‘Todxs por um Estado laico’ é o tema da Parada LGBT 2017

Foto: Paulo  Pinto/ Fotos Públicas sao-paulo-461-anos_201405040012-850x566.jpg

Jornal GGN – É com o tema “Independente de nossas crenças, nenhuma religião é Lei! Todas e todos por um Estado Laico”, que acontece a  21ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, neste domingo, 18 de junho. E, antecipando o movimento organizado pela ONG APOGLBT SP (Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros de São Paulo), diferentes atividades celebrando o orgulho LGBT serão realizadas entre os dias 15, 16 e 17 de junho, em São Paulo.

Abrindo as comemorações nesta quinta-feira, 15 de junho, o Vale do Anhangabaú, em São Paulo, recebe a 17ª edição da Feira Cultural LGBT,  das 10h às 22h. Também organizada pela APOGLBT com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, a programação gratuita contará com performances de artistas LGBT’s, atividades de lazer e gastronomia, além da venda de produtos, que serão expostos em 60 tendas.

Na sexta-feira, 16 de junho, a Associação da Parada do Orgulho GLBT (APOGLBT) realizará a 17º edição do Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, na Academia Paulista de Letras. A ação, que homenageia e reconhece as ações sociais que contribuíram para o avanço dos direitos humanos da população LGBT, contará com a atriz Leandra Leal e a trans Gretta Star, como mestres de cerimônia.

Já no dia 17 de junho, véspera da Parada do Orgulho LGBT, acontecerá a primeira edição dos Jogos da Diversidade de São Paulo, criado para celebrar a diversidade por meio de competições esportivas entre os membros da comunidade LGBT. A iniciativa é organizada pela APOGLBT e CDG Brasil – Comitê Desportivo LGBT.

No domingo, 18 de junho, a concentração para a 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo começará às 10h, em frente ao Masp, na Avenida Paulista. A marcha terá início às 13h e percorrerá a Avenida Paulista e a Rua da Consolação. Ao todo serão 19 trios, que contarão com artistas como Anitta e Daniela Mercury. O último trio chegará à Rua da Consolação por volta das 18h. Ao final da Parada, no Vale do Anhangabaú, acontecerá a partir das 19h o Show de Encerramento da manifestação do Orgulho LGBT.

Assine
Leia também:  Nas redes, atos pela educação revelam "Brasil muito maior que Bolsonaro"

3 comentários

  1. Macaquices copiadas de San Francisco USA

    Parada Gay? Não vejo a menor graça nisso. Coisa folclorica, meio ridícula. E essa argumentação tola misturando o conservadorismo religioso é conversa pra boi dormir. Uma grande maioria não gosta dessa frescura e nem é formada por catolicos ou evangélicos. Acho que o poder publico não deveria enfiar grana publica nesse tipo de evento.

  2. Independente de se ter

    Independente de se ter religião ou não o que interessa é que o país volte a ter a descência de obediência A LEI À TODOS IMPOSTA.

    Não basta ser LGBT e achar que tudo é permitido. A VIOLÊNCIA MACHISTA muitas vezes não deixa de existir no meio deles e não deixam de existir também outras transgressões das leis que garantem O DIREITO DE TODOS, muitas vezes numa barganha política corrupta.

    Assédio sexual tanto quanto o moral também é crime. E a garantia dos país educarem seus filhos de acordo com suas convicções também é Lei (só preciso conferir se nacional ou internacional, que o Brasil também segue).

     

  3. E também é sabido que os

    E também é sabido que os seminários católicos sempre estiveram cheios de gays ativos, e que além de vida mansa e de engano do povo, põem lenha na fogueira do vale tudo, da truculência e do machismo travestido. …Santinhas do pau-oco. E vagabundas por fingirem ser o que não são, e viverem para enganar, matar e a tudo destruir inconsequentemente. 

    É a mesma coisa dos ditos padres casados, o problema são aqueles que a todos querem controlar segundo os interesses de suas VELHAS CORRUPTAS, e para isso têm as “benção” da macheza hieráquica. VADE RETRO a tudo que prejudica a vida alheia. Sempre os fora da Lei, a todos imposta.

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome