A sabedoria do povo brasileiro o impede de reagir!

Muitos perguntam porque o povo não reage a toda a iniquidade que se configura no nosso país nos dias atuais, é um executivo completamente ocupado em saquear a nação, um legislativo que a maioria quer ajudar a tarefa do executivo no saque e uma parte pequena que movidos por interesses mais legítimos esconde-se atrás das tribunas e não saem as ruas para divulgar uma luta contra todos. Além disto temos um judiciário em que 99,87% (dados tabulados individualmente) não cumprem o básico, a constituição. Temos uma polícia que serve aos poderosos, dando mais segurança ao patrimônio do que a vida da população. Temos uma imprensa totalmente venal que a cada instante revela o seu programa de esconder o máximo possível o que as Oligarquias fazem e tentam desmoralizar aqueles que o povo apoia.

Poderíamos ponto a ponto mostrar a putrefação de todo o Estado brasileiro bem como os Capitalistas que os apoiam e que por traz das cortinas MANDAM em todos as superestruturas que comandam o Estado. Porém isto não é necessário, pois todos sabem.

Agora vem a pergunta só tem uma resposta: Porque o povo brasileiro não saias ruas contra todas estas iniquidades?

– Simplesmente porque este mesmo povo é extremamente sábio!

Mas a onde está a sabedoria de um povo em conviver com toda esta iniquidade e não sair às ruas para protestar?

O povo é sábio por dois motivos, primeiro que ele sabe que só haverá uma chance que se perdida nas próximas décadas não haverá outra. Segundo, e mais importante, é que o povo saindo às ruas tudo que simboliza a sua opressão deverá ser sumariamente eliminado, bancos, grandes empresas opressoras, jornais e demais órgãos de imprensa, judiciário, legislativos, executivo principalmente nos seus órgãos armados para a repressão.

O que chamamos de “criminalidade” que lota as cadeias brasileiras não é nada mais nada menos do que um sintoma de toda a revolta latente que há na sociedade brasileira, é um sintoma que aparece com aqueles que estão sem esperança e acham que, da mesma forma do que operadores do mercado que querem enriquecer a qualquer custo, a saída individual é a única possível. Os que não tem freios sociais e são ricos, se enriquecem cada vez mais com as grandes jogadas e falcatruas econômicas, o mesmo tipo de pessoa que são pobres tentam o sonho de riqueza através do crime de baixo impacto econômico, os primeiros matam retirando o dinheiro dos mais pobres, o segundo matam simplesmente para tirar o dinheiro de quem aparece na sua frente. Qual é o mais criminoso? É difícil dizer, pois um mata de forma difusa e geral e outro de forma concentrada e local.

Em resumo, quando o povo sair às ruas tudo que está reprimido rapidamente se expressará, e isto não será plástico nem bonito, será feio e sangrento. O país acumulou uma disparidade que será a revolta de quem não come regularmente contra quem tem todas as refeições garantidas em qualquer dia.

As próprias principais candidaturas mostram a polarização popular, Lula representa uma tentativa de voltar a um momento em que uma fração da economia era dada ao povo e os poucos direitos do mesmo eram respeitados, Bolsonaro é a representação do ódio e revolta pura e simples, porém a medida que seus simpatizantes se dão conta que ele representa o que já existe, mas com ódio, sua popularidade vai se esvaziando.

Parece um contrassenso, mas não é. O povo brasileiro sabe perfeitamente que as distorções na sociedade brasileira são tamanhas que qualquer começo de reação popular levará este país a um verdadeiro banho de sangue, uma reação seria simplesmente através da destruição de todas estas instituições, ou seja, a desfragmentação de todo o quadro institucional.

O povo brasileiro é sábio, por enquanto que houver uma alternativa que reverta este quadro de iniquidade sem um banho de sangue ele optará por ela, porém se todos os caminhos forem bloqueados, teremos este povo como um animal que se encontra bloqueado por duas paredes e só tem uma saída, atacar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora