Dilma Rousseff 1 x 0 Bibi Netanyahu

O conflito diplomático entre Brasil e Israel http://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/bibi-e-sara-o-casal-infernal-que-nao-vira-as-olimpiadas-do-rio-de-janeiro chegou ao fim. Bibi Netanyahu desistiu de colocar um marginal no comando de sua Embaixada em nosso país.

Dani Dayan não será mais o Embaixador de Israel no Brasil. Ele foi indicado para representar seu país como Consul Geral em New York http://www.irishtimes.com/news/world/middle-east/israel-backs-down-in-spat-with-brazil-over-settler-envoy-1.2589636.

Espero sinceramente que Dani Dayan enfrente bastante resistência nos EUA. Afinal, o sionismo tem sido abertamente questionado naquele país inclusive e principalmente pelos judeus norte-americanos. 

A vitória de Dilma Rousseff neste episódio é evidente e significativa. Ela conseguiu fazer aquilo que nenhum outro chefe de estado fez: obrigou Bibi Netanyahu a se curvar à autoridade da Lei Internacional que garante aos membros da ONU o direito de aceitar ou rejeitar a nomeação de um embaixador antes dele ser enviado ao seu destino. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro anuncia que Brasil foi aceito como aliado extra-Otan

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome