Bolsonaro apela ao STF contra decisão que suspendeu contas de aliados

Ação da AGU pede suspensão liminar de decisão tomada por Alexandre de Moraes; empresários, políticos e blogueiros bolsonaristas tiveram perfis suspensos

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro ingressou com ação no STF (Supremo Tribunal Federal) questionando a decisão do ministro Alexandre de Moraes de bloquear as contas de seus apoiadores nas redes sociais.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a Advocacia-Geral da União protocolou uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) depois que Moraes determinou a retirada de perfis de influenciadores, políticos e empresários bolsonaristas das redes sociais Twitter e Facebook.

Dentre os bolsonaristas que tiveram seus perfis bloqueados, estão o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), Sara Giromini (conhecida como Sara Winter), o blogueiro Allan dos Santos e os empresários Luciano Hang (da Havan) e Edgard Corona (das academias Smart Fit). Todos são alvo de investigação dentro do inquérito das fake news.

A ação assinada por Bolsonaro pede que o plenário do STF suspenda de forma liminar as decisões judiciais que “tenham deferido medidas cautelares penais de bloqueio/interdição/suspensão de perfis de redes sociais”. Embora a AGU não mencione os investigados, a peça critica medidas judiciais como a adotada pelo ministro.

 

Leia Também
Bolsonaro criou poder paralelo para “estimular e induzir investigações”, diz Rubens Valente
Bolsonaristas burlam bloqueio do Twitter e atacam STF
Com Bolsonaro, PF bate recorde de inquéritos com lei usada na ditadura
Bolsonaro quer afastar radicais e atrair centrão

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora