Norte-americanos ampliam pressão sobre Bolsonaro por conta de 5G

Agora, EUA quer restrição no fornecimento de equipamentos pela empresa chinesa para suporte à nova tecnologia

Jornal GGN – Os norte-americanos aumentaram a ofensiva para convencer o presidente Jair Bolsonaro a restringir a participação de chineses no mercado brasileiro da tecnologia 5G por meio da publicação de um decreto.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a pressão aumentou nas últimas semanas quando os americanos perceberam que não haveria barreiras na portaria que estabeleceu as diretrizes para a concorrência, divulgada na última quinta-feira (06/02) pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e aprovada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O foco da investida norte-americana ficou concentrado no GSI (Gabinete de Segurança Institucional), responsável pela política nacional de segurança cibernética, onde eles afirmaram que os equipamentos chineses representam um risco para vazamento de dados sensíveis, principalmente na área de defesa.

Para os americanos, diferentemente das tecnologias anteriores, o risco de vazamentos, ataques ou roubo de informações sensíveis será maior agora com o 5G. Por isso, pediram aos representantes do governo brasileiro que a Huawei seja banida, como nos EUA.

Eles se mostraram descontentes com a decisão do Reino Unido de, por decreto, autorizar o uso dos equipamentos 5G da Huawei e de outras chinesas somente em pontos periféricos da rede, mas as empresas ficarão restritas a uma participação de 35%. Para redes como de instituições militares ou usinas nucleares, consideradas sensíveis, o veto é total.

Essa é a segunda rodada do lobby norte-americano. A primeira precedeu a elaboração do edital do 5G – norte-americanos vieram ao país em outubro de 2019 para apresentar um comitê de investimentos e tentar impedir o avanço chinês.

11 comentários

  1. “Perdeu, mané!”
    Pode até – e vai – segurar a triste América “Latrina”; mas o resto do mundo não totalmente controlado… já era!
    Acordaram o dragão porque quiseram. E o dragão não é que nem o urso; ele jorra fogo pelas ventas.

  2. Estados Unidos sempre tiveram medo do que não dominam……………
    e Bolsonaro vai obedecer

    outra onda que está se formando é a que vai colocar os brasileiros em pânico

    (vide minuta biruta e contaminação da água no RJ)

  3. Meus amigos o jogo é bruto é o presidente, pentagono departamento de justiça e tudo mais brigando para dar a primazia a firmas americanas. Ironicamente quando o Brasil agiu assim,isto foi considerado corrupção. Detalhe: nos USA os lobbies e contribuição de campanha são legalizados.

  4. Hehe, eles que xeretam tudo e controlam uma rede eficaz em todas as nossas instituições, querem o monopólio da arapongagem eletrônica (e todas as outras) no (nosso?) país.
    Sem sequer provar ou mostrar objetivamente o suposto “risco”.
    Sem mencionar que no estado atual de prostituição de nossa soberania, de FFAA, tanto faz.
    Seria só mais um “cliente”…

  5. Não é lobby, é “anti-lobby”, pois sequer apresentam tecnologia melhor em tempo.
    Típico de feminicida que diz:
    “Se não for minha, não será de ninguém”.
    O problema é que temos um capetão apaixonado.
    Pública e declaradamente!

  6. Onde se lê “cartão” (do “corretor” ortográfico), leia-se “capetão”. Favor corrigir ou publicar. Obrgado.

  7. O problema é que todo o centro de espionagem na NSA, o Centro de Processamento de Dados Utah ou (UDAC) vai ficar obsoleto nos USA, se para fiscalizar o 4 G eles construíram um centro que custou U$1,5 bilhão e foi inaugurado em 2013 vai ficar obsoleto, pois a velocidade das redes 5G serão no mínimo 10 vezes maior do que 4G, com isto vai atrolhar de informações e eles não terão nem como armazená-las.

    • esse sabe das coisas…
      será como o fluxo de informações deixar de ser constante……………………………….quanto mais rápido, desaparece para a tecnologia de monitoramento atual

      americanos se preocuparam com as margens, enquanto os chineses admiravam o rio

  8. Nassif: os gringos tão certos. Defesa do quê, os VerdeSauvas farão? Se onde moramos é Quinta deles, que botam e tiram da administração quem bem entendem, prá que “ministério” de Defesa? Vamos nos defender deles? Esses lambebotas (inclusive o cabeça administrador) parecem cãezinhos treinados (como aqueles de guiar cegos), prontos a atenderem as mínimas exigências dos patrões. E quando aparece algo que se direciona social e politicamente a atender os autóctones locais infilltram agentes (como o VerdugoDeCuritiba) para desestruturar toda Nação. Acho até que os caras tão preocupados demais, mandando “comissões”. Basta umas missangas, tipo tanques velhos e obsoletos, pros milicos se deleitarem. Desde PedroAlvaresCabral a tática tem dado certo. Prá quê tecnologia de ponta, a não ser para vigiar seus populares. Pra dar porrada e permitir que seus asseclas saqueiem diuturnamente o Povo essa teconologica do G5 é demais. Qualquer G1 tá de bom tamanho, pra estatura de seus milicos (digirentes) aque temos.

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome