Bolsonaro se irrita com cidadão que pediu por menor preço do arroz

Ao ser abordado em Brasília, presidente diz: ‘Se você quer que eu tabele, eu tabelo. Mas você vai comprar lá na Venezuela'

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro se irritou com um cidadão que o abordou na saída da feira permanente do Cruzeiro, no Distrito Federal, para reclamar do preço do arroz.

“Bolsonaro, baixa o preço do arroz, por favor. Não aguento mais”, disse um homem que abordou o presidente, segundo o jornal Folha de São Paulo.

“Tu quer que eu baixe na canetada? Você quer que eu tabele? Se você quer que eu tabele, eu tabelo. Mas você vai comprar lá na Venezuela”, reagiu o presidente. “Fala, e vai embora”, disse Bolsonaro diante de apoiadores, seguranças e jornalistas. O homem saiu sem falar nada.

O presidente passeou pelo DF de moto neste domingo, acompanhado pelos ministros da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, e da Casa Civil, general Walter Braga Neto.

A indagação do cidadão faz todo o sentido: enquanto o preço do pacote de arroz chegou a superar os R$ 40 em algumas cidades do país, os produtores admitiram que estão direcionando a produção para o exterior como forma de aproveitar a alta do dólar.

 

Leia Também
A crise do arroz e a cegueira generalizada do ultraliberalismo
Enquanto preço do arroz dispara no Brasil, exportadores comemoram recordes
Guedes acabou com estoques reguladores e preços do arroz explodiram
“Esse foi o primeiro ano que o produtor de arroz teve lucro”, diz ministra
Crise do arroz: Lei obriga Bolsonaro a regular os preços, diz ex-ministro
Por que o arroz está tão caro? Assista na TV GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Governo federal pode descartar 6,8 milhões de testes contra covid-19

11 comentários

  1. Comprar arroz na Venezuela realmente pode ser uma boa opção, já que este país comprou sozinho cerca de 30% de toda a produção do Brasil. Devido à desvalorização recorde do real (a maior desvalorização do mundo), nossos produtos se tornaram baratinhos para eles.

    10
  2. Para o despresidente da vergonha tudo não passa de um emprego.
    Foi assim como militar, como vereador, como deputado e agora neste cargo cheio de mordomia (até palácio com emas!)
    O que acontece no entorno é só chateação, tipo:
    “E daí?”

  3. Para o extorsivo aumento do óleo de soja vá para…
    Para o extorsivo aumento do feijão vá para…
    Para o desemprego vá para…
    Bozo melhor que você vá…e já é tarde demais

  4. Bem, considerando que boa parte dos nossos estoques foram comprados pela Venezuela, parece que o cretino talvez tenha razão.
    Pelos motivos errados, mas tem.

  5. Acho que pedir pra comprar na Venezuela é reconhecimento de incompetência, na realidade acho que é mais é preguiça. Sujeito preguiçosos viu.

  6. Um circulo é uma elipse de excentricidade zero e elipse é um círculo com excentricidade diferente de zero. Entendeu ou quer que eu desenhe, Bostonaro?

  7. Resposta que enfatiza o binarismo raso e ignorante do despresidente adolinquente, que (nem sabe que) tem diversos instrumentos para mitigar as diversas variáveis envolvidas.
    Como não consegue pensar além de um neurônio “ligado ou desligado”, na verdade se irritou porque era isso mesmo que gostaria de fazer e não pode.
    Já percebeu o que seus planos de ditadorzinho bananeiro ficaram amarradinhos, após as campanhas de fim de semana com cavalos, helicópteros e bandeiras estrangeiras não surtirem efeito.
    O que lhe resta é surfar na popularidade do auxílio (que não é dele), para tentar se reeleger, já que não sabe viver de outra coisa que não dinheiro público, desde jovem.
    E pelo jeito, nem no inacreditável cercadinho vai conseguir.

  8. muito facil sacar da cartola o velho bordão do anticomunismo: quero ver é esse teocrata pro milicia fazer jus ao cargo e trabalhar pelo pais mas isso ele não faz, pois governa pro Trump e pra banqueiros

  9. Nassif: vamos raciocinar — Cavalão foi lançado na raia pelos BíbliaAvivados, pelos PobresDeDireita e, sobretudo, pelos VerdeSauvas pra “abrir” pro Mercado, pros Bancos e pros corruptos (Congressistas e Empresários) e pros Milicianos. Pra isso botaram GuéGué, o Astronauta, o IncendiárioFlorestal e a que subiu Jesus na Goiabeira, sem falar da AlaFardada. Portanto, o “arroz” não é somente. É também… E se a maioria dos 91 milhões que disseram não a esses grupos, se eles gritam não ter pão o MandatárioMor está respaldando pela DemocraciaDaBaioneta pra transimitir ordem aos seus “ministros: “Dê-lhes biscoitos!”. Contra fato, dizem entendidos, não há argumento…

  10. Nassif: vamos raciocinar — Cavalão foi lançado na raia pelos BíbliaAvivados, pelos PobresDeDireita e, sobretudo, pelos VerdeSauvas pra “abrir” pro Mercado, pros Bancos e pros corruptos (Congressistas e Empresários) e pros Milicianos. Pra isso botaram GuéGué, o Astronauta, o IncendiárioFlorestal e a que subiu Jesus na Goiabeira, sem falar da AlaFardada. Portanto, o “arroz” não é somente. É também… E se a maioria dos 91 milhões que disseram não a esses grupos, se eles gritam não ter pão o MandatárioMor está respaldando pela DemocraciaDaBaioneta pra transmitir ordem aos seus “ministros: “Dê-lhes biscoitos!”. Contra fato, dizem entendidos, não há argumento…

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome