17 comentários

  1. O golpe e o trem da alegria

    O golpe e o trem da alegria do Gilmar

    http://www.ocafezinho.com/2017/04/01/esculhambacao-total-repasses-federais-para-escolinha-professor-gilmar-aumentam-quase-2000-no-pos-golpe/

    O UOL golpista estampou na manchete que o trem da Alegria ocorreu nos últimos dois anos quando na verdade foi de 2016 prá cá, ou seja, apos o golpe, que no próximo 17 de abri  faz niver de 1 ano. O correto seria dizer que o auento estrondoso ocorreu durante o último ano, já que o UOL não quis dizer que foi após o golpe de Estado que Gilmar apoia

  2. Oi Dallanhol, será que

    Oi Dallanhol, será que finalmente dá prá investigar o PSDB ou vc vai continuar prevaricando com base na falsa alegação de que tucanos não cometeram crimes porque eram oposição…pelo que sei, em SP o PSDB é governo, e não oposição,,,,vai lá, olha pro roubanel, afinal de contas estão desenterrando até o Celso Daniel, claro, prá condenar, sem provas,  petês.

    Veja entrega Aecio: muita propina em NY…

    http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/288137/Veja-decreta-morte-de-A%C3%A9cio-propina-em-NY.htm

  3. Por criticar Lava Jato e juiz

    Por criticar Lava Jato e juiz Sergio Moro, dirigente sindical da CUT Rio é intimado

     

    Pelo jeito, quem critica os trabalhos e procedimentos da Operação Lava Jato sofre as consequências através da justiça por crime de opinião.

     

    Assim como aconteceu anteriormente com o petroleiro Emanuel Cancella, coordenador da Secretaria Geral do Sindipetro-RJ, o blogueiro Eduardo Guimarães do Blog da Cidadania, respectivamente convocados  e processados por crime de opinião, o diretor adjunto da  Secretaria de Saúde do Trabalhador da CUT – Rio, Roberto Ponciano, serventuário da Justiça Federal no Rio , recebeu nesta quinta-feira  (30), um  Mandado de Intimação expedido pela Polícia Federal  para comparecer no próximo dia 11 dia abril na sede da Superintendência, centro do  Rio de Janeiro.

    Segundo a notificação, Ponciano está sendo investigado por  possível ocorrência de delito previsto  nos artigos 140 (injúria), 147 (ameaça), 286 (incitação ao crime) e do Código Penal  bem como  no Artigo 2º , inciso 1º da Lei nº 12.850/2013 , tendo em vista que pessoas  ainda não identificadas estariam usando perfis em rede sociais par atentar contra a vida do juiz federal Sergio Moro.

    “Escrevo textos em meu perfil numa mídia social e em sites de opinião criticando sim procedimentos da Lava Jato e a seletividade do juiz Moro. Faço somente análises do contexto da investigação, ao criticar como ela acabou por se tornar uma orquestração política usada por veículos de comunicação e a direita interessados apenas em demonizar  a imagem do Partido dos Trabalhadores e de suas lideranças. Em momento algum quis injuriar e ameaçar a integridade física do juiz  Sergio Moro e de qualquer outra pessoa ou autoridade envolvidas na investigação. ” –  afirma Roberto Ponciano que também é filósofo e pesquisador marxista, integrante do PT (RJ).

    Confira um dos textos de Ponciano publicado recentemente no Blog ‘O Cafezinho

     

    O Sindipetro-RJ registra solidariedade a Roberto Ponciano e enfatiza o direito de critica e opinião.

    Fonte: Agência Petroleira de Notícias – APN

     

    http://www.apn.org.br/w3/index.php/nacional/9013-por-criticar-lava-jato-e-juiz-sergio-moro-dirigente-sindical-da-cut-rio-e-intimado-pela-pf

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome