Covid-19: Butantan deve distribuir 2 milhões de doses de CoronaVac por semana

Informação foi dada no início da tarde desta segunda-feira,11, durante coletiva de imprensa sobre os detalhes de logística do plano estadual de imunização do vírus

Foto: Handout/ Governo do Estado de São Paulo/AFP

Jornal GGN – O governo de São Paulo estima a entrega semanal de até 2 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. A informação foi dada no início da tarde desta segunda-feira,11, durante coletiva de imprensa sobre os detalhes de logística do plano estadual de imunização do vírus, que deve iniciar em 25 de janeiro. 

Segundo o secretário executivo da Secretaria Estadual da Saúde, Eduardo Ribeiro, 200 municípios, com mais de 30 mil habitantes, receberão as doses diretas a partir de um centro de logística, já as outras 445 cidades com população menor terão que retirar os lotes do imunizante em algum dos 25 centros de distribuição que serão criados. Os caminhões que levarão a vacina para todo o estado serão escoltados pela Tropa de Choque. 

“As doses partirão do Instituto Butantã para uma central de logística do governo de São Paulo, primeiro diretamente aos 200 municípios mais populosos, com mais de 30 mil habitantes. Nossa capacidade logística permitirá a distribuição de 2 milhões de doses por semana por meio de caminhões refrigerados. Serão 70 rotas por semana”, afirmou Ribeiro.

Inicialmente, a campanha de vacinação deverá acontecer nos atuais 5.200 pontos de vacinação, mas o governo pretende ampliar esse número para 10 mil, com o uso de escolas, quartéis da Polícia Militar, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e sistema drive-thru.

Na última sexta-feira, o Butantan pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a concessão do uso emergencial da CoronaVac. Ontem, o Instituto enviou documentos pendentes para que o órgão apresente o parecer sobre a a autorização, que deve ser anunciada até a próxima semana.

Além disso, o Butantan anunciará nesta terça-feira a eficácia geral da vacina. De acordo dados secundários, divulgados nos últimos dias, a CoronaVac tem eficácia de 100% na prevenção de casos graves e moderados de covid-19 e de 78% na prevenção de casos graves e moderados. 

“O Butantan realizará amanhã [terça-feira] mais uma apresentação específica sobre a vacina, com dados complementares, às 12h45. Dimas [Covas, presidente do Instituto Butantan] e outros cientistas vão discorrer sobre esse assunto. É tema da ciência, não da política”, disse Doria em entrevista à Rádio CBN.

Com informações do Uol.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  MDB anuncia Simone Tebet para concorrer à presidência do Senado

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome