Moro interceptou filha para forçar investigado a se entregar à polícia

Apesar de o nome de Nathalie ter sido envolvido em negócios de Raul Schmidt, as conversas de Telegram mostram que os procuradores só miraram na empresária para pegar o pai

Foto original: Agência Brasil

Jornal GGN – A pedido dos procuradores de Curitiba, o ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro aceitou uma operação contra a empresária Nathalie Angerami Priante Schmidt Felippe, para forçar seu pai, Raul Schmidt, a se entregar. Ele é acusado de participar de esquemas de lavagem de dinheiro e estava em Portugal quando sua prisão foi decretada.

Foi na tentativa de forçar que Raul se entregasse à polícia lusitana que os procuradores de Curitiba tiveram a ideia de pedir uma operação de busca e apreensão e outras medidas de restrição – como impedimento de deixar o País – contra Nathalie. O nome da empresária que vive no Brasil foi usado na abertura de uma offshore pelo pai, Raul, motivo pelo qual a Lava Jato pôde arrastá-la para a mira de Moro.

O GGN prepara uma série de vídeos que explica a influência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto? Clique aqui.

Diogo Castor de Mattos, o então procurador à frente do caso, sugeriu, em fevereiro de 2018, num chat de Telegram com colegas: “Prezados, gostaria de submeter à analise de todos a questão da operação na filha do raul schmidt.. basicamente, ela esta envolvida em algumas lavagens por ser beneficiária de uma offshore do pai.. pensamos em fazer uma operação nela para tentar localizá-lo.. oq acham?”

Os procuradores então discutiram sobre os prós e contras de deflagrar uma ação contra Nathalie. Deltan Dallagnol, por exemplo, ponderou que a investida só faria Raul fugir de um lugar para outro em Portugal, dificultando ainda mais o trabalho da polícia local.

Leia também:  Petrobras anuncia abertura de processo de venda de mais quatro refinarias

A despeito da discussão, os procuradores encaminharam naquele mês um pedido de operação ostensiva contra Nathalie. Moro negou. “Apesar dos argumentos do MPF, não há provas muito claras de que Nathalie Angerami Priante Schmidt Felippe tinha ciência de que os valores tinham origem ilícita e/ou eram fruto de atos de corrupção”, despachou o então juiz.

Porém, três meses depois, o MPF voltou a pedir operação, sem alterar a fundamentação do requerimento. Àquela altura, Raul já havia sido preso e solto em Portugal, para responder seu processo em liberdade, e o pedido de extradição feito pela Lava Jato não andava a contento. Desta vez, Moro mudou de opinião e acolheu o pedido.

Na busca e apreensão na casa de Nathalie, policiais federais armados com metralhadoras ameaçaram a empresária. Disseram que ela deveria entregar imediatamente a localização do pai em Portugal, se não quisesse ter “dor de cabeça” com o filho, um menino de 7 anos. O relato constou em pedido de habeas corpus enviado ao TRF-4.

“A operação de busca e apreensão na casa de Nathalie, no Rio de Janeiro, reteve o seu passaporte. No mesmo dia, o pedido de extradição de Schmidt foi cancelado em Portugal. Segundo o Intercept, ‘Nathalie foi denunciada pela Lava Jato por lavagem de dinheiro pela compra do imóvel em Paris no final de 2018, mas o caso corre, até hoje, sob sigilo'”, descreveu o UOL desta quarta (11).

7 comentários

    • Sequestrar a filha de Moro tem a mesma natureza do procedimento criminoso utilizado por Moro e a LavaJato contra a filha e o neto de Raul Schmidt.
      Há alguma virtude libertária em violentar (física ou espiritualmente) um inocente ?
      Qual o caráter de quem emula as ações dos infames da República de Curitiba ?

  1. Desde que a Vaza a Jato publicou os deboches dos Procuradores e Procuradoras canalhas,canalhas e canalhas vomitados pelo Telegram contra a família de Lula,afirmei peremptoriamente,aqui mesmo nesse cantinho,sem violão,sem amor e sem canção,pra fazer infeliz a quem não se ama,que o pior ainda está por vir.O Marreco de Maringá & Cia Ltda não são apenas lunáticos,mas dotados de uma malignidade pouco vista em seres humanos,exceto em serial killer.O Gringo de Ouro,brilhante que é,apenas ajustou o botão do forno do crematório,e vai aumentando o nível da temperatura em escala crescente.Vocês não fazem a menor ideia do que vem por aí.É só aguardar.

  2. Moro é um putrefato,e tenho a impressão que o odor que exala dos seus poros,começa a transpirar.Está preparando o desembarque,acho eu.

  3. O PIOR DE TUDO ISSO, É QUE ESSA MASSA PUTREFATA VAI CONTINUAR COMO HERÓIS, HAJA VISTA O ARQUIVAMENTO DA DENÚNCIA CONTRA O DALLAGNOL. E O LULA? CONTINUARÁ TRANCAFIADO.

  4. Haja vista alguns comentários, parece um consenso o pensamento que as arbitrariedades e horrores cometidas pela turma que integrou/integra a lava-jato não apenas ficarão impunes mas continuarão a ser praticadas.
    Tambem acredito.
    Afinal, uma parte representativa da sociedade que poderia por um freio nesta insanidade continuará refastelada em seus apartamentos ou escritórios suntuosos, pois vêm se beneficiando direta ou indiretamente com o butim resultante da pilhagem dos bens e de direitos dos brasileiros praticadas por piratas e corsários.
    Mas, como a história (a verdadeira) ensina, impunes não ficarão.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome