Os militares cadastrados e o descontrole no sistema da ajuda emergencial

Mas o pagamento indevido para os militares deve ser investigado de forma específica, porque é evidente que houve gente fazendo isso de forma articulada, com participação de agentes do governo que liberam esses pagamentos.

De uma fonte envolvida com o cadastramento da ajuda emergencial.

  1. Não dá para acreditar que 100 mil militares tenham tido a mesma ideia de pedir esse auxílio.

2 – outros segmentos que não tinham direito também receberam?

3 – se for somente os militares, fica evidente que foi uma coisa organizada a partir de um núcleo, com participação de gente de dentro do governo.

4 – não dá para acreditar que o governo vá apurar isso, porque todos os órgãos estão dominados pelo bolsonarismo.

Há quase duas semanas o governo está dizendo que pagou 50 milhões de pessoas. E todos os dias há filas imensas nos bancos e o governo diz, no final do dia, que pagou mais tantos milhões no dia. Mas o valor total sempre continua sendo de 50 milhões.

Ontem tinha ainda 14 milhões que estavam em análise. Estava acompanhando isso porque tem pessoa que estou ajudando. Eram dos primeiros cadastrados e não saiam da situação “em análise “.

Ontem o governo disse que estavam rodando todos os pedidos pendentes para dar uma resposta hoje.

Hoje, abrindo a pesquisa, mandam fazer novo cadastro.

A percepção que fica é de completo descontrole. Talve até tenham perdido essa base de dados dos 14 milhões não analisados durante esse tempo todo.

Há fortes indícios de que não há controle sobre os pagamentos.

Os órgãos de controle deveriam solicitar a transparência sobre como o governo está checando boa dados.

Leia também:  Manchetes dos jornais da Europa

Alem disso, deveria ser pública a relação dos beneficiários do auxílio emergencial.

Mas o pagamento indevido para os militares deve ser investigado de forma específica, porque é evidente que houve gente fazendo isso de forma articulada, com participação de agentes do governo que liberam esses pagamentos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Roubo descarado, provavelmente uma rachadinha feita com blocos de CPFs…
    para tanto certamente precisaram neutralizar a parte do programa que chegava se o requerente tinha outro tipo de renda garantida ou não

    tudo indica que foi diretamente na Caixa, mas com operações combinadas

  2. A casta militar se aliou incondicionalmente ao poder norte americano e, por tabela, ao neoliberalismo. O vale-tudo que impera lá passou a imperar aqui, levando de mourão, perdão, roldão, a cúpula dos militares.
    Sugestão: por que os militares não fazem uma lava jato na própria instituição ?

  3. Nassif: VerdeSauvas devolvendo o que abocanharam? Táis brincando! Como na Bíblia, “é mais fácil um Camelo passar pelo fundo da agulha”. Se insistirem nessa lorota vão partir para a III Guerra Mundial de Pindorama. Morrem bravamente, mas não devolvem. Deram o golpe pra quê? Tão, inclusive, falando em suspender qualquer pagamento à galera. Acham que vão gastar em drogas e álcool. Então, que o Corona liquide a catrefa. Sai mais em conta e o Estado economizaria uma grana preta. Se precisar de ajuda pra completar a obra o dono do Quintal onde moramos dá uma mãozinha.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome