47% apoiam reforma da Previdência e 44% são contra, aponta Datafolha

A série mostra que a oposição vem caindo paulatinamente. Em abril de 2017, 71% dos entrevistados eram contra a reforma proposta pelo governo Temer

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça (9) mostra que caiu o número de brasileiros que se opõem à reforma da Previdência. Segundo o estudo, em abril, 51% dos entrevistados se diziam contra a mudança debatida no governo Bolsonaro. Agora, a rejeição é de 44%, 7 pontos a menos. O índice dos que são a favor da nova Previdência cresceu de 41% para 47%, seis pontos a mais.

A série mostra que a oposição vem caindo paulatinamente. Em abril de 2017, 71% dos entrevistados eram contra a reforma proposta pelo governo Temer, que deixou o mandato sem conseguir avançar com a discussão.

A reforma proposta pelo governo Bolsonaro foi desidratada na comissão especial. Uma das principais agendas de Paulo Guedes, a capitalização da Previdência, foi retirada do texto que segue para o plenário da Câmara nesta semana. Há, contudo, o temor de que deputados governistas tentem reinserir esse e outros pontos no projeto.

O Datafolha aferiu que a rejeição é maior entre servidores (52% contra e 42% a favor), assalariado registrado (49% contra; 42% a favor), assalariados sem registro (52% contra; 41% a favor) e desempregados ( 51% contra; 41% a favor). No entanto, a proposta de mudanças tem apoio de autônomos (55% a favor; 41% contra), empresários (73% a favor; 19% contra), freelancers (51% a favor; 42% contra) e aposentados (57% a favor; 32% contra), publicou O Globo.

O GGN está em campanha solidária para financiar um documentário sobre as consequências da capitalização da Previdência na vida da sociedade, tomando o Chile como exemplo do que ocorreu após a reforma que privatizou aposentadorias e acabou com o regime solidário. Com apenas R$ 10,00 você ajuda a tirar esse projeto de jornalismo independente do papel. Participe: www.catarse.me/oexemplodochile

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora