Anatel divulga ranking de planos de banda larga

Jornal GGN – A Anatel divulgou um ranking de planos de banda larga, mostrando quanto as operadoras cobram por Mbps (megabit por segundo). De acordo com a agência, desde 2010 o valor médio vem caindo. Na época uma conexão de 1 Mbps custava R$ 21,18. Hoje custa R$ 5,98.

A internet mais barata é a da TIM, que cobra R$ 2,04 por Mbps. Em segundo lugar vem a NET, com R$ 2,26 e em terceiro a GVT, com R$ 2,73.

Do TecMundo

Saiba qual é a operadora que vende a internet mais barata do Brasil

Por Felipe Payão

Para eliminar dúvidas e mostrar qual é o panorama de preços de internet praticados no Brasil, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou um relatório com um ranking de valores de planos de banda larga fixa. TIM, Oi, GVT, Vivo, NET e Telefônica foram analisadas.

Na avaliação, a Anatel nota que, desde 2010, o valor médio nacional vem caindo. Na época, uma conexão de 1 Mbps custava R$ 21,18. Hoje, custa apenas R$ 5,98 — uma redução de 71,7%.

Por meio do ranking, a Anatel descobriu que a operadora que oferece a internet mais barata é a TIM, com o TIM Fibra, que vende 1 Mbps por R$ 2,04, na média. O segundo lugar é ocupado pela NET, que vende 1 Mbps por R$ 2,26. Em terceiro está a GVT: 1 Mbps por R$ 2,73.

Após o TOP 3, que a Agência encontrou foi um salto: em quarto lugar está a Telefônica, que cobra o total de R$ 9,36 por megabyte. Ainda, em quinto e último, a Oi cobra R$ 10,27 por 1 Mbps. Dois dados necessários: o ranking foi avaliado antes do pedido da recuperação judicial da Oi e, atualmente, a Telefônica é dona da GVT e da Vivo.

Leia também:  José Luiz Oreiro fala do legado de Jaime Ros

Abaixo, você confere o ranking em lista, para melhor visualização:

1°. TIM: R$ 2,04 por 1 Mbps

2°. NET: R$ 2,26 por 1 Mbps

3°. GVT: R$ 2,73 por 1 Mbps

4°. Telefônica: R$ 9,36 por 1 Mbps

5°. Oi: R$ 10,27 por 1 Mbps

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Ranking incompleto

    O preço é apenas um dos parâmetros. A qualidade do serviço prestado deve ter igual peso.

    A ANATEL poderia divulgar também o ranking das reclamações, a taxa de problemas resolvidos, o tempo médio para a resolução dos problemas e a taxa de satisfação dos clientes com a sua operadora.

     

  2. Só tem um pobrema… na NET

    Só tem um pobrema… na NET eles fazem venda casada. Telefone fixo + internet. Pago uns 115 pra ter 15Mbs, o que dá uns R$ 7,66 contos por Mbs.

  3. Enganação

    Essa frase é uma enganação:

    Na avaliação, a Anatel nota que, desde 2010, o valor médio nacional vem caindo. Na época, uma conexão de 1 Mbps custava R$ 21,18. Hoje, custa apenas R$ 5,98 — uma redução de 71,7%.”

    Desde 2010, 6 anos atrás portanto, o desenvolvimento da tecnologia foi muito, muito superior a isso. Essa queda d preço é apenas aparente, já que os custos das operadoras e os ganhos de escala com o aumento de procura provocado por uma enormidade de novos consumidores deveriam permitir uma queda muito maior, o que de fato ocorreu em muitos outros países. O que é apresentado como redução absoluta de custo é na verdade um aumento de custo quando se considera os avanços tecnologicos e as mudanças no mercado ocorridas nesse período.

    Fraude semelhante fazem aqueles que defendem as escabrosas privatarias tucanas (a maior espoliação do patrimônio público nacional desde a independência), dizendo que antesdaquele roubo efetuado pelos tucanos ninguém tinha celular e hoje todo mundo tem.
     Ora, foi na época da privataria que iniciou-se uma brutal aceleração na evolução tecnológica da área de telecomunicações. Comparar o antes e o depois não procede pois foi resultado a evolução tecnológica, não da privataria. Se compararmos o desenvolvimento do mercado, aumento de disponibilidade das linhas e aparelhos, quantidade, qualidade e preços dessa área ocorrido no Brasil com o ocorrido em nações semelhantes, porém que não passaram pela espoliação neoliberal do seu mercado de telecomunicações, veremos que esamos bem piores que eles e que a piora nos serviços e aumento de preços provocados pela privatização são mascarados pela evolução tecnológica do setor, que foi realmente impressionante.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome