou tiveram seus rendimentos diminuídos. Estão frustradas, com medo e, principalmente, com muita raiva.

    A militância de extrema-direita conseguiu, via zap e facebook (e certamente com ajuda dos americanos) direcionar este ódio contra Lula e o PT. Quem vive no Brasil profundo percebe que o facismo chegou e dificilmente arredará pé. O risco Bolsonaro está se tornando quase uma certeza: basta ele maneirar o discurso (como Trump fez na reta final da campanha) para conseguir se reeleger.

    As “esquerdas” estão cegas achando que têm o povo ao seu lado, O discurso da solidariedade e dos direitos perdeu a vez. O povo quer sangue, punição, ordem, pulso firme. O povo forma sua opinião com a Globo, o zap, o face, o pastor evangélico e o catolicismo carismático, todos reacionários. Os tempos serão sombiros,

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome