O caso TAG pode se converter em um megaescândalo, por Luis Nassif

Insisto: o Ministro Luiz Edson Fachin deve explicações. Se não der agora, terá que dar quando cair a blindagem dos grandes negócios atuais, assim como está caindo a blindagem da Lava Jato.

Quando começaram as privatizações, ainda no governo Collor, denunciei a grande jogada que se armara através do sistema de avaliações. Na ocasião, a Price Waterhouse, empresa incumbida da precificação dos ativos, determinou a seu especialista rebater minhas denúncias, mas não conseguiu.

A estratégia de redução dos preços funcionava assim:

1. Todo sistema de avaliação de ativos leva em consideração as perspectivas futuras de rendimento dos ativos, não a passada. A privatização de Collor consistia em considerar as estatais de então, amarradas por gestão travada, por abandono dos investimentos, pelo que rendiam naquele momento.

2. No caso da Ultrafertil, baseou-os nos preços do fosfato na época, deprimido por uma desova gigantesca de estoques da Rússia, para projetar por décadas.

3. Depois de estimar o fluxo futuro de resultados, calculava-se o valor presente de acordo com determinada taxa de retorno. A Price pegava empresas que geravam cruzados, com financiamento do BNDES, em cruzados, e aplicavam as altas taxas de risco dos empréstimos em dólares – com o Brasil em plena moratória. Era golpe, que não obedecia a nenhuma lógica financeira.

No caso da TAG, o sistema de gasodutos da Petrobras, vendida para a francesa Engie, ocorreu uma tacada bem mais tosca.

Conforme mostramos no post “Fachin deve explicações sobre o caso TAG”, a cronologia de votação da autorização de venda, pelo Supremo Tribunal Federal, a venda propriamente dita e, pouco depois, a revelação de grandes descobertas de gás em Sergipe, formavam um todo suspeito:

Leia também:  Raposa Serra do Sol: como está a Terra Indígena após uma década da histórica decisão do STF

06/06 – STF libera a venda de subsidiárias

6/06 (mesmo dia) – Fachin libera a venda da TAG (transportadora de Gás)

13/06 – Petrobras conclui a venda da TAG

16/06 – Petrobras anuncia descoberta gigante de Gás em Sergipe e Alagoas.

É evidente que o a exploração do gás de Sergipe trará um ganho adicional para a TAG por razoes óbvias: só poderá explorar o gás quem tiver gasodutos para transportá-lo. A direção da Petrobras escondeu a descoberta até que a venda se consumasse, repassando todos os ganhos para a nova controladora.

Vamos a uma reportagem do Valor, de 8 de abril passado, na qual o presidente da Engie explica a investidores como será calculado o preço de venda da TAFG.

O título sintetiza tudo: “Compra de TAG foi baseada em contratos existentes”, diz Engie.

O valor [da operação] está muito baseado nos contratos existentes. Oitenta por cento do valor da transação estão baseados nos contratos já existentes”, disse Bähr, na teleconferência.

Com o negócio, a Engie terá 29,25% da TAG. A Engie Brasil Energia (EBE) terá outros 29,25%. O fundo canadense Caisse Dépôt et Placement du Québec (CDPQ) ficará com 31,5% e a Petrobras, com 10%.

A Petrobras terá que se desfazer dessa participação após a aprovação do novo marco regulatório para o mercado de gás natural, afirmou o diretor de desenvolvimento de negócios da Engie, Gustavo Labanca. Isso porque, explicou, pela nova lei, provavelmente a petroleira terá que desverticalizar sua atuação.

(…) O financiamento para a compra da TAG será de R$ 22 bilhões, sendo parte em dólar e parte em reais, afirmou Labanca. O financiamento será feito pela Aliança Transportadora de Gás, veículo criado pela Engie, a EBE e a CDPQ para aquisição e operação da TAG.

“Já está tudo negociado e todos os financiamentos, garantidos. Mais do que garantidos. [Os financiamentos] são 100% baseados nas receitas dos contratos com a Petrobras. Isso já está garantido com os bancos. Agora é só questão de execução”, disse Bähr.

Leia também:  Joice parte para o ataque e fala sobre rede da família Bolsonaro

Insisto: o Ministro Luiz Edson Fachin deve explicações. Se não der agora, terá que dar quando cair a blindagem dos grandes negócios atuais, assim como está caindo a blindagem da Lava Jato.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

20 comentários

  1. Eis porque essa briga de cachorro grande, toda vez que se abre uma vaga no supremo.

    Vontade de fazer justiça? Não, fazer negócios.

    12
  2. Tudo bem, quem tem a obrigação de revisar e ajuizar isso são os parlamentares…..

    Agora, essa boa vontade toda de vender tudo correndo com tanta maracutaia, leva-nos a pensar…….quem está levando o “porfa”?

    4
    1
  3. Nosso governo/comandantes das Instituições (alguns)são foras-da-lei/anticonstituicão/contra-regras/descumpridores de regras…

  4. Nassif, Nassif…Eu até entendo a boa vontade, mas, por que esse negacionismo diante do fato que só vira “escândalo” se constar algum adversário politico? No máximo um “meio escândalo”, pra forçar o acordo. É preciso entender para quê servem os bodes expiatórios, os bois de piranha….

    1
    1
  5. “Se grita ‘pega ladrão’, não fica um meu irmão”. Este caso da TAG mereceria uma CPI na Câmara, mas parece que não tem deputado a fim de esclarecer isso não.

  6. Há ministros achacados, O Fachin é um deles, o Barroso deve ser o maior, Fux e Toffoli estao de rabo preso, foram pegos em corrupção ou outra coisa séria, por exemplo Barroso tem ligaçoes fraudulentas com o itau , Fux deve ser a filha , estão sendo guiados, por isso não esperem libertação de Lula ou punição para Sergio Moro e Justiça neste país

    10
    1
  7. “No caso da TAG, o financiamento será assegurado pelos contratos de transporte de gás com a Petrobras, o que reduz muito o risco para os bancos. “Já está tudo negociado e todos os financiamentos garantidos. Mais do que garantidos. São 100% baseados nas receitas dos contratos com a Petrobras”, disse ontem Maurício Bähr, presidente da Engie no Brasil.” – Valor.
    Itaú, Bradesco e BB financiaram 14 bilhões. Risco, zero. A Petrobrás paga o aluguel direitinho. Não podia ter feito um sale lease back? O que a francesa veio a fazer, cafetinar? Remeter euros? Não temos superávit, não! Affe!

  8. O Fachin deve explicações até ao Fachin de antes de assumir no STF. Que dirá explicações à sociedade…

    7
    1
  9. A venda da TAG parece criminosa. Deve ter “bacanas” levando muita grana nesta operação com o patrimônio público.

  10. Todas as maracutaias passam por um processo de aparente legalidade. Foi aprovado pelo congresso, se torna legal, mesmo imoral. O bom ladrão legalisa o roubo, por isso ficará impune. Ora, se o congresso deu aval, tudo se torna legal. Quando você contesta no supremo, você vai espernear, mas ficará por isso mesmo, porque a casa legislativa chancelou a patranha. E agora, a quem recorrer? Tá difícil!

  11. Inicialmente, Fachin, em abril, não analisou o pedido de liminar e indicou o processo para julgamento no plenário. Agora, em novo despacho proferido na sexta (27/5), o ministro c o n c e d e u a medida cautelar e r e f o r ç o u o pedido de julgamento pelo plenário.

  12. É tudo COINCIDÊNCIA !!! Afinal Estamos na PÁTRIA DAS COINCIDÊNCIAS !!!! Devolver a parte da Petrobrás no Mercado de Gás de Cozinha para a Italiana (italiana, né Serra?!) AGIP Liquigás, e em 4 meses o tal GLP ter um aumento de mais de 100% no seu custo é só COINCIDÊNCIA !!! COINCIDÊNCIA, o Brasil comprar o Gás Boliviano e fazer ‘ a toque de caixa’ um Gasoduto de mais de 3.000 Km, mesmo já sabido que no Pré-Sal existiriam mais de ‘4 Bolívias’ em Gás Natural é apenas COINCIDÊNCIA !!! Livrou a cara da SHELL no mico histórico dentro da Bolívia?! É só COINCIDÊNCIA !! Sem contar com a Bacia de Campos, defronte ao maiores Centros Consumidores de RJ e SP, olha o que vem aí da Bacia Sergipe-Alagoas ?!! Mas é tudo COINCIDÊNCIA !!!! Levar a pique as Plataformas da “PETROBRAX”. matando Trabalhadores Brasileiros, para vender a ineficiência e precariedade da Estatal do Petróleo, para desvalorizá-la nas PRIVATARIAS TUCANAS, é só COINCIDÊNCIA, não é mesmo FHC?!! Privatarias da Petrobrás, meses antes do Anúncio da Descoberta do Pré-Sal. Mas é tudo COINCIDÊNCIA !!! Brasileiros, analfabetos, desempregados, ignorantes, desinformados, miseráveis , nas suas ‘casas de caixa de sapato’, favelas urbanizadas, Pobreza Social montada sobre o País mais rico da Terra é apenas COINCIDÊNCIA !!!! Esta venda para a TAG, na véspera da divulgação da descoberta de Campos de Gás inigualáveis? Falar o que? Apenas COINCIDÊNCIA !! Nada acontece pela vontade e comando de alguém. TUDO é uma feliz COINCIDÊNCIA. Pobre país rico. Não Nos faltam nem as penas.

  13. Estou indignada, angustiada. N aguento mais saber noticias de tanta falta de amrr a este país, de entrega das riquezas. Será q essa minoria pode tudo? Somos muitos,. Temos q impedir.o q está acontecendo e reaver o q estão nos roubando. O povo está pobre e sofrido .

  14. Minha fatura do celular Tim veio no valor de 50 reais, preço do pacote mensal. Liguei para cancelar e a Tim propôs baixar o preço pra 29 reais e não aceitei. Fizeram nova proposta, agora de 19.00 reais. Aceitei, mesmo sabendo que o custo dessas teles estrangeiras, que faturam bilhões de reais, não pagam dividendos e às vezes nem impostos, cobram dos brasileiros preços extorsivos para que os países que nos exploram tenham grátis serviços de telefonia e dados: ocorrerá a mesma coisa com o ser petrolífero, de gás e derivados….o brasileiro não tem noção da destruição e da política de terra arrasada imposta pelos donos do golpe a partir das Jornadas de Junho de 2013, a primavera do Deus Mercado: éramos felizes e não sabíamos : mas ficaremos sabendo quando cair a ficha e percebermos que, por conta de um golpe, viramos um Grande Haiti…

  15. Engie. Fusão da GDF (estatal francesa) e Suez. A mesma tractbel que comprou as usinas da estatal Eletrosul, por preço de banana, na privataria tucana no final dos anos 90.

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome