Datafolha: Reprovação de Bolsonaro na pandemia permanece elevada

Pesquisa mostra que 49% dos cidadãos que receberam o auxílio emergencial consideram atuação do presidente ruim ou péssima

Foto: Carolina Antunes/PR

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro apresenta um alto percentual de reprovação mesmo entre os cidadãos que recebem o auxílio emergencial, conforme divulgação de pesquisa Datafolha.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o trabalho de Bolsonaro durante a pandemia do coronavírus é alvo de críticas por quase metade dos entrevistados pelo Datafolha, independentemente de receber ou não o auxílio emergencial.

Entre aqueles que pediram e receberam ao menos uma parcela do socorro financeiro, 49% consideram o trabalho presidencial ruim ou péssimo. Entre aqueles que não pediram o benefício, 51% consideram a atuação presidencial ruim ou péssima. Entre os que receberam o auxílio, 26% avaliam o desempenho como ótimo ou bom, e 24%, como regular.

Cenário semelhante foi visto entre os que não pediram o benefício: 27% classificaram como ótimo ou bom, e 22%, como regular.

Os entrevistados tem percepção semelhante sobre a atuação do ministério da Economia: o trabalho da pasta comandada por Paulo Guedes foi considerado ruim ou péssimo por 25% dos favorecidos pelo programa emergencial, e de 26% entre os que não acessaram o auxílio.

 

Leia Também
Descoordenação política dificulta enfrentamento da pandemia no Brasil
América Latina passa de 2,5 milhões de infectados; saiba a situação de cada país
Do Banestado à Lava Jato: um dossiê sobre o passado de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome