Inquérito das fake news pode levar à cassação de Bolsonaro no TSE

STF determinou quebra de sigilo de empresários que são suspeitos de financiar ilegalmente a campanha e as ações bolsonaristas nas redes

Jornal GGN – O inquérito 4781, batizado de inquérito das fake news, pode não gerar denúncia contra o presidente Jair Bolsonaro, porque precisa da Procuradoria-Geral da República para isso. Mas as provas colhidas neste inquérito podem ser compartilhadas com o Tribunal Superior Eleitoral, que tem duas ações revelantes que podem levar à cassação de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão e ao consequente chamamento de novas eleições.

No TSE, há duas ações que tratam dos disparos em massa de fake news, via WhatsApp, que foram revelados pela Folha de S. Paulo ainda durante a eleição presidencial de 2018. O financiamento empresarial dessas ações podem configurar crime de caixa 2 eleitoral.

No inquérito das fake news, o ministro Alexandre de Moraes determinou a busca e apreensão e a quebra de sigilo fiscal e bancário de empresários suspeitos de financiar a rede bolsonarista de ataques à honra e ameaça à segurança dos ministros do Supremo.

Luciano Hang (Havan), Edgard Corona (BioRitmo e SmartFit), o humorista Reynaldo Bianchi Junior e o militante Winston Rodrigues Lima foram os alvos.

Se houver provas de que eles abasteceram, de alguma forma, a rede de fake news com recursos, o encaminhamento ao TSE é permitido. Lá, o material, se considerado prova cabal, deixará de ser sigiloso.

Segundo a Folha desta sexta (29), um advogado que defende um dos empresários no inquérito das fake news disse que “a informação extraoficial é que Moraes já reuniu mais de 6.000 páginas no inquérito como elementos contra os alvos da PF.”

Os filhos de Jair Bolsonaro, Carlos e Eduardo, também são suspeitos de integrar o chamado gabinete do ódio.

Leia também:  Fora de Pauta

Leia também:

TSE tem 5 ações que poderiam cassar Bolsonaro e gerar novas eleições

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

9 comentários

  1. Essa eu só vou acreditar quando e SE acontecer, considerando que o TSE deu mostras várias vezes de ser parte integral do golpe de estado.

  2. Só mais de um ano de atraso. Timing perfeito não?
    Claro que Barroso, o horroroso, vai empurrar até que a metade do mandato seja ultrapassada para evitar nova eleição e deixar na mão da escolha indireta.
    Arf.
    E os trouxas torcendo por uma redenção via judiciário.
    Santa ingenuidade Batman.

  3. Tomara que ele atue com a mesma coragem de um Gilmar Mendes, por exemplo, que, e se não me engano, pediu investigação até das vaquinhas da Internet para ajudar petistas

  4. A história se repetindo como farsa? Na reeleição de Dilma a big house cansou da brincadeira e resolveu dar um basta no atrevimento da senzala. A gentalha teria que ser reconduzida ao seu devido lugar. Seja mediante o impeachment em nome dos pais, dos filhos e dos animais de estimação. Seja mediante o TSE, onde os ingredientes da receita golpista, devidamente misturados no caldeirão ardente resultaria na cassação da chapa presidencial.

  5. Se Barroso tiver vergonha na cara e realmente cumprir sua fala de que em poucas semanas ele pautaria a questão dos disparos financiados por empresas na eleição de 2018; se o Fachin…nora tirar o bundão de cima do processo que há muito já poderia ter sido concluído se ele não pedisse vistas; se a maioria de ministros do TSE não for tão fascista como a quadrilha do boçal governante e tiver coragem de votar pela cassação da chapa e marcação de nova eleição ainda em 2020 (POIS EM 2021 A VANTAGEM SERÁ DE MAIA NUMA ELEIÇÃO INDIRETA PELO CONGRESSO); se o TSE tiver um mínimo de vergonha na cara, usará (para embasar a proposta de invalidação das eleições de 2018) o próprio argumento do boçal presidente, exigindo que ele mostre provas de que houve fraude naquela eleição, em que segundo ele próprio se elegeria no primeiro turno)…enfim, se aquela coisa que se imagina JUSTIÇA ELEITORAL realmente tiver seriedade em seus propósitos, aí talvez possamos ter alguma esperança de que o boçal e o mourão vão ser mandados catarem coquinho…e que um novo presidente bote pra fora o bando de cafajestes, inclusive fardados, que estão sujando as cadeiras palacianas com suas bundas sujas…..VADE RETRO SATANAZES……..

  6. Nassif: o papo tá bom mas me diga, quem vai botar o sininho no pescoço do bichano. Sim, porque para tirar o MelianteMessiasDoBras e o ViceÍndio, filhos diletos e diretos da caserna, será preciso aval dos VerdeSauvas, guardiões perpétuos dos benefícios à Elite e aos corruptos de Pindorama (em todas as áreas sociais). Tão bolando estender o caso pra 2021 e lançar a chapa CostaNeto/RobertoJefferson para presidência, com votação direta no Congresso. Daí essa aproximação de generais com o pessoal do Centrão. Os caras, parece, perdem moral e decência, porém, jamais a pose…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome