A Beatriz e o helicóptero do pó.

Negra, pobre, favelada, semianalfabeta e grávida, a Beatriz, 18 anos, à mando do namorado, 18 anos, foi colada como mula no transporte de drogas. Foi presa em flagrante. Presa, ganhou o filho na cadeia, cumpriu a pena. Não sabia ela que, além de puxar cadeia teria que pagar a multa penal. Mas por alguma razão essa informação ela não ficou sabendo. Em 15/03/2013 a multa estava em R$3.126,39. Hoje está em dívida ativa. Ela e o marido desempregados o desepero tomou conta daquele casal miserável. Mas pela legislação a condição de miserabilidade não isenta o pagamento da multa. Essa é a história da Beatriz. Bom, com relação ao hilicóptro do pó aguardamos ainda por um pronuncianento da justiça, tal como foi feito com relação à Beatriz. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN Covid Mundo: a tragédia da Alemanha

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome