Kennedy Alencar e o grito engasgado no ar

O desabafo do jornalista Kennedy Alencar representa bem o sentimento de todos aqueles que perceberam, a tempo, o mal que o exibicionismo ignorante desse pessoal produziria no país.

Nos últimos dias, procuradores da Lava Jato tentaram recuperar o protagonismo, com tuitadas convocando os seguidores a fiscalizar a economia de guerra. Ou se vangloriando de dinheiro recuperado, enquanto sua mais notória consequência, Jair Bolsonaro, cada vez mais se mostra uma ameaça ao país.

O desabafo do jornalista Kennedy Alencar representa bem o sentimento de todos aqueles que perceberam, a tempo, o mal que o exibicionismo ignorante desse pessoal produziria no país.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Procuradores atacam Aras, que diz ter provas contra Lava Jato

4 comentários

  1. Imprensa (a verdadeira) + Congresso (não facções) + Judiciario (o legitimo) + Militares (os patriotas) + Empresários (nacionalistas nao lesa-patrias) + policias (não milicias) + povo (não gado) + religiosos (não vendilhões); só estas forças somadas, considerando o parenteses, será capaz de retirar este grupo desvairado do poder devolvendo ao Brasil um minimo de racionalidade.

  2. E é por isso que o Kennedy foi mandado pros EUA, pra ter menos espaço de falar da política tupiniquim. Kennedy comentava de manhã, no horário nobre. Aí puseram ele pra comentar à tarde, sendo que às sextas não por causa do programa mais chato do rádio, fim de expediente. E por fim agora ele está lá nos EUA. É que Kennedy é ousado e mesmo nas inserções pelos programas da CBN (nem fixo o horário dele é mais) ele fala as coisas como ela são, usando as palavras devida, como nesse post acima. Mas os marinhos são tudo, menos idiotas. Mantendo gente como Kennedy eles podem alegar no futuro, ao reescrever sua história, que o grupo de comunicação deles era democrática, tinha pluralidade de opiniões.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome