Bolsonaro cancela antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial

De acordo com mandatário, pronunciamento do Ministério da Cidadania sobre antecipação foi feito sem sua autorização

Jornal GGN – A antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 reais do governo federal foi revogada por Jair Bolsonaro (sem partido). Durante coletiva de imprensa na segunda-feira, 20 de abril, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmaram que o segundo pagamento de beneficiários do programa começaria a ser feito nesta quinta-feira, 23 de abril. 

Em resposta a uma seguidora nas redes sociais, Bolsonaro disse o pronunciamento foi feito sem sua autorização. “Nada foi cancelado. Um ministro anunciou sem estar autorizado, que iria antecipar a segunda parcela. Primeiro se deve pagar a todos a primeira parcela, depois o dinheiro depende de crédito suplementar já que ultrapassou em quase 10 milhões o número de requerentes. Tudo será pago no planejado pela Caixa”, escreveu. 

Ontem, 22 de abril, o Ministério da Cidadania informou por meio de nota que a antecipação da segunda parcela do auxílio destinado aos trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) nascidos em janeiro e fevereiro não seria feito, devido o “alto número de requerentes que ainda estão em análise”. 

A pasta também informou que solicitou ao Ministério da Economia a previsão de uma suplementação orçamentária o “mais rápido possível” para conseguir pagar as demais parcelas do auxílio emergencial. 

O pagamento do auxílio é feito para trabalhadores desempregados, informais, autônomos, MEIs, contribuintes individuais do INSS, pessoas inscritas no Cadastro Único e beneficiários do Bolsa Família, com renda per capita de R$ 522,50 reais ou renda familiar total de até três salários mínimos,  R$ 3.135 reais, que solicitaram o benefício por meio do site da Caixa. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora