Destilando o amor

A estranha criatura humanoide que aparece no vídeo consegue nos cativar com um olhar encantador que atesta o domínio de técnicas de sedução tão absurdamente simples quanto precisas, parecendo alcançar raízes do amor enraizadas profundamente em nosso âmago. Acrescida apenas de uma fala docemente hipnótica e contextualizada por clichês românticos, a imagem quase consegue nos apaixonar; suspeito que os novinhos corram esse risco, literalmente.

https://www.youtube.com/watch?v=WHH2DFDcpH8]

Em breve, nossas almas serão dissecadas, vindo a revelar, talvez, naturezas sumamente fúteis. Talvez, então, descubramos que o amor, nosso sentimento mais sublime e elevado, não passe de uma sandice disparada por um pequeno conjunto de sincronismos e dilatações oculares embaladas por uma fala doce e vazia.

E então, serão espargidas gotas de amor destilado sobre robôs convincentemente humanos na forma de falas afáveis e expressões faciais sedutoras que nos apaixonarão irresistível e perdidamente, compelindo-nos a convergir para eles todos os nossos desejos, sonhos e vidas, imergindo-nos em um mundo encantado onde, mortos de amores, nos entregaremos a eles de corpo e alma.

Oh, admirável mundo novo!

 

https://www.youtube.com/watch?v=eZlLNVmaPbM]

 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=W0_DPi0PmF0

 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=GFw-1T5dtCo

@page { margin: 2cm }
p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 120% }
a:link { so-language: zxx }

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora