“Folha” manipula foto para fingir que bolivianos apoiam o golpe na Bolívia

Jornal usou uma foto da manifestação de São Paulo contra o golpe para ilustrar reportagem sobre manifestação no Acre a favor do golpe

Comite Brasileiro de Solidariedade ao Povo Boliviano e Contra o Golpe promove ato pela paz na Bolivia. Avenida Paulista 17.11.2019. São Paulo, SP - Brasil. Foto: Diego Baravelli

do Jornalista Livres

“Folha” manipula foto para fingir que bolivianos apoiam o golpe na Bolívia

por 

Segue abaixo carta-resposta escrita pelo Comitê Brasileiro de Solidariedade ao Povo Boliviano Contra o Golpe que explica a manipulação:

:

AO JORNAL FOLHA DE S. PAULO

Neste domingo, 18 de novembro, bolivianos e brasileiros ocuparam a avenida Paulista para se manifestar contra o golpe cívico-militar ao governo eleito de Evo Morales na Bolívia. Convocados por coletividades bolivianas de São Paulo e pelo Comitê Brasileiro de Solidariedade ao Povo Boliviano e Contra o Golpe, os milhares de manifestantes cantaram contra os golpistas Mesa, Camacho e Áñez; em solidariedade à resistência democrática do povo boliviano; em apoio ao presidente eleito Evo Morales; pela paz e em memória aos 23 indígenas mortos desde o início dos conflitos. Exibiram a Wiphala, bandeira símbolo das populações indígenas, queimada e desrespeitada em atos públicos pelos racistas golpistas.

A convocação explicitava claramente a postura da manifestação ao afirmar que “a luta do povo boliviano contra o golpe, contra Camacho, contra o fascismo, contra o racismo e a extrema direita, é uma luta que deve receber a solidariedade de todas as pessoas e da classe trabalhadora de todo o mundo que defendem as liberdades democráticas”. Tal postura era ainda reforçada pelo manifesto dos organizadores, que circulou por redes sociais e foi distribuído na manifestação, com os dizeres: “Abaixo o Golpe na Bolívia! Em defesa da democracia e dos povos originários da América Latina! Viva a resistência popular! Fora imperialismo da América Latina!”.

Hoje, segunda-feira, 19 de novembro, o jornal Folha de S. Paulo – que se vende como defensor da democracia, independente, crítico e apartidário – utilizou uma foto da manifestação na avenida Paulista, repleta de bolivianos, em reportagem com o título “‘Todos estão arrumando as malas para voltar’, diz refugiado boliviano” e o subtítulo “Segundo advogado, 1.500 pessoas deixaram a Bolívia por perseguição política no governo Evo”.

A reportagem da Folha de São Paulo não menciona, em nenhuma linha, a manifestação em São Paulo (salvo na legenda da foto); pelo contrário, inicia citando um ato público, no Acre, de supostos “refugiados bolivianos” comemorando a “queda do presidente Evo Morales”.

A reportagem da Folha de São Paulo não menciona, em nenhuma linha, que Evo Morales obteve mais de 70% dos votos dos eleitores bolivianos residentes no Brasil; pelo contrário, publica reportagem com o título “‘Todos estão arrumando as malas para voltar’, diz refugiado boliviano”.

A reportagem da Folha de São Paulo não menciona, em nenhuma linha, os gritos de “Evo no está solo” ou “Mesa, Camacho, Bolívia no te quiere” ou ainda “Áñez, racista, fuera de Bolivia” entoados durante quatro horas pelos milhares de bolivianos na avenida Paulista; pelo contrário, dedica meia página às acusações e aclamações de dois golpistas, um deles suposto “líder dos refugiados bolivianos no Brasil”.

A Folha de São Paulo engana e manipula ao ilustrar uma reportagem que dá voz a dois bolivianos golpistas com os rostos dos manifestantes bolivianos democráticos da avenida Paulista. Manifestantes estes silenciados pelo jornal, enquanto têm sua imagem utilizada de forma injusta e perversa.

COMITÊ BRASILEIRO DE SOLIDARIEDADE AO POVO BOLIVIANO E CONTRA O GOL

Fotos: Diego Baravelli, direto do ato em São Paulo

5 comentários

  1. O “jornalismo” tradicional aqui do Brasil é um lixo só. Essa corja não tem vergonha na cara.
    Pensam que o povo é um bando de idiotas. A Globo é o maior expoente dessa cambada: Não se envergonham de ignorar deliberadamente as reportagens do The Intecept com a Vaza Jato.

    17
    1
  2. Agora está fechado! A imprensa do país é golpista. Ligada aos interesses norte-americanos e traidora do povo brasileiro. Atentaram contra nossa Soberania e contra nossa Democracia. Não é só Folha; é praticamente toda mídia em total descaramento apoiando golpes de estados.

    É o espelho do que eles fizeram com o Brasil. Mas aqui eles negavam. Agora não há mais como negar nada.

    A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR? O QUE FAREMOS AGORA?

    NÃO PODEMOS ACEITAR O BRASIL SENDO INFORMADO POR ESSA MÍDIA FASCISTAS.

    ESSA MÍDIA VAI CONTINUAR? TEM QUE PARAR COM ELES AGORA!

  3. A Folha é um jornal sem caráter. Joga conforme as regras dos “múltiplos chapéus”, para usar uma frase do saudoso PHA para se referir a um jornalista aclamado pelas elites e que tinha os pés, e ainda os tem, em várias canoas. Um equilibrista do discurso de direita travestido de intelectual. A Folha é tão sem caráter que abrir suas páginas é sempre uma surpresa. Será que a edição de hoje tende ao centro, à esquerda, à direita, à extrema direita ou NDA. Lamentável.

  4. Aos interessados em se inteirar dos recursos dos quais lança mão esta imprensa calhorda para manipular seus leitores, que leia o livro de Umberto Eco: “Número Zero”.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome