Lula defende candidaturas do PT em 2020: “Por que vamos abrir mão da nossa grandeza?”

Lula disse que espera que o STF faça justiça no caso triplex reconhecendo a suspeição de Sergio Moro. E a justiça passa pela punição da força-tarefa da Lava Jato e do ex-juiz

Jornal GGN – O ex-presidente Lula fala ao jornalista Fernando Morais, do canal Nocaute, no YouTube, na manhã desta quarta (20). É a primeira entrevista desde que o petista foi libertado do cárcere em Curitiba, na sexta-feira, 8 de novembro, após passar 580 dias cumprindo pena por causa da Lava Jato.

Na entrevista, Lula começou dizendo que o julgamento no Supremo Tribunal Federal sobre a suspeição de Sergio Moro deve abrir caminho para que ele tenha justiça nos seus processos. E “a justiça passa por esses cidadãos [Moro e os procuradores de Curitiba] serem punidos pelas instituições”. “Eu espero que a votação da Suprema Corte reponha a verdade”, disse.

ALIANÇAS E ELEIÇÕES 2020

Questionado sobre alianças à esquerda para disputar as próximas eleições, Lula defendeu que o PT deve lançar candidatos próprios no máximo de cidades que puder.

Onde existe segundo turno, as alianças serão feitas somente se o candidato do PT não passar para essa fase. Aí um aliado poderá receber apoio.

Segundo Lula, a estratégia se deve ao fato de que o PT precisa ser cabeça de chapa para fazer autodefesa e porque tem candidatos mais fortes do que os aliados.

“As pessoas tem que ter pessoas competitivas para cabeças de chapa. Se eventualmente você tem alguém com um candidato melhor que o seu… Mas a verdade é que não tem.”

“As pessoas têm que apresentar candidatos melhores que o do PT. A gente não pode começar do zero, se não a gente perde força. E o PT, mais do que os outros partidos, precisa ir para a TV defender o partido.”

Leia também:  Entrevista de Marcelo Odebrecht isenta Lula, expõe erros da Lava Jato e resguarda BNDES

No Rio de Janeiro, Lula defendeu, por exemplo, o lançamento de uma candidatura do PT com Benedita da Silva. Ele negou que tenha prometido apoio a Marcelo Freixo (PSOL).

“PT vai polarizar enquanto estiver na disputa. Os tucanos não polarizaram porque desapareceram. O PT tem público”, disse Lula.

Ele ainda afirmou que não se preocupa com as críticas de Ciro Gomes, que tem tentado isolar o PT e formar alianças no campo da centro-esquerda, pensando em 2020.

“Ciro não é homem de debate político porque ele na discussão política só tem uma verdade, que é a dele”, disparou Lula.

“Não vou ter essa preocupação com a polarização. O PT é o mais importante partido de esquerda na América Latina. Não existe nada similar. Só perde para o partido de esquerda da China e de Cuba. Por que vamos abrir mão da nossa grandeza?”

VIAGENS E BOLSONARO

Lula afirmou ainda que tem viajado o País para “levantar a moral da tropa, a tropa está com moral muito baixa.”

Ele criticou os parlamentares bolsonaristas e as demonstrações de que Jair Bolsonaro não sabe governar.

Ele disse também que acha que “o PT tinha que ter protestado mais na vitória do Bolsonaro, porque aquilo foi ilícito. Foi um roubo. Mas o PT achou por bem respeitar, ele tem mais 3 anos de mandato.”

O roubo a que Lula se refere foi o uso em massa de fake news contra o PT e Fernando Haddad no segundo turno da eleição de 2018.

Leia também:  Lava Jato esconde fatos sobre Gamecorp para atacar Lula, dizem advogados

Acompanhe a entrevista abaixo.

Lula já falou duas vezes em público desde que foi solto. Primeiro, em discurso direcionado aos militantes e apoiadores que ficaram acampados em frente à Superintendência da Polícia Federal desde abril de 2018, quando ele foi levado para Curitiba após condenação no caso triplex.

Depois, no sábado (9), no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Lula ampliou o discurso com ataques a Jair Bolsonaro. Ele disse que o presidente precisa começar a cuidar do povo e parar de governar para os “milicianos do Rio de Janeiro”.

Lula ainda convocou a esquerda a se unir e ocupar as ruas, a exemplo do que tem acontecido com o Chile. “Nós só iremos salvar esse País se a gente tiver coragem de fazer um pouco mais. Estamos vendo o que está acontecendo no Chile. O Chile é o modelo de País que o Guedes quer construir. A aposentadoria no Chile faz as pessoas morrerem sem salário. É por isso que as pessoas estão nas ruas, porque o governo eleito não é eleito para destruir, mas para governar.”

O ex-presidente começou a viajar pelo Nordeste nesta semana.

Leia mais do discurso no Sindicato aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. “o PT precisa ser cabeça de chapa para fazer autodefesa”
    “o PT precisa ir para a TV defender o partido”.
    As declarações de Lula revelam que em 2020 haverá a repetição da estratégia de 2018. A prioridade é a defesa do PT acima de tudo o mais.

    ” O PT é o mais importante partido (…). Por que vamos abrir mão da nossa grandeza?”
    Porque, Lula, a polarização PT-Bolsonaro enseja a ascensão do fascismo.

    2
    3
  2. Cincordo com o raciocinio, exceto com a ideia de lancar Benedita para disputa da prefeitura ou governo estadual do RJ. 
    Em 2002 ao substituir Garotinho mostrou pouca visao ao assumir um fim de governo com contas viciadas, com obras paradas, sem contar a falta de liderança ou senso de oportunidade no caso da rebelião no presidio de Bangu (nao que governos posteriores ou o atual tenham demonstrado que possuiram, ou possuí, qualquer dominio sobre polícias ou presidios).
    Quanto ao capital eleitoral para governo do RJ nao atingirá 1,5 milhao de votos, perdendo para qualquer imbecil indicado pelo laranjal.
    Mestre Lula, o RJ tem mais de 12 milhoes de eleitores e não merece o desdem com o qual vem sendo tratado nos ultimos anos. Precisamos de governantes fortes, sem bunda presa com igrejas de qualquer natureza ou grupos militares ou paramilitares. Um governante que olhe o povo, sem assistencialismo mas entendendo que nos últimos anos nossos governantes vem considerando o povo como gado, então que este governante trabalhe no resgate de nossa autoestima e felicidade.
    Precisamos de PAZ, mas PAZ com voz Lula.
    Presidente Lula, vale lembrar de um ensinamento de Sun Tzu:
    “O general que avança sem desejar fama e recua sem temer o descrédito, cujo único pensamento é proteger seu país e prestar um bom serviço ao soberano, é a jóia do reino.”
    Arrume alguem assim, pelo RJ, entendendo que o povo é o soberano.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome