“Esses crimes não ficarão impunes”, diz Santana sobre atentado contra Cid

Governador do Ceará se manifesta a respeito de motim de policiais na cidade de Sobral

Camilo Santana (PT), governador do Ceará. Foto: Reprodução/Wikipedia

Jornal GGN – O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), se pronunciou na noite desta quarta-feira (19/02) a respeito dos disparos de arma de fogo que atingiram o senador licenciado Cid Gomes (PDT).

O crime contra o irmão do ex-candidato à Presidência Ciro Gomes aconteceu na cidade de Sobral, após o político avançar sobre agentes de segurança amotinados a bordo de uma retroescavadeira.

“Inaceitável a extrema violência sofrida pelo senador Cid Gomes, atingido por dois tiros, hoje, em Sobral. Violência provocada por um grupo de policiais mascarados, amotinados num quartel”, disse Santana, em nota. “Esses crimes não ficarão impunes! Não mediremos esforços para restabelecer a ordem e garantir a paz da população cearense”.

O governador ressaltou que fez um pedido formal de apoio de tropas federais para o Ceará aos ministros Luiz Eduardo Ramos (ministro da Secretaria do Governo de Jair Bolsonaro) e Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) “para uma ação enérgica contra essas pessoas que têm agido como criminosos”. As informações são do jornal O Povo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Casos de coronavírus na Alemanha aumentam 2.705 em um dia, chegando em 16.662

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome