Datafolha: 50% dizem nunca confiar em declarações de Bolsonaro

Pesquisa mostra que apenas 14% sempre levam falas a sério; análise reforça cenário negativo para o presidente

Bolsonaro defendeu por diversas vezes a hidroxicloroquina, mesmo medicamento não tendo eficácia comprovada contra a covid-19

Jornal GGN – Os dados da última pesquisa Datafolha mostram que 50% dos brasileiros ouvidos afirmam nunca confiar nas declarações do presidente Jair Bolsonaro, enquanto 34% dizem acreditar às vezes e 14% responderam que acreditam sempre.

A taxa de confiança é a menor desde o início da série, em agosto de 2019, enquanto a desconfiança completa é a maior do mesmo período – e a análise do índice reforça o cenário negativo para Bolsonaro, por conta do comprometimento de sua credibilidade.

Em março, 45% dos brasileiros diziam nunca confiar nas falas de Bolsonaro (acima dos 41% de janeiro). Aqueles que sempre acreditam vêm perdendo força, passando de 19% em janeiro para 18% em março, ao passo que aqueles que confiam às vezes caíram de 38% para 35%.

Segundo a pesquisa, a queda na credibilidade de Bolsonaro mostrou piora desde dezembro de 2020, e esse movimento coincide com o avanço das falas do presidente a respeito da pandemia de covid-19 – ao longo desse período, Bolsonaro não só questionou a eficiência das vacinas como atrasou a negociação de imunizantes, relativizou as medidas de isolamento social e provocou aglomeração pelo país.

O Datafolha ouviu 2.071 pessoas de forma presencial em 146 municípios espalhados por todo o Brasil. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome