Pesquisa mostra que mulheres são maioria entre internautas que fazem downloads ilegais

Jornal GGN – As mulheres são maioria em relação ao número de relatos de internautas que afirmam fazer downloads ilegais pela internet, a chamada pirataria digital. O resultado é de uma pesquisa feita pela empresa R18, que analisou os posts público de internautas no período de 10 a 26 de março deste ano no Twitter e no Facebook.

A empresa usou a ferramente AirStrip, que calculou que 60% dos 61.533 posts feitos por 49.823 usuários são de mulheres. A grande maioria das ocorrências (96%) veio do Twitter, e 55% são usuários de computadores desktops. A maior parte dos comentários de internautas veio de São Paulo, com 28%, seguidos por Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná.

O maior pico de declarações dentro do período avaliado ocorreu no dia 23 de março, com 4.165 ocorrências. As músicas lideram os downloads ilegais, com 11% das afirmações dos próprios usuários. Ainda de acordo com a pesquisa, a cantora colombiana Shakira lidera a pirataria, com 4.807 citações nas no Twitter e Facebook.

Veja o infográfico com a pesquisa completa:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaristas migram para rede de extrema-direita norte-americana

3 comentários

  1. Pera la, a “Grande Atividade”

    Pera la, a “Grande Atividade” de “baixar” alguma coisa eh ASSISTIR ou LER?  Ou eh “baixar” pro seu computador?

    Eh que o segundo eh rarissimo e o item nao especifica, como em nenhum lugar do mundo.  Eh mais interessante pra industria propagar a Grande Pirataria do que contar a verdade.  Eu ja assisti um monte de filmes na internet.  Nenhum dos quais eu pagaria sequer 50 centavos pra assistir em um cinema.

    O que eu baixei de fato?  Um solo de Rick Wakeman.  So isso e outra coisa que nao tou lembrando agora, imediatamente.

    So que a coisa no youtube ta ficando pretissima com as propagandas.  Eles estao  CON VI DAN DO  voces a baixar seus prediletos para que te possam (para que forcem o governo mais a te) incriminar mais tarde pois pelo menos assim voce conseguiria ter um playlist que nao te enfia propagandas goela abaixo.  (Ja pensou em um playlist pra uma festa de casamento cheio de propagandas?  E pra uma janta pra amigos?  Ja pensou?)

    Os playlists sem comerciais, por exemplo, ja nao existem…  A NAO SER QUE VOCE OS PAGUE.  Of course.  Eh a proxima etapa da favelizacao do youtube.

    Se eh verdade que mulheres femeas do sexo feminino estao realmente fazendo mais DOWNLOADS ilegais -o que eu duvido muitiiiiiiiiissimo- eu nao as recriminaria nem por uma fracao de segundo pois estao sendo forcadas a isso.  Lembrem se que sapatos e roupas e “produtos de mulher” sao muito mais caros do que os mesmos produtos pra homens, que mulheres pagam bem mais -ate mesmo por carros- do que homens, e que os salarios delas pra empregos vao de 1/3 aa 1/2 dos salarios pagos a homens nas mesmas posicoes.

    PODEM CONTINUAR SUAS “ILEGALIDADES”, MUIERADA.

    Ivan Moraes o disse.  Eh pra continuar mesmo.  “Baixem” tudo que quizerem, eu assino embaixo.

  2. Êpa!

    (…) a cantora colombiana Shakira lidera a pirataria (…)

    Acho que ela lidera sendo sua música objeto de pirataria, né? GGN está agora competindo como o padrão UOL de estagiários?

  3.  
    No últiimo programa mais

     

    No últiimo programa mais assistido da TV paga braIeira.Diogo Mainardi disse que TODASas pesquisas de caráter especulivativo tem margem de 74 por cento de erro.Evidente que foi irônico

     Lucas Mendes concordou. E eu concordo com ambos.

      Quando era representante de remédios,meu trabalho era facilitado pela enxurrada de ”textos de médicos” nas revistas e jornais.

           Aí lembro de uma resposta de Henry Ford quando foi perguntado se quebrado ficaroa o que ele faria.

                  Resposta: ”Se um dólar me sobraria ,investiria em propaganda”

                    PS:Caro Nassa,não posso responder suas perguntas sobre um post que comentei e vc respondeu.O que posso dizer é que o banco B C N era dono de uma conta minha na av. Paulista e eu era dono de um posto de gasolina esquina com a Brigadeiro Luis Antonio..Depois virou estacionamento e agora nem sei o que é. E sim, eu frequento o bar do LEO,mas minhas fontes não é de lá.Fui um dos integrantes do STAF do Grise e curti mujito não só em SP ,como no ap. dele no Uruguai pegado ao cassino no qual ele era um tarado viciado,E morreu lá.

                   De resto,não passo nem perto de um historiador.Bebo muito pra recordar o que fiz ontem.Que dirá relatar..

                Um abraço fraterno, FRATERNO MESMO, de um cara que as x discorda,mas te admira pra caramba.

                          

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome